Não tem como não falar de Cliff Bleszinski e não comentar seu ótimo trabalho em Gears of War. Uma das sagas mais importantes do... O Fracasso de Lawbreakers é fruto da atitude de Cliff não ter apoiado o público Xbox?

Lawbreakers

Não tem como não falar de Cliff Bleszinski e não comentar seu ótimo trabalho em Gears of War. Uma das sagas mais importantes do mundo dos games, que é um dos grandes nome do Xbox ao lado de Halo e Forza. Cliff foi o chefe da saga, uma pessoa experiente em uma empresa como a Epic Games que sempre esteve no topo com um dos motores gráficos mais importantes (Unreal Engine) dos últimos anos é que fez Gears of War também visualmente deslumbrante.

Após 3 títulos impressionantes, ele deixou o spin-off chamado Gears of War: Judgement, o primeiro da série sem estar sob sua direção. Apesar de ser um jogo muito bom, os mais ferrenhos fãs notaram não gostaram muito dele.

Até que um belo dia, Cliff anuncia Lawbreakers um FPS competitivo, similar a Overwatch ou mesmo Paladins. Saíram algumas versões beta para algumas plataformas, mas o Xbox não foi agraciado. Enquanto os fãs do Xbox começou a solicitar o game, irritados por não receberem que o jogo. Suas razões para lançar apenas no console da Sony eram incompreensíveis, mas totalmente razoáveis. Com uma pequena equipe de desenvolvimento, o orçamento não permitia mais plataformas, e escolheu a que era mais popular entre os usuários no mercado. Neste caso, Playstation 4. Mas, perguntamos, ele fez a melhor escolha?

gearsofwar

Assim como aconteceu com Titanfall 2, muitos dos usuários PS4 não tinha ideia este título. O melhor marketing para Lawbreakers é Cliff Bleszinski e sua história. O simples fato de ser um dos mentores de Gears of War, teria fornecido vendas na plataforma Microsoft, que afinal de contas, já tem mais de 30 milhões de Xbox One nas casas. Aposto que muitos usuários teriam comprado cegamente sabendo de onde ele.

O Fracasso

O problema é que os dados obtidos na Steam não são encorajadores para um título fundamentalmente multiplayer. Com pouco mais de 33 mil cópias vendidas no PC nos 4 dias que antecederam à venda – saiu no dia 7 de agosto, o pico de jogadores simultâneos foi de 2869, um número que tem vindo a diminuir desde o dia seu lançamento. Se entrar nos top 100 jogos mais jogados na Steam. Até Battleborn o superou. E isso é algo a ser muito consciente, pois mais de meio milhão de pessoas baixaram o jogo em seus períodos beta.

Estes dados não garantem fracasso completo, sabemos que ao longo do tempo isso pode mudar, mas até a atual data, o jogo está longe de ser uma nova febre.

Em nenhum momento estamos falando que o título é ruim, só estamos analisando os números frios oficiais liberados até então. A Steam deixou tudo isso público para quem quiser ver. Ainda esperamos vê-lo no Xbox, apesar que com essa falta de sucesso inicial pode ser que indique que isso não ocorrerá.

O que vocês acharam do game? Foi a pior escolha “fugir” do Xbox?

jorgemoderador

Sou advogado e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Acompanho todos os produtos das Microsoft, inclusive como jogador do Xbox One.

Curta nossa nova página no Facebook!