White Owl pode ser o primeiro estúdio japonês da marca Xbox

A Microsoft não nega que ainda está a procura de mais estúdios, e o que está de olho é na originalidade por trás da equipe. Bem, Phil Spencer já afirmou que seria interessante adquirir um estúdio japonês, e é quase certo que a Microsoft esteja procurando ao mesmo um, e talvez já encontram: White Owl – a coruja branca.

A Microsoft não se caracterizou pela aquisição de grandes estúdios. A maioria dos estúdios que que foram comprados são pequenos, mas com ideias e objetivos muito claros. Até mesmo a Rare custou muito menos que Minecraft na época. As compras feitas pela Microsoft seguem os talentos e um estilo único.

O usuário do Twitter @NilOggier não é um insider, mas acertou ao dizer ainda em fevereiro que a Microsoft compraria a Double Fine, algo que foi confirmado na E3 2019. Analisando os critérios de originalidade e de amizade, ele mostrou que Tim Schafer (Double Fine) é muito amigo de Swery (Whit Owl), e consegue criar jogos originais e diversificados, algo que seria de grande valor para o Xbox Game Pass. Uma equipe entrosada e já com elos de amizade.

Com White Owls, eles conseguem ter ótimas histórias com um estilo artístico diferente. Vemos em seu projeto The Missing Us um jogo de plataforma com uma grande história – inclusive indicado no The Game Awards. Outra coisa é que o estúdio irá lançar em 2020 o jogo chamado The Good Life, que chegará diretamente ao Xbox Game Pass. Notem, jogos completamente diferentes, mas com um design de ótima qualidade.

O ponto mais diferente de Swery65 é que é do tipo “malucão“, pode sair de tudo da mente desse cara. Seus jogos não são considerados “normais”. O principal deles provavelmente é o Deadly Premonition que pode ser tido como clássico cult. Além dele, Swery trabalhou no Tomba 2, Lord of Arcana,Spy Fiction e mais recentemente no D4: Dark Dreams Don’t Die, em parceria com a Microsoft para o Kinect.

O que vocês acham desse cara?

115 comments on “White Owl pode ser o primeiro estúdio japonês da marca Xbox

    1. Achei muita sacanagem, o jogo é bom foi lançado em episódio e parou no primeiro com a história bem no climax, até hoje tem gente pedindo continuação.

  1. Esse The Missing é bem esquisito viu, game japones sao mto bons os AA ou AAA, esse indies e de baixo orçamento nao da mesmo….
    curuiz viu!!!!

    Mas o que buscavam era a criatividade niponica certo!? Entao está ai a produtora do japa!!!

    1. Já acho um saco jogos japoneses e de plataforma ainda? piorou,de japa so curto os jogos da capcon mesmo..se for pr comprar um studio de plataforma que compre a Moon studios nao precisa ir la na casa do caralho pr isso rsrs

  2. Dark Dreams Don’t Die (D4) é um jogo feito pelo Swery65 e publicado pela Microsoft Studios para o Xbox One em 2014, o jogo recebeu grande destaque na E3 2013 e E3 2014, muitos se surpreendendo pela parceria dele com a Microsoft, visto que é um japonês, além de que muitos gostaram do jogo, apesar de alguns defeitos;
    A Microsoft precisa de um estúdio japonês principalmente pra dar continuidade a suas franquias com o estilo JRPG (Phantom Dust, Lost Odyssey, Blue Dragon, etc);
    A Microsoft Studios Japan tinha um grande elenco, continha 3 diretores da SEGA, além de vários funcionários da Square Enix & Capcom, pena o estúdio ter sido encerrado em 2011, espero ver como vai se desenrolar essa busca por talento no oriente.

      1. desiste fácil mesmo, o xbox original teve um prejuízo de 4 bilhões de dólares. O xbox 360 teve o 3rl que teve cheque em branco da microsoft pra custear os danos e foi mais 1 bilhão de dólares de prejuízo. E aqui estamos 18 anos depois com o Xbox Scarlett sendo anunciado.

  3. PS:
    Eis que estou andando por aí pelas InterWebs vendo mais notícias de Cyberpunk 2077, e eis que me deparo que no Metacritic, a versão de Xbox One do jogo tem como publicadora a Xbox Game Studios;
    O que isso quer dizer Microsoft? Cyberpunk 2077 no XOne sendo publicado pela própria Microsoft (Pelo menos ao que parece na versão do XOne) seria algo inédito em um jogo Multiplataforma, seria alguma surpresa para a Gamescom? Se for, acabei estragando.

    1. Eu só preciso jogar o Cyberpunk 2077 que eu zerei a vida, jogo da CD Projekt Red é coisa de outro mundo, com Keanu Reeves no jogo então, ainda mais eu sendo fã do cara… mal posso esperar hahaha

          1. Os 3 jogos exclusivos que eu zerei no PS4 foram The Last Of Us, Horizon Zero Down e Spider-Man, os outros exclusivos do PS4 eu não gostei

          2. Spiderman eu fechei em duas semanas. Já o Horizon… Terminei pq não queria jogar dinheiro fora, então demorei uns meses

          3. Como você fez pra zerar o Spider-Man em 1 semana ? kkkkkk esse foi um dos jogos mais curtos que eu já joguei

          4. Eu não fiquei fazendo aqueles desafios de ciências e bla bla bla. Fiz só as missões principais e as bases Sable (eu acho) nada de jogar DLC ou ficar noiado procurando platina. Consegui vender o jogo por 60 reais depois!

          5. Os 3 jogos exclusivos que eu zerei no PS4 foram The Last Of Us, Horizon Zero Down e Spider-Man, os outros exclusivos do PS4 eu não gostei

    2. Eu acho que seguinifica que a versão Xbox será exclusiva dos consoles Xbox One S/X kkkkkk

      É muita viajem.

      Eu também notei algo interessante no Metacritic, o total de jogos lançados em ambas as plataformas tem uma disparidade considerável.

      PS4 tem 22 páginas de jogos lançados e a lançar
      Xbox One tem 17 páginas de jogos lançados e a lançar

      PS4 tem muito mais jogos com análises registradas no Metacritic

  4. Eu acho que a Microsoft precisa urgentemente de uma equipe de marketing decente. Estava vasculhando notícias na Internet e pouco se vê de grandioso ou relevante do tamanho da marca. Samsung é um puta exemplo para a Microsoft seguir, tem propaganda até em banheiros.

      1. Ela tem ótimas franquias de peso, só não tem marketing de peso. Para se ter uma ideia, Gears só fui jogar o 4 pois desconhecia o tamanho da franquia. Assim como eu, que por falta de tempo não está tão antenado quanto antes, muita coisa passa despercebido. Mas sempre vejo coisas sobre Nintendo, Sony, Steam… Tem sempre uma notícia ou outra. Exemplo, a MS deveria ter patrocinado o evento do fortnite. Se teve participação, foi muito discreto.

        1. Tenho que concorda com isso..marketing da sony é algo muito superior ao da microsoft ela consegue tranformar qualquer jogo merda do playstation em algo inovador e hypado como No Mans Sky rsrs

          1. Poisé, teve diversos erros. A Sony nem mesmo deve ter se envolvido no desenvolvimento e foi “dibrada” como todo mundo. Ai a partir de certo ponto começou cobrar a HELLO GAMES uma data, os caras falaram uma pra não irritar sua patrocinadora e ai foi uma bola de neve kkkkkk

          2. Pois é… Samsung vende muita porcaria, mas está sempre presente. Sony faz o mesmo. Empresas no geral fazem o mesmo. Por isso que o Balmer foi CEO, não pelo currículo dele como adm, mas porque ele tinha um certo domínio na área. Lembro da época que ele disse em um evento… Developers… Developers… Developers… Um maluco da porra, mas era vendedor nato.

          3. O marketing foi tão alto que eu peguei um Galaxy J7 Metal pra minha mãe!
            Ainda tenho a caixa comigo.

          4. TV, Blu-ray etc… Uma porrada de coisa que não dura muito. TV eu tive 3 e as 3 não foram longe. Máquina de lavar uma e também deu zica. Mas não diminui outros produtos que acertam.

          5. Minha tv smart de 46 da Samsung é de 2012 e tá linda até hj, a do quarto de 37 tem 12 anos e tb nunca deu defeito. Minha geladeira é Samsung, funciona perfeitamente e é muito econômica. Quando casei comprei uma máquina de lavar top na época da Brastemp de 8 kg e durou só 6 anos com 6 defeitos diferentes. Dei aquela merda e comprei a Samsung de 10 kg que abre a porta pra frente e já está com 7 anos de uso e nenhum defeito. Acho que dou sorte com a Samsung

          6. Sorte mesmo. Mas todas as empresas tem seus pontos altos e baixos. Modelos que dão problemas, celulares que explodem, marcas confiáveis que em alguns produtos deixam a desejar. Meu iPhone 6 foi para assistência 3 vezes e nenhum dos meus outros iPhones haviam dado problema. TV da LG tive duas. Uma durou exatos 13 meses, um mês após a garantia ela pifou. A outra Smart durou 3 anos e queimou as fitas de led semana passada. A Tv da sala é uma Panasonic que já tem mais de 8 anos.

        2. Ela tem ótimas franquias de peso, só não tem marketing de peso

          Concordo plenamente! E acho que ela já poderia começar a mudar essa forma de divulgação destes jogos a partir de agora, com os que estão sendo produzidos e que ainda não sabemos nada, por exemplo: o novo da Playground, o novo da Ninja Theory, novo da Obsidian, próximo Forza, etc.

          Solta um teaser de um desses jogos agora na Gamescom, outro na Tokyo Game Show, outro na XO19 e um maior no The Game Awards. Com isso ela construiria um bom hype e muita expectativa para a E3 2020 quando os grandes trailers viriam junto com o reveal do Scarlett.

      2. O que seria jogos AAA?
        Com várias cutcenes REAIS e gameplay enjoativo?
        Cara, vivemos numa época que os games precisam ter uma GAMEPLAY fortíssima, viciante…
        Por isso os games online estão fazendo mais sucesso.

      3. Felipe, é tudo marketing, a Sony é “puro” marketing e vocês não vêm. Não digo que seus jogos são ruins, mas são muito “cinematográficos” mas com uma qualidade de gameplay inferior que os da Microsoft. A Sony é boa nisso e em fazer propaganda de tudo. E a mídia e os youtubers fazem o resto, inclusive com matérias parciais o todo tempo. O povão cai mesmo.

          1. Cara, você falar de enredo e exaltar The Last of Us é dureza hein cumpadi. O enredo de Tlou tem seu apelo e até seus momentos realmente incriveis, mas é raso para um caralho, podendo ser deduzido nos primeiros 20min de gameplay, pois se alguém ficou surpreso com o desfecho daquilo é porque no minimo não consome outros tipos de conteudos e historias. Não se compara com a Lore de Gears, Halo e etc. Até Ori surpreende o jogador em seu fim. Talvez você ache que enredos precisam de Cutscenes com atores pra ser considerado um exemplo, mas não é bem assim não.

          2. Aí eu concordo, em partes. A história faz parte do jogo e tem que ser melhor trabalhada e explorada sim. Mas seu exemplo não foi bom, pois TLOU tem um enredo bem simples, já HZD tem uma “sacada” bem melhor nesse aspecto, na minha opinião.

          1. Cara Kojima esta em uma posição que pode fazer o que quiser, que ninguém terá coragem de criticar por não querer ser taxado como “jogador burro”. Pra mim o Death Stranding só mostrou que técnicamente é lindo, de resto é bem fraco.

          2. Justamente é isso o que eu penso….Kojima pode criar um jogo onde o protagonista é um pedacinho de merda que desceu pela privada e foi parar no oceano atlantico cujo o objetivo. é ficar flutuando em alto mar e a “midia gamer” ira dizer que é um jogo fantasticos afinal de contas quem é doido de criticar o Deus kojima ? Rsrs

        1. “qualidade de gameplay inferior que os da Microsoft”, se fosse na época no 360 até concordaria agora dizer que Crackdown 3, Recore e Sea of Thieves tem boa qualidade no gameplay é exagero. São jogos péssimos nunca deveriam ter relação exclusiva com a Microsoft.

          1. Dizer que Killzone, Knack, The Order, Bugs Pone tem mais qualidade que Halo, Gears, Forza, Sunset Overdrive, Ori, Cuphead, Killer Instinct, Quantum Break é “doença”.
            E Sea of Thieves é um dos jogos mais bem “pensados” desta geração, é um ótimo jogo, que conta com uma base de fãs apaixonada e mais de 8 milhões de jogadores, além de ser um dos jogos mais assistidos no Mixer e no Twitch, mais que qualquer exclusivinho da Sony.

          2. “além de ser um dos jogos mais assistidos no Mixer e no Twitch” definição de bom jogo = total de gente que assiste, uhum senta lá gado.

        2. Burigas, soh completando o q vc disse, agora a pouco li uma matéria de capa no site do UOL, onde o treinador do Flamengo dizia q era normal o time perder o rendimento durante a partida e que manter o rendimento seria algo “soh no PlayStation”…
          O marketing da Sony eh tão profundo que jah criou uma cultura, virou algo como “tirar uma Xerox” onde o certo seria Tirar uma cópia. Méritos dela, obviamente. Eh aí q a MS tem q agir!

      1. Não precisa vender, o XB continuando a ser muito superior ao PS já basta pra mim e pra quem pensa e não vai na onda nostálgica e cega da mídia e do marketing.

    1. Jah bati muito nessa tecla tb. Grana n falta, parece q precisam reestruturar toda a equipe de marketing, pegar um Head com visão… A Sony faz isso como ninguém! Fato!
      Tenho dois parentes que associaram a marca Playstation com jogos de futebol, Fifa claro. Mas isso é reflexo das campanhas de marketing super agressivas da Sony. Estão em praticamente todas as ligas Europeias, sem mencionar a Champions neh?!

    2. Jah bati muito nessa tecla tb. Grana n falta, parece q precisam reestruturar toda a equipe de marketing, pegar um Head com visão… A Sony faz isso como ninguém! Fato!
      Tenho dois parentes que associaram a marca Playstation com jogos de futebol, Fifa claro. Mas isso é reflexo das campanhas de marketing super agressivas da Sony. Estão em praticamente todas as ligas Europeias, sem mencionar a Champions neh?!

      1. Mas isso é culpa da MS. O MKT se cria, se copia e transforma, se assim a empresa quiser. Mas, infelizmente a deficiência como propagadores, que parece ser cultural da MS, não deixa a mesma evoluir neste ponto. Vejo o Surface, Azure, entre outros produtos da MS que muita gente desconhece. A maioria que não está ligada nas novidades, não sabe que existe um Surface, mas sabem que existe MAC. O próprio GP não é divulgado, conheço muita gente que tem Xbox (na faixa dos 40 anos) e nunca ouviu falar direito sobre o assunto, só viu que tem uma tal de assinatura. Cara, isso é muito precário.

    3. Marketing não faz milagre com conteúdo ruim. Ninguém se importa muito com Crackdown 3 e cia. Acredito que melhore na próxima geração.

      1. Como que não? PS 4 PRO é a prova viva de que MKT faz milagres. Teve um bocado de trouxa que comprou aquela bomba baseado no MKT.

        Obs: sem discutir sobre PS 4 Pro, já é assunto vencido e todos sabem a bomba que é, até quem comprou já disse. Só usei como exemplo.

    4. Jah bati muito nessa tecla tb. Grana n falta, parece q precisam reestruturar toda a equipe de marketing, pegar um Head com visão… A Sony faz isso como ninguém! Fato!
      Tenho dois parentes que associaram a marca Playstation com jogos de futebol, Fifa claro. Mas isso é reflexo das campanhas de marketing super agressivas da Sony. Estão em praticamente todas as ligas Europeias, sem mencionar a Champions neh?!

  5. Eu já seguia esse studio no Twitter faz um bom tempo, e agr aparece qe o Phill Spencer ta seguindo eles coisa qe nn estava a uma semana atrás, hmm.

    1. Tá lá no site da Moon “…Em 2011, a Moon Studios tornou-se um desenvolvedor do Microsoft First Party e agora está trabalhando em Ori e no Will of the Wisps…” agora vai entender isso !!!!

  6. MS tem que comprar só mais um estúdio AAA (Do tamanho da Ninja Theory ou Obisidian pelo menos) pra fechar com chave de ouro as aquisições

    Tem muito estudio pra isso por aí: Asobo (A Plague Take), IO Interactive (Hitman), Ready at Dawn (The Order), Crytek (Crysis/Ryse), entre outros

    Mas prefiro que o próximo estúdio não seja focado apenas em single player, quero ver algum que também trabalhe com mp

  7. Sei lá acho que é perca de tempo e dinheiro, pegar estúdio de jogos de nicho para fazer volume no Gamepass não me parece ser interessante, o certo seria comprar um estúdio grande com conteúdo que a comunidade tenha interesse, sei lá não consigo entender como uma empresa do nivel da MS consegue não fazer boas jogas, parece que é a lei do minimo esforço.

    1. Tem muito jogo pequeno que consegue ser melhor e mais impactante que muito jogo grande, o Ori mesmo que eu ignorei e fui jogar depois de um tempo é incrível, esse é apenas um dos exemplos.

  8. Estúdio pequeno mas tem muito potencial por causa da mentes criativa por trás do estudio. A Double Fine é outro que considero uma das melhores aquisições da MS pelo mesmo motivo.

  9. O mais engraçado e ver o povo elogiar esses jogos de menor custo, mas em grande sumo a pessoa nem jogou merda nenhuma…só elogia pq a MS comprou.

  10. Acredito que o próximo estúdio que a Microsoft vá comprar é o Moon Studios, que produz o Ori, pra falar a verdade eu não sei como a Microsoft ainda não comprou ele. A Moon ja provou ser um estúdio competente já no primeiro Ori, que na minha opinião, é excelente em todos os aspectos.

    A Microsoft comprou bastante estúdios pequenos, espero que ela invista o suficiente para eles fazerem jogos AAA de qualidade e não apenas comprar e ficar lançando jogos como: Crackdown 3, State of Decay 2, Sea of Thieves e Super Luck Talles só pra falar que tem estúdios.
    O Xbox Games Studios possui grandes estúdios: 343i, The Coalition, Turn10, Playground Games, Mojang(que eles chamam só de Minecraft, sabe se lá o porquê) e a RARE.

  11. Nunca ouvi falar, e se for pegar uma japonesa, que pegue uma que faça os jogos que japonês gosta, aqueles com waifu e tudo, esse the missing us parece muito genérico.

  12. Tomara que não seja verdade, estúdio minúsculo que, penso eu, teria pouco ou nada a ajudar. Melhor investir esses recursos comprando uma IP, fechando timed exclusive com uma grande IP third party ou ampliando os estúdios que já estão aí. IMHO

  13. Gostaria que a MS adquirisse a Deskworks, esses caras estão fazendo um jogo muito interessante chamado “RPG Time: The Legend of Wright”, por enquanto exclusivo pro Xbox One nos consoles.
    https://www.youtube.com/watch?v=diwKyQZoOks

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *