Já faz mais de um ano que Tom Warren, editor do The Verge, decretou a morte do Windows Phone. Após isso, vimos vários sites... Windows Phone poderá desaparecer? Segundo o IDC sim, mas ele errará novamente?

logo-windows-mobile-preto

Já faz mais de um ano que Tom Warren, editor do The Verge, decretou a morte do Windows Phone. Após isso, vimos vários sites durante 2016 “matarem” o sistema quase que semanalmente. Contudo, até agora, o Windows Phone não deixa de estar entre as principais manchetes dos sites de tecnologia.

Esta semana, mais uma morte foi anunciada, e esta está prevista para 2020. O cenário para os próximos anos do Windows 10, segundo as previsões da IDC, não será positivo.

Para 2020, espera-se que sejam colocados no mercado apenas 1 milhão de unidades de smartphones com Windows 10 Mobile, o que dará a este sistema até menos 0,1% de quota de mercado, simplesmente desparecendo das estatísticas. A Apple também cairia para 11%.

É compreensível estes dados, já que atualmente o sistema está voltado ao mercado corporativo, e dentre os novos dispositivos, apenas o Alcatel Idol 4S foge dessa proposta e mira no mercado consumidor. Mas será que o IDC tem razão?

Vamos voltar no tempo

Há 5 anos atrás, o mesmo instituto de pesquisas afirmou que em 2015 o Windows Phone teria ultrapassado a Apple e teria 20,9% de participação do mercado. Isso lá no tempo do Windows Phone 7 quando a Nokia não havia adotado o sistema móvel da Microdot e muito menos Satya Nadella tinha se tornado o CEO da empresa.

Como visto, o IDC errou feito a previsão da época. Mas será que acertará agora? Sites como o Olhar Digital já sugerem que o sistema está com os dias contados.

Fonte: IDC

jorgemoderador

Sou advogado e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Acompanho todos os produtos das Microsoft, inclusive como jogador do Xbox One.

Curta nossa nova página no Facebook!