Carregando...

Yusuke Hashimoto saiu da Platinum Games, poderá trabalhar na Xbox Game Studios?

Yusuke Hashimoto, o homem mais conhecido por produzir Bayonetta e dirigir Bayonetta 2, saiu da Platinum Games. Em um tweet ‘mais pessoal do que o habitual’, Hashimoto fez o anúncio de que ele deixou a empresa em 31 de janeiro depois de passar 13 anos lá.

Este tweet será um pouco mais pessoal do que o habitual. Ontem, 31 de janeiro, foi meu último dia na PlatinumGames. As memórias que fiz durante meus 13 anos na Platinum, trabalhando com dezenas de talentos em Bayonetta, Bayonetta 2 e Star Fox Zero, são inestimáveis ​​para mim. Deixe-me aproveitar esta oportunidade para compartilhar meus agradecimentos com qualquer pessoa que tenha trabalhado comigo, tenha me apoiado ou jogado meus jogos. Espero aproveitar as experiências que ganhei na Platinum e usá-las em qualquer coisa que eu trabalhe no futuro. Obrigado novamente – Yusuke.

Atualmente, não se sabe se a saída de Hashimoto terá algum efeito no desenvolvimento do Bayonetta 3, no qual a Platinum Games confirmou que estava trabalhando durante o recente Nintendo Direct. Junto com seu trabalho nos jogos de Bayonetta, Hashimoto também dirigiu Star Fox Zero de 2016, trabalhou como designer de personagens em Mega Man & Bass de 1998 e trabalhou como artista em Super Mario Party em 2018.

Hashimoto também teve vários créditos na série Resident Evil, incluindo foi o engenheiro chefe da VFX no remake de Resident Evil em 2002, um supervisor de efeitos em Resident Evil Zero em 2002 e um designer de efeitos para Resident Evil 3: Nemesis.

A questão agora é: quais serão seus trabalhos futuros? Onde ele irá trabalhar agora? É sabido que a Microsoft tem buscado contratar grandes nomes da indústria dos jogos para trabalhar em seus novos estúdios. Só no ano passado, a dona do Xbox incluiu sete estúdios na Xbox Game Studios (antes chamada de Microsoft Studios). Não seria estranho se a Microsoft contratasse um cara de tanto talento assim para produzir jogos para o Xbox Game Pass/Xbox One/Windows 10.

O caso da Platinum Games com a Microsoft é emblemático, pois todos se lembram do cancelamento de Scalebound, um jogo altamente promissor e que muitos gostariam que fosse revivido. Além disso, ainda existe esperança para que isso ocorra após o vazamento de uma loja do varejo que marcou o jogo para ser lançado em 2020.

Em fim, o que sabemos realmente é um grande nome da indústria está aparentemente desempregado.

Jorge Henrique
Sou advogado, jornalista e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Faço cobertura em eventos e estou diariamente atento a respeito do universo da Microsoft no que tange aos produtos para os consumidores. Respondo como editor-executivo do Windows Club. Estou no Facebook e no Instagram a sua disposição.