Carregando...

Entenda um dos motivos que levaram membros da Naughty Dog a migrarem para o Xbox e outros estúdios

Se você é um sujeito bem informado no mundo dos jogos, sabe que a Microsoft comprou vários estúdios, e chegou a criar outros a partir do zero. Muitos dos seus novos funcionários vieram da Sony do Playstation, e mais especificamente da Naughty Dog, além da Santa Mônica. Qual o motivo disso tudo? Bem, as informações aqui presentes são chocantes.

Nestes meses turbulentos em que vivemos o coronavírus, continuamos a ter notícias da pandemia do mundo dos videogames: o crunch. Ou seja, as horas extras que os programadores, desenvolvedores e outras partes da equipe encarregada de cada videogame realizam para obter seu produto, o jogo, no tempo e da maneira esperada.

Isso os obriga a trabalhar longas horas, às vezes mais de 12 horas por dia, incluindo fins de semana, o que prejudica seriamente os diferentes trabalhadores. Agora, graças a Jason Schreider, conhecemos o “inferno ” que que era trabalhar na Naughty Dog, o estúdio criativo de Uncharted, The Last of Us ou Crash Bandicoot, entre outros.

Mais de 70% da equipe de produtores não está mais no Naughty Dog

Este novo relatório do Kotaku confirma, graças a várias fontes anônimas, que as condições de trabalho no estúdio de não mudaram em The Last Us II. Para fazer isso, Jason entrevistou vários produtores de estúdio, novos e atuais, já que 70% da equipe que trabalha em seu novo projeto são compostos de trabalhadores inteiramente novos.

Um dos que deixaram o estúdio foi o co-diretor de The Last of US e Uncharted 4, que estava exausto por seu trabalho no último jogo. E, como ele, muitos outros deixaram um dos estúdios mais renomados do setor.

Esse esgotamento é precedido por longas horas extras que cada um deles deve dedicar. Um dos entrevistados garantiu que:

Isso não pode ser algo que continue repetidamente para cada jogo, porque é insustentável. Em algum momento você percebe que não pode continuar fazendo isso. Estou ficando mais velha e não posso ficar acordada a noite toda para trabalhar.

“Trabalhar na Naughty Dog foi a pior crunch que já passei”

Outro dos entrevistados afirmou que seu tempo na Naughty Dog foi uma das “piores crunchs” pelas quais ele já passou. E isso se deve em grande parte à rotatividade rápida e contínua do estúdio, levando a empresa a contratar novos funcionários inexperientes. Isso novamente torna a bola cada vez maior, pois o nível de demanda permanece o mesmo.

Eles esperam o mesmo nível de qualidade de muitos contratantes juniores, como se fosse a mesma qualidade oferecida por quem está no estúdio há um tempo, o que é ridículo. Isso causa muito estresse e parece uma merda para a maioria das pessoas novas, o que é péssimo.

Jorge Henrique
Sou advogado, jornalista e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Faço cobertura em eventos e estou diariamente atento a respeito do universo da Microsoft no que tange aos produtos para os consumidores. Respondo como editor-executivo do Windows Club. Estou no Facebook e no Instagram a sua disposição.