Este é o Initial2: New Stage, um exclusivo Hack & Slash japonês para Xbox

O Xbox One não é um console apenas com exclusivos para o público das Américas e Europa, o próprio Phil Spencer está sempre em busca de mais jogos japoneses para a máquina. Dessa vez, vamos apresentar um novo exclusivo para quem gosta dos grandes tempos passados ​​de Sakaguchi, Initial2: New Stage.

O fato é que, embora seja verdade que a Xbox Game Studios não desenvolve exclusivamente um jogo oriental para o console, há acordos que, de tempos em tempos, beneficiam o console. Já falamos sobre o E-Home Etnertainment, uma espécie de editora responsável por trazer jogos desses territórios para adaptá-los ao Xbox One. Graças a isso, pudemos jogar jogos como Xuan Yuan Sword ou Angerforce: Reloaded .

Hoje estamos falando de Initial2: New Stage, um Hack & Slash que só atingirá os consoles do Xbox graças ao E-Home. Pelo menos por enquanto, só está disponível para a máquina da Microsoft. O jogo, que também estará disponível para o Steam, é construído com estética japonesa e foi desenvolvido por 9 pessoas. Seu design, embora muito modesto, é agradável.

Se você é um seguidor deste gênero em terras japonesas, será fácil associá-lo a jogos como Onechambara ou Mitsurugi Kamui Hikae.

A dublagem japonesa é dirigida por Kugimiya Rie e Uchida Maaya. Por seu turno, o inglês é responsável por Kira Buckland (2B em Nier: Automata) e Christine Marie Cabanos (Marie Rose em Dead or Alive). Quanto à música, podemos esperar pelo menos 3 músicas de alto nível graças a Kevin Penkin e RajRamayya. Essas músicas apresentam as vozes de Emi Evans, Christina Vee e Mika Kobayashi (vocalista do Nier: Automata).

Você gostaria de jogar Initial2: New Stage?

29 comments on “Este é o Initial2: New Stage, um exclusivo Hack & Slash japonês para Xbox

      1. Nem curto mt Closers, e o que eu queria mesmo no Xbox está a caminho e com a primeira versão ocidental (e em inglês) oficial, Phantasy Star Online 2. Já jogo no Pc, mas meu Pc é mt fraco.

  1. Jogo japonês típicamente exclusivo do PS, quando é do PS os caixistas dizem que esses jogos japorongas só servem pra inflar lista de exclusivos. Daí eu entro no hipócritasclub e vejo um monte de comentário positivo sobre um jogo japonês kkk

    É por isso que eu não saio daqui

    1. “Vejo um monte de comentário positivo”, é mesmo Berinbal? Dei uma rolada pra baixo e não achei NENHUM! Tá cheirando cueca com os mano tche quer vara ou tá só delirando mesmo?

      1. depois que a sony entrou em coma sonysta ta tudo carente querendo chamar atenção igual esse ai kkk… também coitadinhos foram largados de lado esse ano ate os sites que puxam saco da sony ta tudo jururu e se fingindo de morto torcendo pra sony acordar do coma kkk…

    1. Discordo. Tem muita coisa boa japonesa: dark souls, nioh, bloodborne, sekiro. A capcom tem lançado muita coisa boa. Fora jogos bem conceituado que aí não joguei, como Persona 5.

  2. Na minha ótica jogos japoneses seguem um padrão baseados na criatividade deles.
    As vezes ficam mto bons, outras apenas de boa mas já em outras ficam uma caca.

    A princípio esse tá de boa, se conseguir se esquivar dos exageros, fica de boa sim.

    Obs: um exemplo claro é o FFXV , até agora( peguei a segunda arma na cripta dos reis, lv16 – bem no começo) o jogo tá de boa e despertando minha curiosidade e talz, mas se alguém manjar o pq eu gostaria que explicassem o pq a filha do mecânico tem um estilo de carnaval do Braza? Mostrando a tampa(magra) da bunda…. Hahahaha
    Na moral é mto forçado.
    Só ela fica assim nesse estilo “putaria ready”, e pior; isso está fora do estilo da arte do game

    1. O nome disso é fan service kkkkk

      Nem todos seguem esse padrão, alguns jogos tem personagens “mais infantis”, geralmente MMORPGs (ex: Aura Kingdom), por não apresentarem a história do jogo e as cutscenes do mesmo jeito que os RPGs comuns, não tem muita oportunidade pra essa sexualização. É muito comum dos japoneses botarem esse toque de sensualidade em algum personagem, nem sempre isso tá de fato relacionado com sexualizar, eu pessoalmente n tenho nada contra, não que eu fique empunhetando os personagens tbm, mas eu curto o estilo dos jogos japoneses com um estilo mais parecido com anime. E como eu usei de exemplo, vc nota mais diferença nos padrões não quando muda o gênero de jogo, mas sim quando vc joga um jogo mais focado em Single Player e depois joga um MMO, que geralmente são RPGs, porém esse tipo de ‘sexualização’ do personagem, como ocorre com a Cindy em FFXV, tbm acontece em jogos Hack n Slash, ou qlqr outro gênero.

      1. Kkkkkkkk verdade viu

        A Cindy foi um exemplo recente que usei, mas revirando nos achamos mtos outros exemplos.

        Sabe um game que curti mto e fugiu dessa erotização gratuita? Tales os Vesperia.
        É bem o q vc falou dos char
        Infantilizados, porém não sao Cindylizados.
        Um toque de arte é legal e talz, mas em 60% dos games japa eles passam dos limites.

      1. Legal parceiro eu desconhecia que faziam isso no FF, então agora tá sussa – apesar de anda achar desnecessario.

        Soul Calibur nos primeiros era legal os efeitos tmb, mas depois perderam a mão e valorizaram demais dar recursos para os bronheiros e escrotozatam mtas char do game.

  3. Hack n Slash n é meu negócio não, mas mesmo se fosse achei esse fraco. Agr bota um MMORPG estilo anime na minha frente… N consigo não gostar, n importa os pontos negativos. Existem exceções, poucas mas existem, o mesmo vale pra HS, assim como aconteceu com Metal Gear Rising pra mim, um dos meus jogos favoritos apesar de ser um Hack n’ Slash, e o famoso Perfect World que nunca me atraiu muito.

    Só esperando o Bless Unleashed sair agora. Queria muito que alguns jogos de PC que estão prestes a serem lançados tivessem Port para os consoles tbm, como o Blue Protocol. E também tô esperando muito pelo PSO2, espero que seja possível transferir minha conta do PC pro console, mas acho que não será possível, a versão de Xbox vai ser a primeira versão ocidental do jogo, não acho que permitirão contas dos servidores asiáticos se transferindo para esse novo servidor, mas pensando bem até prefiro assim, meu progresso não era tão grande, e fiquei ansioso pra começar de novo com todo mundo. O lado bom de jogar PSO2 no console é que já jogo com controle de Xbox no Pc então não terei de me acostumar com os controles, a diferença é q meu console vai rodar o jogo com as configurações máximas a 60 fps kkkk diferente do Pc que rodava a uns 20 e poucos no low/medio.

  4. Gosto desse tipo de jogo.. nem todos tem uma qualidade excelente… mas sempre acho valida a experiência… não sei porque tem tanta gente que nem joga esse tipo de jogo mas critica tanto…

  5. Um jogo padrão playstation pra sonista gostar. Mas só pelo vídeo já apresentou mais qualidade e diversidade que Nier, que eles diziam ser a nona maravilha do mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *