Carregando...

White Owl pode ser o primeiro estúdio japonês da marca Xbox

A Microsoft não nega que ainda está a procura de mais estúdios, e o que está de olho é na originalidade por trás da equipe. Bem, Phil Spencer já afirmou que seria interessante adquirir um estúdio japonês, e é quase certo que a Microsoft esteja procurando ao mesmo um, e talvez já encontram: White Owl – a coruja branca.

A Microsoft não se caracterizou pela aquisição de grandes estúdios. A maioria dos estúdios que que foram comprados são pequenos, mas com ideias e objetivos muito claros. Até mesmo a Rare custou muito menos que Minecraft na época. As compras feitas pela Microsoft seguem os talentos e um estilo único.

O usuário do Twitter @NilOggier não é um insider, mas acertou ao dizer ainda em fevereiro que a Microsoft compraria a Double Fine, algo que foi confirmado na E3 2019. Analisando os critérios de originalidade e de amizade, ele mostrou que Tim Schafer (Double Fine) é muito amigo de Swery (Whit Owl), e consegue criar jogos originais e diversificados, algo que seria de grande valor para o Xbox Game Pass. Uma equipe entrosada e já com elos de amizade.

Com White Owls, eles conseguem ter ótimas histórias com um estilo artístico diferente. Vemos em seu projeto The Missing Us um jogo de plataforma com uma grande história – inclusive indicado no The Game Awards. Outra coisa é que o estúdio irá lançar em 2020 o jogo chamado The Good Life, que chegará diretamente ao Xbox Game Pass. Notem, jogos completamente diferentes, mas com um design de ótima qualidade.

O ponto mais diferente de Swery65 é que é do tipo “malucão“, pode sair de tudo da mente desse cara. Seus jogos não são considerados “normais”. O principal deles provavelmente é o Deadly Premonition que pode ser tido como clássico cult. Além dele, Swery trabalhou no Tomba 2, Lord of Arcana,Spy Fiction e mais recentemente no D4: Dark Dreams Don’t Die, em parceria com a Microsoft para o Kinect.

O que vocês acham desse cara?

Jorge Henrique
Sou advogado, jornalista e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Faço cobertura em eventos e estou diariamente atento a respeito do universo da Microsoft no que tange aos produtos para os consumidores. Respondo como editor-executivo do Windows Club. Estou no Facebook e no Instagram a sua disposição.