Jogos inéditos que rodam no Xbox One e Xbox Series X são indicados com o mesmo logotipo

Enquanto assistia ao novo trailer do recém-anunciado Crash Bandicoot 4: It’s About Time, os jogadores com olhos de águia podem ter visto um novo logotipo do Xbox (veja a imagem abaixo) na tela final usada para comunicar em que consoles o título será jogável.

Até agora, trailers e teasers recentes de jogos do Xbox usavam um logotipo Xbox, um logotipo Xbox One, um logotipo Xbox Series X ou uma combinação dos dois últimos se um jogo pudesse ser jogado nos consoles Xbox One e Xbox Series X (como visto nos trailers de Assassin’s Creed: Valhalla). É claro que a Microsoft está experimentando a melhor maneira de indicar aos consumidores para quais consoles tais títulos são lançados daqui para frente e é possível que esse seja o estilo em que eles adotaram.

Este novo logotipo, como você pode ver na imagem abaixo, tirada do final do trailer do Crash Bandicoot 4: It’s About Time, apresenta o logotipo do Xbox e menções específicas do Xbox One e Xbox Series X posteriormente. Este é sem dúvida o melhor estilo a ser usado, pois promove a marca Xbox e confirma, em um formato fácil de entender, em quais consoles o jogo pode ser jogado.

Curiosamente, esse logotipo é usado apenas no trailer hospedado no canal do YouTube Crash Bandicoot. A versão do vídeo no canal oficial do Xbox no YouTube usa o logotipo ambíguo do Xbox (veja abaixo).

Rotulagem clara é importante, se a Microsoft quiser evitar confusão, no momento, a maioria dos jogos do Xbox One deve ser jogável no console Xbox Series X, mas muitos jogos futuros do Xbox One também receberão versões separadas do Xbox Series X e algumas pessoas podem comprar a versão errada.

Outro ponto de destaque é o novo jogo do Crash Bandicoot está marcado apenas para PS4, Xbox One e Xbox Series X. Quanto ao Playstation 5, não está confirmado.

Como você acha que a Microsoft deve rotular os jogos do Xbox no futuro? Você acha que os consumidores casuais ficarão confusos? Acha correto usar estes rótulos?

89 comments on “Jogos inéditos que rodam no Xbox One e Xbox Series X são indicados com o mesmo logotipo

  1. Xbox esta falindo… se o series x for um fracasso igual o One microssoft vai enterrar xbox assim como fez com windows phone e mixer. Um aviso ai pra vcs

      1. 360 foi sim uma consolidação, ja one foi um fracasso total. Ate por isso teve que trocar diretores e sair que nem loucos contratando qualquer estúdio pra dizer que é exclusivo. Se essa nova geração for um fiasco denovo com todo esse investimento. Acho q vai sobrar só a sony e a nintendo.

        1. queria saber qual tipo de esterco você anda fumando , de onde tirou que o one foi um fracasso ? sonystas vivem em um mundo paralelo so pode .

        2. Xbox One lucrou mais q o 360 animal, eles vão sair do mercado sim por causa da análise de um pé rapado da internet ?????????

        3. Acho tão engraçado você, que é um zero à esquerda falar que o xbox one foi um “fracasso total”. Quem é você na fila do pão perto da Microsoft? O fracasso total é tão visível que eles estão até aumentando o investimento no setor de games. Vocês pensam antes de escrever as besteiras ou só saem digitando o que vem na cabeça?

    1. Se o Playstation for fracasso total a Sony morre, pois o PSN Now e nuvem não dão dinheiro, nem nos PCs ela tem apoio. A Sony vive de PS, se fracassar ela vai ser comprada.

          1. MS é simplesmente uma das empresas mais rica do mundo! Se não dá lucro ela fecha sem problemas! se, até agora, ela não fechou, não vai ser agora que tá dando lucro que vai fechar! Entendeu analista? E desculpa ai, o meu é um Samsung J7! kkkkkkkk

        1. MS pensa no longo prazo, ela não é uma das maiores empresas do mundo pq fica gastando dinheiro com o que não da retorno. Xbox da dinheiro e a tendencia é dar cada vez mais (especialmente com GamePass). Mixer, ela tava gastando dinheiro pra ganha tração, não conseguiu.. adianta continua gastando dinheiro? Tem certas coisas que não adianta fica tentando.. Olha o Google por exemplo, outra gigante, mesmo com o dinheiro que tem, tem varios serviços que eles simplesmente cancelam.

    1. Eu acho que momentaneamente a intenção é não fazer divisões em jogos que vão estar em todas as ”versões” do Xbox.

      Para o futuro acho que ela pode identificar.

    2. Sim, vão confundir achando q Xbox é um vg só com várias sku e vão na mais barata, ou seja, xbox one s.
      Outra coisa é confundir RETRÔ com Smart Delivery, são coisas distintas. Nem o George sabe se crash vai rodar no series x via retrô regular ou com versão nativa do series x (smart delivery). Essa bosta já está confusa. Pra mim melhor, quero q o xbox series x seja o novo Wii U, vão achar q é só um acessório e ignorar.

      1. irão confundir mais ou menos, xbox series x como terá smart delivery, melhor, porque receberá atualização gratuita, mudando os graficos e o ray tracing.

        1. Smart delivery é um nome engana trouxa pra cross buy q a sony inventou no ps3. Todos os jogos anunciados com smart delivery terão a mesma função no ps5. Cyberpunk, jogos da ea, AC, etc. Pesquisa.

    1. Acho que a ideia principal do Mixer não era fazer dinheiro, mas sim ter muitos usuários para ofertar o Xcloud, igual o Youtube/Stadia.

    2. Não faz sentido..
      A ideia da MS com a parceria com o Facebook é aumenta a visibilidade do xCloud, igual o Stadia tem com o Youtube..
      Se continuasse com o mixer, ela só alcançaria quem ta na plataforma(jogadores da MS basicamente), no facebook vc tem acesso a mais de 1 bilhão de pessoas. Imagina alguem olhando os videos de um amigo no instagram/facebook, ai aparece um video de um jogo e um botão, “jogar”. Vc ja vai direto pro jogo no xcloud, ai coloca um trial de 7 dias, se a pessoa gostar ela vira um novo usuario do xcloud, mesmo não tendo um xbox. Mesma ideia que o Google tem com o Stadia mas no caso ele tem o youtube pra chamar novos usuarios

    3. A AT&T, dona da Warner, tá pedindo 4 bilhoes de dólares pra conceder para produçãode conteúdo de videogame a licença dos personagens da DC, Mortal Kombat, etc… E ainda quer morder uma parte dos lucros . Tão chapados de droga.

    4. Uma empresa deste porte tem um caixa específico para cada projeto. Se o caixa está esvaziando e não trazendo retorno, o projeto é encerrado. O dinheiro aplicado no projeto já foi contabilizado como perda antes do projeto sair do papel. Exemplo: vou abrir uma padaria. Preciso de 100 mil para equipamentos, funcionários, aluguel, etc… Na minha conta, em um projeto bem feito, já se coloca um tempo para maturação do negócio de no mínimo 3 anos dependendo da área e do tipo de negócio. Então, esses 100 mil teriam que sustentar o negócio por no mínimo 1 ano sem mexer no caixa.

    5. O Mixer acabou porque era uma plataforma com baixa audiência, sujeita a fraudes (bots que farmavam sparks), e comandada pelo pessoal politicamente correto que vive na Lacrolandia.

    6. A MS tem caixa pra isso sem precisar fazer esse tipo de coisa. O Mixer era uma plataforma que não tava dando alcance nem conseguia concorer com Twitch e Youtube, mas além disso como foi anunciada uma parceria com o facebook, logo que anunciaram o fim do Mixer inica que essa foi uma decisão que havia sido tomada a algum tempo, acordos desse tipo têm um período geralmente longo de negociação, não é algo acertado do dia pra noite e a venda da Warner foi algo recente demais pra encaixar nisso

  2. mais uma noticia ruim para os sonystas! sonysta quer infartar quando soube que o ex excrusivo deles vai sair pra xbox e ainda rodar na melhor versão!

    1. Enquanto isso vcs jogando o game da formiguinha kkkk

      “Tirem as crianças da sala: Ghost of Tsushima terá desmembramento e nudez
      ESRB classifica título da Sucker Punch para maiores de 17 anos

      23 de junho de 2020 por Vinícius Paráboa”

      1. Se quisesse ver gente pelada ia ver porno, um jogo nn é melhor que outro por apresentar nudez ou violência, oq importa é a gameplay.

  3. A MS deve ta querendo seguir a ideia dos PCs. No PC tem “Steam” “Origin”. Se o jogo roda em “todos” os Xbox, faz mais sentido manter só o Xbox como ela colocou no trailer dela.

  4. O Chief no canal dele no Youtube, cujo nome agora é Xdzin (ID dele na PSN), postou um video excelente sobre a experiência que eles tiveram quando foram parceiros do Mixer e o porque a parceria se encerrou. Recomendo muito assistir pra quem quiser entender porque o Mixer mereceu ser encerrado. Quem comandava a plataforma era totalmente alienado da realidade.

      1. Eu espero que o fim do Mixer sirva de advertencia para os estudios que a Microsoft adquiriu. É shablau pra quem quiser lacrar e produzir porcaria.

          1. e tem milhares, mas não vamos entrar nesse ponto se não vai virar o dia falando dos fracassos da sony.

  5. Enquanto isso vcs jogando o game da formiguinha kkkk

    “Tirem as crianças da sala: Ghost of Tsushima terá desmembramento e nudez
    ESRB classifica título da Sucker Punch para maiores de 17 anos

    23 de junho de 2020 por Vinícius Paráboa”..

  6. Pessoal consegui desestabilizar a versão negativa do Rodrigo hyppolito, mais uma vitória para nós huahuahuahuahuahuahua

  7. Eu acho seriamente que a Microsoft deveria mudar os boxs dos jogos, os do One são feios demais, você coloca eles do lado dos do Play, e não ficam estéticos de jeito nenhum, os do 360 são bem melhores… Opinião minha

    1. Já eu acho o contrário, o do Xbox One tem uma capa personalizada com a logo, a do PS4 a logo vem no papel, parece uma capa de filme em blu-ray com uma capa de internet imprimida.

      1. Nesse lado concordo, aliás aquelas caixas de jogos do X360 com aprimoramento para o One são grandes e bonitas, mas quando a gente bota tudo junto na estante… As do PS4 são mais bonitas

  8. Acho importante que os jogos lançados no One sejam automaticamente compatíveis com Series X e este logotipo indica exatamente isso. Essa iniciativa não só inibe uma prática antiga das empresas em lançar uma nova versão minimamente melhorada na nova versão e cobrar um preço cheio ou até mesmo mais caro por uma nova cópia, não faz o menor sentido, veja por exemplo o caso de L.A. Noire lançado no One e PS4 por um preço mais caro do que o praticado na geração anterior. Com essa iniciativa da Microsoft, o consumidor sai ganhando porque paga uma vez pelo jogo e carrega ele na geração que quiser e as empresas que quiserem extrair mais poder e oferecer experiência real de nova geração se concentra nos lançamentos exclusivos para a nova geração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *