Carregando...

Em gameplay, The Outer Worlds mostra combate flexível e estratégias mentirosas

O novo jogo da Obsidian, The Outer Worlds tem sido um dos principais assuntos nesta E3 2019. Não foi apenas responsável por abrir a conferência de imprensa da Microsoft, mas anunciou que iria vir ao Xbox Game Pass no dia de seu lançamento. Além disso, o título já ganhou inúmeros prêmios na E3. Em novo gameplay, agora podemos ver melhor como o combate funciona e que mentiras bem contatas poderão te ajudar.

Não em vão, a cada novo trailer ou jogabilidade, cresce o interesse por este novo IP. E ainda por cima, todos os dias sabemos mais sobre o jogo. A mais recente foi a apresentação oficial de Nyoka, uma nova companheira do nosso herói.

O vídeo em questão, compartilhado pelos companheiros do Gamingbolt, dura pouco mais de 22 minutos e é principalmente sobre o gameplay. A partir do minuto 4:30 a parte de demonstração do jogo começa. Nela encontramos Nyoka, a nova parceira de nosso personagem, além de ver Ellie novamente. Nesta nova jogabilidade, vemos os três lidando com alguém chamado Clive, o que nos permite saber como será a árvore de diálogo. Assim, vemos como certas opções de resposta são atenuadas dependendo das estatísticas que os personagens têm.

Além disso, outro ponto de destaque é o uso da Dilatação Tática do Tempo, um sistema similar ao VATS do Fallout. Este TTD, ou Dilatação Tática do Tempo em português, permite retardar o tempo e apontar para partes específicas do corpo do inimigo. Assim, podemos mutilar, cegar ou incapacitar os inimigos dependendo de onde atiramos. Outro aspecto interessante dessas fases de luta é a cadeia de Nyoka, que vemos se tornar mais poderosa se melhorarmos suas habilidades em liderança na árvore de habilidades.

Outer Worlds é um RPG de primeira pessoa onde você se encontra preso em um planeta distante lutando contra uma gigantesca megacorporação. Tenho a sensação de que isso pode ser aquele shooter de RPG que você estava esperando. Na demonstração acima, vimos a cidade central do Outpost lá é onde você vai conhecer novos companheiros e aceitar as missões. A aventurou se passa num planeta colonizado hostil e enfrentar inimigos humanos e monstros. A demo apresentava um rifle de carabina de plasma que era eficiente contra inimigos humanos.

Quanto aos seus companheiros, Ellie, por exemplo, tem uma quantidade decente de pontos na categoria “mentirosa”, o que permite que ela acesse opções de diálogo que de outra forma estariam indisponíveis. Como resultado, escolher os companheiros é importantíssimo para que se abram um leque de possibilidades de jogo.

Uma das partes favoritas relatadas na demonstração se passa em uma sala de controle que dava para o próximo quarto que eles precisavam entrar. Havia um terminal principal que poderia ter sido usado para manipular os robôs e eliminar todos os inimigos humanos dentro da sala. Infelizmente, nenhum membro da equipe tinha pontos de hacking suficientes para selecionar essa opção. Em vez disso, havia o intercomunicador – e usando a capacidade de Ellie de mentir, ela basicamente convenceu a todos que saíssem da sala. Foi o que eles fizeram. Morreram por acreditar nessa mentira.

O nível de profundidade nas escolhas de diálogo, combate e até estruturas de missão tem sido divertido, e estamos animados para descobrir o que mais o jogo tem a oferecer. Repetimos, estará disponível no Xbox Game Pass já no seu dia do lançamento que será no próximo 25 de outubro.

 

Jorge Henrique
Sou advogado, jornalista e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Faço cobertura em eventos e estou diariamente atento a respeito do universo da Microsoft no que tange aos produtos para os consumidores. Respondo como editor-executivo do Windows Club. Estou no Facebook e no Instagram a sua disposição.