Unknown 9: Awakening é mais do que um jogo para Xbox Series X

Os anúncios de novos jogos foram poucos e distantes entre si na Gamescom Opening Night Live, mas Unknown 9: Awakening acabou sendo uma deles. O trailer do revelação certamente deixou muitos interessados, então você ainda deve estar se perguntando do que se trata este jogo para próxima geração de consoles e PC. Felizmente, a desenvolvedora Reflector Entertainment deu continuidade ao anúncio com detalhes que apontam o título como muito mais do que apenas um jogo padrão.

Unknown 9: Awakening chegará ao Xbox Series X em 2021, é o primeiro título do estúdio e é descrito como um “jogo de ação e aventura baseado em narrativa em terceira pessoa“. A garota que você viu no trailer se chama Haroona e os poderes aos quais ela tem acesso são conhecidos como Dobra. Essa é apenas a ponta do iceberg, no entanto.

O jogo em si é apenas uma parte de um mundo maior do Unknown 9 que contém um romance escrito por Layton Green, um podcast chamado Unknown 9: Awakenine uma história em quadrinhos intitulada Unknown 9: Torment. Esses produtos são todos autônomos, mas irão aprimorar sua experiência no mundo Unknown 9. Alexandre Amancio, CEO da Reflector Entertainment, descreve o jogo para Xbox Series X como um projeto de paixão. “Nosso jogo apresenta uma heroína complexa que deve chegar a um acordo com quem ela é. O jogo se passa no universo Unknown 9, um Storyworld moderno que se concentra na humanidade estando à beira da transcendência ou da autodestruição.”

Esta parece ser uma grande tarefa, considerando que este é o primeiro jogo da Reflector Entertainment, mas você pode visitar o site oficial agora para obter uma detalhes da história. Unknown 9: Chapters é uma experiência voltada para a comunidade que permite aos fãs resolver mistérios do universo. Você também pode acessar o livro, o podcast e a história em quadrinhos mencionados acima de forma gratuita.

61 comments on “Unknown 9: Awakening é mais do que um jogo para Xbox Series X

    1. Problema quando essa empresa, só tem esses jogos. Microsoft tem de tudo.
      Halo – FPs
      Gears – Terceira Pessoa
      Ori – Plataforma 2D
      Sea of Thieves – Multiplayer
      Forza H – Corrida arcade
      Forza M – Corrida simulador
      Flight simulator – Simulador de voo
      Westland3 – Estratégia
      Age of Empires – Estratégia
      Quantum Break – Narrativa
      E por ai vai, tem para todos os gostos.

    2. Essa certa empresa sempre procurou pela diversificação dos jogos ao contraio de uma outra empresa que só entrega o mesmo jogo com historinhas diferentes.

      Ai mora a diferença.

        1. Agora posso falar com mais convicção, não é de todo ruim mas também não é essa obra prima que tanto falam para ter de referencia.

          O que incomoda é que vocês forçam muito jogos que são apenas OK.

          1. Eu nenhum momento eu disse que não aceito, pode olhar no histórico da conversa. Eu falei que o PS tem jogos legais porém tem poucas horas de jogativa, já vc falou que o Xbox tem jogos ruins, ou seja, é vc que está falando mal dos jogos da outra plataforma e não aceita que no Xbox tem jogos legais também.

          2. Eu falei que tem jogos ruins, não disse que são todos. PS tbm tem. Mas vc não aceita quem justifica a compra de um console por causa de seus exclusivos?

          3. Sim, aceito. Se uma pessoa quer jogar os exclusivos da Sony, compra um Playstation. Se quer os exclusivos da Microsoft, compra um Xbox. Se gosta de jogar no PC, compra um PC Gamer. Simples assim.

          4. Esse é o problema não podemos achar um jogo da Sony ruim mas todos os jogos do Xbox são ruim.

            É uma hipocrisia sem tamanho.

          5. Nenhum momento disse que TODOS são ruins. Vc pode ter generelazido com o seu “Apenas ok”, mas eu não fiz o msm com “ruins”

          6. Tem tanto jogo classificado ”ruim” que é bom, esse é o tipo de preconceito que vocês tem que destrói a indústria. Por isso o GamePass se faz tão necessário ele da a oportunidade para esses jogos ”ruins” de serem jogados e ser julgado apenas por que realmente joga.

          7. Concordo. Dying Light é um dos meus favoritos e tem classificação “ruim”. Recore acho outro jogo subestimado. Mas eu nem tava falando de notas e sim da ginástica mental que fazem pra tentar convencer os outros de que SOD, Grounded, SOT, etc são jogos incríveis, quando não são, apenas ok pra ruins

          8. Cara se o SOT está lado vendendo horrores na Steam segundo você um jogo OK para ruim.
            Grounded saiu vendendo nuito também outro OK para ruim.

            SOD tem la sua comunidade e o pessoal é bem engajado muita gente joga ainda.

            Agora você ignora o fato de que as pessoas estão se divertindo com jogos que todo mundo fala q são ruins. Eu não sei qual o problema de vocês em reconhecer que cada jogo tem seu público.

          9. O problema não é gostar o problema e querer forçar todo mundo goste do jogo, é isso que “vocês” fazem.

            Ja começamos a ser redundante.

          10. O problema não é gostar o problema e querer forçar todo mundo goste do jogo, é isso que “vocês” fazem.

            Ja começamos a ser redundante.

        2. O Zuneando disso: “… só entrega o mesmo jogo com historinhas diferentes”
          E vc respondeu: “E isso torna os jogos dela ruins? Kkkk entendi”

          Ou seja, ele não falou que os jogos da Sony são ruins, vc afirmou que entendeu isso e ainda deu risada da sua própria interpretação. Fala sério…

          Ele falou em relação a diversidade dos jogos e não se um jogo é bom ou ruim.

          1. Não falou mesmo. Mas o engraçado é que provavelmente ele e muitos aqui irão hypar um jogo (este da news) com a mesma proposta dos jogos hateados da concorrência. Como vc mesmo disse, jogos assim sao legais

            Isso só confirma que o hate é pela capinha azul e reclamam de hate de capinha verde

          2. Cara, Gears, Forza e Sea of Thieves são jogos muito foda. The Last of Us e God of War são jogos fodas também. Fanboy sempre vai ter dos dois lados. Eu apenas me apeguei ao fato dos exclusivos da Microsoft terem mais horas de jogos do que os da Sony, mas isso é porque são de estilos diferentes. Mas jogo curto de história também é bom, tanto que gostei do Quantum Break e do Ryse.

            Na minha humilde opinião, acho que o Game Pass é um motivo muito maior para comprar um Xbox do que qualquer exclusivo da Microsoft ou da Sony, justamente por ele ter vários jogos no catálogo.

          3. Aí sim vou concordar ctg. Na minha humilde opinião, Xbox se sobressai com GP e PS com os exclusivos (que gosto mais do que os da MS). Até poderíamos discutir poder, mas não é algo que faça tanta diferença.

    3. Jogos assim são legais, o problema é querer justificar a compra de um console pra jogar 2 jogos desse por ano, que dá 20 horas de jogatina cada um.

      Só de Sea of Thieves, State of Decay 2, Gears 5 e Forza Horion 3/4 tenho mais de 700 horas de jogatina. Quantum Break achei bem legal, é estilo esses jogos da Sony, tem um ótimo gráfico, história bacana, dura umas 20 horas e acabou, desinstala e vai pro próximo jogo. Ryse a mesma coisa.

      PS4 não vale a pena pra jogar 40-50 horas de exclusivos por ano.

    4. Problema quando essa empresa, só tem esses jogos. Microsoft tem de tudo.
      Halo – FPs
      Gears – Terceira Pessoa
      Ori – Plataforma 2D
      Sea of Thieves – Multiplayer
      Forza H – Corrida arcade
      Forza M – Corrida simulador
      Flight simulator – Simulador de voo
      Westland3 – Estratégia
      Age of Empires – Estratégia
      Quantum Break – Narrativa
      E por ai vai, tem para todos os gostos.

      1. Diversidade não significa qualidade. E meu comentário foi baseado na hipocrisia de hatear jogos da Sony (só por ser da Sony) e hypar um jogo com essas mesmas características, porém third party. Não faz nem sentido o argumento

  1. Ex funças da Ubisoft que trabalharam em AC, Far Cry e Watch Dogs. Sinceramente, só isso já me faz pensar que deve ser “mais do mesmo”… O que não necessariamente é ruim

  2. A principio, esse jogo me chamou muita atenção pelo fato de ter uma paisagem e uma cultura diferente nos jogos. Entretanto, o que me deixou um pouco mais apreensivo, é por ser feito por ex funcionarios da Ubisoft e tendo no curriculo jogos como Assassins Creed. Já fico com um pé atrás, apenas comprarei SE o jogo for realmente diferente. Se não, esperarei para ele entrar no Gamepass para sim, jogar.

  3. Na minha opinião Jorge, Unknown 9 Awakening é mais do que um jogo para Xbox Series X e também para o Xbox ONE talvez sim. Na minha opinião. Ok Jorge.

  4. O nome desse jogo já diz tudo sobre ele 🤣🤣🤣🤣

    Como o Xbox não tem nada relevante pra noticiar mesmo, vamos falar da CGi do jogo “desconhecido” kkkk

    Na real, que lancamento do XSX vai ser estes meus amigos, só The Medium que na próprio evento do Xbox apareceu como “exclusivo de lançamento” e Scorn até este momento. Nada de firts party, Halo a piada mundial, rumores do console mais capado da história, jogos dos novos studios apresentados em CG e com data estimada somente pra 2022, rumores de preço acima dos 500 dólares pro Xsx.

          1. Exatamente meu caro. Tudo leva aos jogos. Quando falamos que serviço importa, isso quer dizer que os jogos importam, pois eles levam aos jogos. Agora você entendeu.

    1. Esqueci de referir

      Estamos no fim de agosto, o console já lança no inicio de novembro segundo os rumores, ou seja, tem menos de 40 dias e a Microsoft não exibiu nenhum game sequer a correr no novo console kkkk

      Será que ele realmente existe?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *