Carregando...

Ex-Platinum Games comenta sobre as chances de Scalebound ir para o Nintendo Switch

Na vida a gente acha que já viu de tudo, mas sempre vem alguma surpresa e nos mostra que não é bem assim. A polêmica do dia é sobre um dos jogos mais polêmicos dessa geração: Scalebound. Quem não lembra dele? O RPG com tema de dragão que estava em desenvolvimento como um exclusivo do Xbox One da Platinum Games, mas que de acordo com um novo rumor, poderia voltar como um exclusivo do Nintendo Switch. As últimas fofocas chegaram via NintendoInsider, que afirma que o Scalebound está voltando.

“Tenho confiança em minhas fontes para relatar que entendo que o Scalebound foi ressuscitado como um projeto a ser lançado como um exclusivo do Nintendo Switch”, diz o relatório.

Curiosamente, no início deste mês, Game Informer sugeriu Kinda Funny Games sobre um “jogo que todos acham que morreu, mas que será revivido no Nintendo”. Aparentemente, Scalebound é dito título.

A história parece louca, pois a Microsoft é dona do IP “Scalebound”. Contudo, contra este argumento, o Nintendo Life afirmou:

“Embora a Microsoft tenha renovado a marca Scalebound, ela expirou quando a empresa não conseguiu especificar qual aplicativo teria após o cancelamento do jogo.”

Bem, expirada ou não, um jogo não é composto apensa de um nome, mas de vários ativos e os desenhos dos personagens. Até onde sabemos, os direitos do jogo são da Microsoft, tanto é que quem esclareceu a situação para o público foi JP Kellams, que já trabalhou não só na Platinum Games, mas também no próprio Scalebound.

Para todos vocês que vieram [ao perfil dele perguntar] sobre Scalebound, posso apontá-lo para o meu projeto atual, @EAMaddenNFL ou outros jogos da @EA tais como @PlayApex ou @anthemgame. Todos os três jogos existem atualmente.

Ou seja, segundo Kellmas, Scalebound não existe. Além disso, ele afirmou que os direitos do jogo (que vão além do mero nome) eram claramente da Microsoft.

Será que a Microsoft vendeu todos os direitos de Scalebound para a Nintendo? É uma hipótese bastante improvável.  Cabe notar,  como relatado acima, a Microsoft entrou com um processo para renovação da marca Scalebound, logo a empresa aparentemente ainda tem algum interesse no IP. O que vocês acham?

Jorge Henrique
Sou advogado, jornalista e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Faço cobertura em eventos e estou diariamente atento a respeito do universo da Microsoft no que tange aos produtos para os consumidores. Respondo como editor-executivo do Windows Club. Estou no Facebook e no Instagram a sua disposição.