Carregando...
0 1

Microsoft fala o que aconteceu com o Courier na Build 2018

Microsoft fala o que aconteceu com o Courier na Build 2018

courier-build

Foi um susto geral, seria um novo produto da Microsoft na foto acima? O ‘Surface Phone/Note’? Calma, ainda não. O Microsoft Courier, o lendário computador de tela dupla cancelado em 2010, fez uma breve aparição durante uma sessão na Build 2018 hoje. Na sessão, Jon Friedman, um designer que trabalhou no Courier, falou um pouco sobre o que era Courier e por que a Microsoft decidiu cancelar o produto.

A história não é uma que já não conhecíamos, mas é bom ter algo oficial sobre o assunto. Em suma, a razão pela qual foi cancelado é porque não se encaixava com o que a Microsoft estava fazendo no Windows na época. Courier executava uma versão personalizada do Windows, mas na época a Microsoft estava focada em tornar o Windows 8 e o Windows Phone 8 as principais versões do Windows para todos os dispositivos. Não caberia criar mais uma versão para um novo produto.

O problema com o Courier era que ele não tinha uma história clara com os desenvolvedores. A Microsoft queria que os aplicativos “Metro” fossem a plataforma de desenvolvimento da Microsoft, e a Courier não seria capaz de executar aplicativos Metro. Como tal, Steve Ballmer decidiu enterrar o Courier. O Courier em si seria um computador de tela dupla projetado para anotações, e-mail e tarefas gerais de produtividade.

Nos dias de hoje, há rumores de que a Microsoft está planejando dar mais um passo no formato dual, desta vez rodando o Windows 10. Courier atraiu muitos interessados muitos anos atrás, e as notícias de seu cancelamento foram de partir o coração para muitos seguidores. Talvez a Microsoft possa gerar o mesmo nível de interesse com seu dispositivo Andrômeda ? Por que a Microsoft trouxe essa história à tona novamente? Veremos a sua ressureição ?

Jorge Henrique
Sou advogado, jornalista e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Faço cobertura em eventos e estou diariamente atento a respeito do universo da Microsoft no que tange aos produtos para os consumidores. Respondo como editor-executivo do Windows Club. Estou no Facebook e no Instagram a sua disposição.

Curta nossa nova página no Facebook!