Carregando...

Lizard Squad não vai mais ameaçar derrubar a Xbox Live e demais, mas Sony e Nintendo ainda têm problemas

Lizard Squad não vai mais ameaçar derrubar a Xbox Live e demais, mas Sony e Nintendo ainda têm problemas

nintendo-sony-xbox

Um dos membros fundadores da Lizard Squad – grupo de hackers que derrubou a PlayStation Network durante as férias de 2014, se declarou culpado no tribunal federal e enfrenta uma sentença de prisão de mais de dois anos.

Zachary Buchta admitiu em um acordo de culpa que ele era um dos fundadores do Lizard Squad, juntamente com outro grupo de hackers chamado PoodleCorp. Buchta foi considerado culpado por ataques de 2014 na PlayStation Network e na Xbox Live, entre vários incidentes notórios envolvendo Lizard Squad ao longo de cinco meses, antes que eles desaparecessem. Também naquele ano, a Lizard Squad reivindicou a responsabilidade por uma falsa ameaça de bomba que teria colocado no avião da American Airlines para explodir John Smedley, na época presidente da Sony Online Entertainment.

Outro membro do Lizard Squad, um adolescente finlandês chamado Julius Kivimaki, foi condenado na Finlândia em julho de 2015 por acusações relacionadas a mais de 50 mil casos de cibercrimes. Um deles envolveu o “golpe” de uma vítima americana. Com a cúpula da equipe Lizard Squad atrás das grandes, já não podem ameaçar mais a Xbox Live da Microsoft e as redes online da Nintendo e Sony.

Fim da novela? Ainda não. Os serviços online PlayStation Network e eShop, respectivamente da Sony e da Nintendo, sofreram problemas durante o período de natal, na última semana. Os serviços passaram por muitas interrupções no sistema, o que pode ser justificado por novos jogadores tentando se conectar ou até mesmo resgatar códigos para jogar.

Tanto a Sony quanto a Nintendo reconheceram os prejuízos para os jogadores:

A Sony afirmou que “está ciente de que alguns usuários estão tendo problemas em resgatar códigos na PSN“.  Mas, de acordo com alguns usuários de PlayStation, o problema não acontece só ao resgatar códigos, e sim ao tentar se conectar ao serviço online no geral. Em outras palavras, a PSN caiu segundo alguns usuários do Twitter.

A Nintendo disse: “Pedimos desculpas por todos os problemas que você possa ter na Nintendo eShop… Estamos trabalhando nisso e esperamos que seja resolvido em breve“.

Ainda não sabemos a razão pela qual os japoneses não conseguem manter um fluxo continuo de conexão, e nisso a Microsoft bem que poderia ensinar aos concorrentes.

Via: Polygon

Jorge Henrique
Sou advogado, jornalista e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Faço cobertura em eventos e estou diariamente atento a respeito do universo da Microsoft no que tange aos produtos para os consumidores. Respondo como editor-executivo do Windows Club. Estou no Facebook e no Instagram a sua disposição.

Curta nossa nova página no Facebook!