Carregando...

Xbox Console Streaming dependente da velocidade do upload

Enquanto o Project xCloud precisa de downloads, o Xbox Console Streaming é mais exigente. O requisito de altas velocidades de upload é o que diferencia o Console Streaming do Project xCloud, disse Kareen Choudhry, da Microsoft, ao Stevivor no X019.

Desde o anúncio do início dos testes dos dois serviços na E3 2019, eu sempre fiquei um pouco confuso sobre o que um usuário usaria  se tivesse uma assinatura do Project xCloud e um Xbox One em casa. Perguntado a Choudhry como isso seria no dia-a-dia, ele respondeu:

“Você deve pensar no Console Streaming como um recurso do console“, começou Choudhry. “Você comprou um console conosco. Você tem a capacidade de reproduzir conteúdo no console deles e queremos apenas torná-lo o mais bem-sucedido possível de usar no software. Não vamos cobrar a mais por isso. É sobre você transmitir a partir do seu console doméstico.

“Se você tem, digamos, a velocidade de upload que realmente o suporta, você tem uma ótima experiência. Queremos permitir isso.”

De fato, a Microsoft diz que uma rede doméstica “exige velocidade de upload de pelo menos 4,75 Mbps, mas 9 Mbps ou mais é ideal para a melhor experiência de Xbox Console Streaming”. Você também precisará de velocidades de download de 10 Mbps ou mais para reproduzir remotamente no dispositivo de sua escolha.

Como o Project xCloud roda nos farms de servidores do Azure da Microsoft, esse requisito de upload não é necessário. Para o xCloud, a Microsoft recomenda velocidades de download de 10 Mbps ou mais.

“Em termos do Project xCloud, trata-se de atrair hardware para os data centers e servir a partir da nuvem”, continuou Choudhry. “Assim como Catherine [Gluckstein, gerente geral do Project xCloud] mencionou, permitiremos que você transmita conteúdo que você possui, além de incorporar o jogo rapidamente.”

Com o plano de fundo explicado, Choudry e Gluckstein forneceram cenários sobre quando uma dessas tecnologias poderia ser usada.

“E se você viajasse para longe de sua casa? E se alguém estiver jogando naquele momento no seu console em casa? ”, Perguntou Choudhry. “Existe toda uma lista de cenários.”

“Ou você nunca compra um console, e este é o seu caminho para o ecossistema do Xbox”, acrescentou Gluckstein. “Então, você sabe, realmente pensamos em todos os cenários.”

O Project xCloud e o Xbox Console Streaming estão em testes ativos nos EUA, Reino Unido e Coréia. O programa de testes se estenderá a mais regiões – e mais dispositivos – em 2020, embora o Brasil ainda não esteja na lista.

 

Fonte

Jorge Henrique
Sou advogado, jornalista e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Faço cobertura em eventos e estou diariamente atento a respeito do universo da Microsoft no que tange aos produtos para os consumidores. Respondo como editor-executivo do Windows Club. Estou no Facebook e no Instagram a sua disposição.