Carregando...

Depois do Windows Phone, Google usa mesmo golpe com o Amazon Echo

Depois do Windows Phone, Google usa mesmo golpe com o Amazon Echo

google-monopolio

Dado os problemas antitruste do Google na Europa, alguém teria pensado que a empresa seria mais cuidadosa em exercitar seus poderes de monopólio, mas um novo ataque está dando o que falar, e dessa vez é contra a Amazon em torno do Amazon Echo Show.

Na noite passada, os vídeos do YouTube pararam de funcionar no Echo Show, com a mensagem “Atualmente, o Google não está apoiando o YouTube no Echo Show”. Segundo a Amazon:

O Google fez uma mudança hoje às 15h. O YouTube costumava estar disponível para nossos clientes compartilhados no Echo Show. A partir desta tarde, o Google optou por não tornar o YouTube disponível no Echo Show, sem explicação e sem notificação aos clientes. Não há razão técnica para essa decisão, o que é decepcionante e prejudica os nossos clientes.

A decisão fez todos se lembrarem de quando o Google bloqueou o YouTube no Windows Phone, e para o Echo Show pode ser quase tão impactante, pois remove um dos principais motivos para ter uma tela em seu assistente digital.

Como lembrete, a Microsoft disse:

Apesar do escrutínio do governo, o Google continua a bloquear a Microsoft de oferecer aos seus clientes acesso adequado ao YouTube. Esta é uma questão importante porque os consumidores valorizam o acesso do YouTube em seu telefone: os aplicativos do YouTube nas plataformas Android e Apple foram duas das aplicações móveis mais baixadas em 2012, de acordo com notícias recentes. No entanto, o Google ainda se recusa a permitir que usuários do Windows Phone tenham o mesmo acesso ao YouTube que o Android e os clientes da Apple gostam. A Microsoft continuou a se envolver com o pessoal do YouTube nos últimos dois anos para remediar esse problema para os consumidores. Mas, apenas no mês passado, aprendemos com o YouTube que os executivos seniores do Google diziam que não habilitassem uma experiência de primeira classe em YouTube nos Windows Phone.

O Google, por sua vez, afirma que a implementação da Amazon viola os termos de serviço do YouTube, uma declaração que deve ser familiar aos proprietários do Windows Phone de longa data quando o Google bloqueou o aplicativo no sistema operacional. Eles dizem:

Estamos em negociações com a Amazon por um longo tempo, trabalhando para um acordo que oferece grandes experiências para clientes em ambas as plataformas. A implementação do YouTube no YouTube no Echo Show viola nossos termos de serviço, criando uma experiência de usuário quebrada. Esperamos poder chegar a um acordo e resolver esses problemas em breve.

Claro, a Amazon não é uma empresa fraca, mas quando se trata de vídeos on-line, eles simplesmente não podem competir com a vasta biblioteca do YouTube. O Google também usou este mesmo discurso com o Windows Phone, mas sabemos no que deu.

Esperemos que as ações anti-competitivas desenfreadas do Google possam ser repensadas, senão pelas autoridades dos EUA ou pela Comissão Europeia.

O que você acha da atitude do Google?

Fonte: The Verge

Jorge Henrique
Sou advogado, jornalista e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Faço cobertura em eventos e estou diariamente atento a respeito do universo da Microsoft no que tange aos produtos para os consumidores. Respondo como editor-executivo do Windows Club. Estou no Facebook e no Instagram a sua disposição.