Carregando...

Metacritic muda políticas para acabar com notas falsas dos usuários

Muitos jogos exclusivos da Nintendo como Astral Chain ou Fire Emblem foram vítimas de “review bomber” pelos usuários; Agora eles têm muito menos críticas negativas. A explicação é simples, o Metacritc mudou sua política para caçar fanboys de outras plataformas que buscam prejudicar determinados jogos exclusivos de consoles concorrentes.

Astral Chain e Fire Emblem: Three Houses são dois dos jogos mais poderosos lançados exclusivamente para o Nintendo Switch recentemente, com críticas positivas da imprensa especializada e de muitos jogadores. Eles também são vítimas do review bomber, uma prática usada pelos usuários que consiste em pontuar negativamente um produto para reclamar de alguma coisa: nesse caso, a reclamação era a exclusividade desses dois jogos. Agora, o Metacritic removeu milhares de classificações de usuários de ambos os títulos. Esperamos que o agregador de notas façam isso com outros jogos também.

Em 2 de setembro, quando nós relataram o review bomber para Astral Chain, o jogo teve uma pontuação média de usuários do que 6, e 1.030 comentários negativos. Agora, o Metacritic mostra que a classificação média dos usuários é 9 e que as críticas negativas diminuíram: totalizam 191.

Para verificar o caso do Fire Emblem para Switch, acessamos o cache do Google. No momento, o jogo tem uma classificação média de 8,7 e 115 críticas negativas. Acessando a versão em cache da mesma página, mas a partir de 2 de setembro, é possível ver um cenário muito diferente: uma pontuação média de 6,6 e 534 pontuações negativas.

No entanto, o Metacritic não eliminou todas as pontuações negativas. Embora se possa pensar que eles eliminaram todas as notas em zero, não foi bem assim pois Astral Chain e Fire Emblem ainda têm pontuações negativas após o lançamento do jogo. Não sabemos ao certo o método que o Metacritic fez para saber quais eram os comentários fakes ou não.

 

Fonte

Jorge Henrique
Sou advogado, jornalista e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Faço cobertura em eventos e estou diariamente atento a respeito do universo da Microsoft no que tange aos produtos para os consumidores. Respondo como editor-executivo do Windows Club. Estou no Facebook e no Instagram a sua disposição.