Carregando...

Doom Eternal será totalmente escalonável no Xbox Scarlett

Doom Eternal, Bethesda.

Algum tempo atrás, Phil Spencer tem alertado que sua intenção é que os jogos da próxima geração de consoles sejam compatíveis com a atual. Essa abordagem desencadeou as dúvidas de muitos, que acreditam que ter que conciliar os desenvolvimentos com a nova geração pesará o poder gráfico desses títulos. No entanto, a ID Software acredita que é possível escalonar um jogo desenvolvido nesta geração para o próximo, no caso do Doom Eternal.

Marty Stratton, produtor executivo do reboot de Doom em 2016, e também será de Doom Eternal falou hoje para VGC sobre a franquia, e revelou fatos muito interessantes sobre a tecnologia que criou este novo título, e as possibilidades de fazê-lo aparecer em dispositivos do Switch para o PC de especificação mais alta.

Questionado sobre as vantagens de desenvolver um motor próprio para seus jogos, Stratton garante que é um investimento importante, mas de grande utilidade, permitindo os melhores gráficos e, ao mesmo tempo, uma otimização fora de série. Segundo o produtor da Doom Eternal a ID Software está preparada para todos os tipos de dispositivos, inclusive os consoles da próxima geração.

Nossa tecnologia é tão escalável … Novamente eu tenho que te dizer que é uma grande vantagem para nós. Nossa equipe conseguiu fazê-lo funcionar em todos os tipos de dispositivos e tem o mesmo orgulho de todas as suas versões. Eles serão os primeiros a ler os elogios de que o jogo funciona no hardware mais avançado [Xbox Scarlett e PS5], apesar de ter sido desenvolvido para os consoles da geração atual.

Então já sabemos que ainda este ano receberemos um novo Doom, e é mais do que provável que o lançamento dos novos consoles seja acompanhado pelas versões aprimoradas dos jogos que desfrutamos neste ano.

Jorge Henrique
Sou advogado, jornalista e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Faço cobertura em eventos e estou diariamente atento a respeito do universo da Microsoft no que tange aos produtos para os consumidores. Respondo como editor-executivo do Windows Club. Estou no Facebook e no Instagram a sua disposição.