Após 18 parcelas, assinantes do Xbox All Access podem receber um Xbox Scarlett

A Microsoft há muito tempo vê seu hardware como uma maneira de penetrar nos lares e nos vender seus jogos e serviços. Não é que seja uma abordagem radicalmente diferente das outras, mas poderíamos dizer que a empresa de Redmond é a mais “aberta”. É por isso que a equipe de Phil Spencer quer colocar cada vez menos barreiras ao jogador para acessar sua loja ou usar suas assinaturas. Mais de um ano atrás, lançou um sistema de pagamento nos Estados Unidos chamado Xbox All Access, que funciona como uma forma de comprar o console parcelado sem juros.

O financiamento, como dizemos, era isento de juros, mas, em troca, a Microsoft adiciona um ano do Game Pass, esperando que, no final, não pudéssemos desistir e continuar pagando religiosamente. Parece que não deu a eles resultados ruins porque o Xbox All Access está de volta, desta vez, com um período de pagamento mais longo, estendendo-se por 24 meses.

O Xbox All Access retorna e, desta vez, será feito em mais países de lançamento, porém limitado novamente aos países anglo-saxões. É impressionante que nenhum país da Europa continental se beneficie do programa, e nem mesmo territórios como Canadá, México ou Brasil, onde a marca ainda é bastante forte. Outra novidade é que, quando Scarlett estiver disponível, se você já pagou 18 parcelas, poderá simplesmente mudar seu console para o novo hardware, pagando a mesma quantia, mas estendendo o período novamente. O preço será de US $ 19,99 (R$ 80) por mês, com uma extensão de até 24 meses, dependendo do pacote que escolhermos.

O financiamento pode ser assinado através da loja virtual da Microsoft ou em lojas selecionadas, dependendo do país. É uma pena que territórios como a América Latina continuem sendo negligenciados, mas não temos mais nada além de confiar que as coisas vão adiante e esperamos que o Brasil receba este plano um dia.

 

Fonte

54 comments on “Após 18 parcelas, assinantes do Xbox All Access podem receber um Xbox Scarlett

    1. Muita gente assinaria mas não manteria a assinatura direto, seria um mês ou outro, tipo no lançamento do FH4, eu mesmo assinei um pacote de 3 meses antes de lançar o FH 4 pra jogar ele, não paguei preço cheio mas também não paguei 1 real.

      1. Basta ficar sem assinar! No início do ano peguei 5 meses de GP (não era o ultimate) e agora no lançamento do Gears 5 apareceram mais 2 meses (um real cada).

    1. No Brasil existe uma taxa de juros bem mais elevada, ate poderia ter mas eles teriam que ter juros incluídos e um custo de inadimplência já que muita gente iria parar de pagar na metade.

  1. Enquanto isso o MeuPS4 banindo o pessoal que der um piu sobre exclusividade do DS. Acabei de descobrir que fui banido. É f0da, viu? Aqui no Windows Club, apesar de certas postagens, existe liberdade de expressão. Espero que mantenha isto.

  2. Seria uma ótima ideia.
    Eu mêsmo faria sem pensar duas vezes!!

    Em uma oferta hipotetica teríamos alguns pontos como a questão do teto no valor mensal, mas avaliando as ofertas da M$ que migram da gringa pra Banania, não teríamos um valor final acima de 80/100 reais.

    1. Tem, enquanto você pagar você terá gamepass ultimate gratuitamente além de que se você escolher o plano do Xbox one X poderá fazer upgrade para o scarlet no futuro

      1. mas aí tem q fazer cálculo. comprando o X na promoção e dividindo+ Gold e GP. qual parcela fica menor. Agora, esse de trocar por um Scarlett é uma vantagem Gigante. Me faria comprar o X

        1. Então… A GameSpot gringa fez uma comparação… No plano do One X vc economizaria só 20 dólares. Acaba não sendo tão vantajoso a longo prazo

  3. Eu sinceramente evito parcelar qualquer coisa, a não ser quando muito necessário. Não sei se amanhã vai acontecer algo e vou precisar pagar algo urgente e não poder pagar isso
    Exemplo mais típico, mas real: se amanhã meu carro quebrar, eu provavelmente teria que parar de pagar isso. E aí? Fico como?

      1. Logo mais provavelmente farei isso mesmo hauahauahaua já que não tem mais nenhum Uncharted programado pra essa gen, que é a única franquia que me interessa First da Sony….

          1. Sou sonysta, não… Não fico lambendo bota de empresa. Tenho PS4 por Uncharted e pelos meus JRPG, que na época que peguei ainda não tavam saindo em PC. Hoje eu não vejo mais pra que ter consoles. Uncharted já saiu o que ia sair nessa geração, e os JRPG estão quase todos saindo em PC…. A hora que botarem os Yakuza 3, 4, 5 e 6 em PC, largo o PS4

    1. se teu carro quebrasse e você tivesse pago a vista nem teria essa escolha, só aceitaria seu carro quebrado….

      de todo modo acredito que o segredo para se comprar as coisas parceladas é > faça sem juros > separe um valor para as parcelas antes mesmo de efetuar a compra

      exemplo vou parcelar em 8x , já tenho separado valor para 4 , esse valor eu não vou usar para nada , ele morreu , deixo guardado apenas para esse intuito , até chegar na quarta parcela vc da seus pulos , de pref sempre tente ter a parcela do mês seguinte já separada enquanto paga a desse mês

      com essa tática ai com 50% do valor de algo você já consegue compra-lo alem de evitar ficar inadimplente

      1. Se eu tivesse pago a vista já estaria pago e eu já teria recebido meus próximos salários e teria como pagar a franquia do seguro.
        (Pq eu teria separado o dinheiro antes pra isso)
        Essa forma que vc falou tbm é válida, mas exige tbm mais controle pessoal de despesas. Tem gente que não controla

    1. Adicione o fato de que grande parte da galera se acomodou em parcelar, e quando menos percebe está aí com dividas pq chega tanta prestação que não pode pagar… Já que a maior parte do povo não tem a menor educação financeira

      1. Essa abertura toda de crédito ao meu ver foi uma forma de mascarar a contínua desvalorização do poder de compra do Brasileiro. É o tal ‘parcelar a perder de vista’. Lá fora essa oferta de longas parcelas não é usual, mas por levar consigo um serviço de assinatura ajuda a fidelizar o jogador.

        1. Abertura de crédito no Brasil foi artifício do PT pra fazer as pessoas comprarem, ficarem felizes com isso sem entender que estavam se endividando até a alma, e ainda posar de país que está dando certo lá pra gringo

          1. O problema são os juros surreais no Brasil e não o parcelamento, além de tudo estar com valores absurdos devido aos altíssimos impostos. O mundo inteiro parcela e não há nada de errado nisso o errado é como o Brasil atua contra a prosperidade em cima de juros e impostos abusivos em tudo.

  4. (Off)

    Quem comprou COD: Modern Warfare no Xbox ganhou 6.000 pontos no Microsoft Rewards. Basta entrar no app pra resgatar

    (Também tem um desafio bem fácil pra ganhar mais 500 pontos, basta desbloquear uma conquista no game e você ganha os 500)

  5. Tomara q barateiem pra quem curte comprar as coisas a vista. Vou esperar passar aquele preço alto de lançamento, comprar uma tv antes e degustar a nova geração com ssd e melhores gráficos, tava na hora já.

  6. Eu não planejo pegar o novo Xbox tão cedo, ganhar salario minimo e gostar de games é complicado, consegui pegar o One só agora, então vou jogando tudo que não joguei desde 2013 kkkk por isso esse serviço ai seria show pra mim ainda mais que em breve me formo na Facul e terei uma graninha extra 🙂

  7. Cara se perguntando pq não tem outros países, lançar um serviço desse em países onde os governos adoram mudar as coisas na canetada é extremamente arriscado, melhor não lançar. Imagina isso no Brasil com a cultura que o empresário é malvadão e que todo consumidor é um pobre inocente, vitima do capitalismo. Teriam um monte de processos nas costas, tornando o serviço caro e ruim.

  8. O problema para o Brasil é que aqui os aparelhos já são financiados em até 12 vezes. Lá nos Usa não costumam fazer financiamentos deste nipe para produtos de pequeno porte. Exceto casas, carros, maquinários. Aqui já parcela o aparelho. Não tem com o que inovar. Aqui fidelidade não pode durar mais de um ano também. Ficam presos sem ter onde inovar nesse sentido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *