Carregando...

A E3 2020, como a conhecemos, acabou. Várias fontes familiarizadas com os planos da Entertainment Software Association (ESA) confirmaram que a organização, responsável pela anual Electronic Entertainment Expo (E3), cancelará em breve a exposição de três dias. Como nos anos anteriores, a E3 2020 estava programada para acontecer no início de junho, como um evento de três dias no Los Angeles Convention Center. Logo após recebermos a dica, a editora independente de jogos Devolver Digital postou uma breve e ameaçadora mensagem no Twitter: “Cancele seus vôos e hotéis da E3, todos”. A ESA não fez nenhum anúncio sobre a E3 2020 naquele momento.

Segundo o Arstechnica, suas fontes afirmam que ouviram os planos do cancelamento da E3 2020 “diretamente dos membros da ESA” e que uma declaração pública oficial sobre o assunto “deveria ser hoje [terça-feira, 10 de março]. “

O motivo exato pelo qual o evento será cancelado não está claro no momento. No final do mês passado, a ESA abordou preocupações sobre a disseminação do coronavírus e seu impacto nas principais exposições de 2020 em todo o mundo, insistindo que “continuava planejando uma E3 segura e bem-sucedida”, enquanto “monitorando e avaliando” seu potencial impacto nos eventos realizados em Los Angeles.

Após esse anúncio, os diretores de criação contratados da E3, a empresa de mercadorias e eventos iam8bit, renunciaram ao cargo após cinco semanas de trabalho. Essa notícia veio após o anúncio em fevereiro de que o colaborador de longa data da E3, Geoff Keighley, não participaria da exposição deste ano.

Mais do que os organizadores e as notícias, a E3 sempre foi sobre os jogos – mas mesmo esse fato tem sido um ponto dolorido, pois a E3 viu grandes editores de jogos se curvarem nos últimos anos. A Activision-Blizzard tornou-se um participante não confiável a partir de 2016. A EA abandonou oficialmente a E3 em 2016 para operar o EA Play, um evento independente programado ao lado da E3, anualmente desde então. Embora a Nintendo tenha regularmente um estande importante na E3, a empresa não realiza um evento da E3 há algum tempo, optando por hospedar apresentações pré-filmadas do Nintendo Direct no YouTube. A ausência da Sony em 2019 também chama atenção. Por outro lado, a Microsoft com o Xbox sempre apoiou este e os demais eventos.

Será a primeira vez desde 1996 que não teremos uma E3, ao menos de forma fisicamente. O Windows Club acompanhar o desenrolar desse caso ainda hoje.

Jorge Henrique
Sou advogado, jornalista e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Faço cobertura em eventos e estou diariamente atento a respeito do universo da Microsoft no que tange aos produtos para os consumidores. Respondo como editor-executivo do Windows Club. Estou no Facebook e no Instagram a sua disposição.