Carregando...

Microsoft abre o jogo e diz como vai tornar o Windows 10 Mobile competitivo

Microsoft abre o jogo e diz como vai tornar o Windows 10 Mobile competitivo

panos-panay

Nesta semana a Microsoft não tirou da boca o  Windows 10 Mobile, inclusive em seu mais recente evento, o Ingnite o sistema operacional móvel foi um dos destaques. Contudo, isso não é o bastante, a mídia e os consumidores ainda estão perdidos sobre qual caminho a empresa vai percorrer, e por enquanto só nos restam rumores e especulações.

Vahe Torossian, vice-presidente corporativo da Microsoft e o novo presidente da Microsoft França abriu o jogo sobre a estratégia móvel da empresa em uma entrevista a francesa Le Point. Torossian reafirma que a Microsoft recuou em relação ao foco nos consumidores. Em vez disso, o Windows 10 Mobile está voltado principalmente ao mundo corporativo.

No entanto, a entrevista não parou por aqui e tivemos algumas novas informações. Embora a Microsoft esteja ciente da forte concorrência contra Apple e Google no celular, a Microsoft vai continuar a seguir o seu caminho. De acordo com Torossian “a Microsoft está apostando em um salto tecnológico em poucos anos, uma mudança de paradigma“. Aqui a conversa melhora.

Detalhes sobre “salto tecnológico” não foram revelados. Contudo, a Microsoft aparentemente está olhando para a plataforma Universal do Windows (UWP), Continuum, Inteligência Artificial, e acompanhando os avanços da tecnologia como é o caso dos PCs.

Qual será o próximo salto tecnológico que a Microsoft espera?

BEIJING, CHINA - SEPTEMBER 25: (CHINA OUT) CEO of Microsoft Satya Nadella gives a lecture about dream, struggle and creation at Tsinghua University on September 25, 2014 in Beijing, China. CEO of Microsoft Satya Nadella visited China for the first time on Thursday. (Photo by ChinaFotoPress/ChinaFotoPress via Getty Images)

Vamos voltar para 2015, em uma das suas declarações, o atual CEO da Microsoft, Satya Nadella, afirmou:

Por isso, temos que está de olho para saber qual será a próxima tendência. Isso é o que, francamente, alguém tem que fazer para ser relevante no futuro. No nosso caso, estamos fazendo isso. Estamos fazendo isso com a nossa inovação no Windows. Estamos fazendo isso com recursos como Continuum, eu só não quero construir outro smartphone genérico, um sistema operacional copiando os concorrentes”.

Então, quando eu penso sobre o nosso Windows Phone, eu quero mostrar algo como Continuum. Quando eu digo, uau, isso é uma abordagem interessante, onde você pode ter um telefone e que este mesmo telefone, por causa da nossa plataforma universal com Continuum, possa de fato ser um desktop. Isso não é algo que qualquer outro sistema operacional móvel pode fazer. É isso é o que eu quero para nossos dispositivos, inovação“.

A ideia que daqui a 5 anos nós teremos os mesmos recursos, a mesma interface, e as mesmas coisas nos smartphones não é o que Nadella acredita. A Microsoft vê o conceito atual de um smartphone como “fim de carreira”.

Voltando ao Torossian e a entrevista na Le Point, ele diz que a linha de Surface tem que evoluir para “novos tipos de formas” – Surface Phone (??). Nas mãos de Nadella, a Microsoft só cria hardware que tende a ser sucesso, estudado o mercado por seguimentos e ampliando seu público.

O Surface, Surface Book, Hololens e Xbox One S são exemplos de inovações com visão no futuro. Ele ainda afirmou que o Surface foi dado como “morto” pela mídia e que os analistas afirmavam que deveríamos parar de tentar. Hoje, segundo Torossion, os 2 em 1 são uma das únicas áreas dos PCs que crescem. Agora a criação do Surface está totalmente justificada.

Ele continua a dizer que a Microsoft pode trazer esse mesmo raciocínio para móvel. Mas que terá que se valer de novas armas para ser competitivo com a Apple e o Google. É “tudo ou nada“. Infelizmente, Torossian não deu esclareceu qual seria este “salto tecnológico que vai mudar o paradigma do mercado e que a Microsoft terá vantagem”.

Sinceramente, na minha humilde opinião, ele quase anunciou o Surface Phone antes do tempo. As nossas especulações e rumores confiáveis se encaixam perfeitamente com suas declarações.

Você aposta em algo para este salto? A Microsoft deveria entregar os pontos? Conhece alguma tecnologia que pode revolucionar os dispositivos de bolso com a Plataforma Universal?  O que achou disso?

Fonte: Windows Central.

Jorge Henrique
Sou advogado, jornalista e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Faço cobertura em eventos e estou diariamente atento a respeito do universo da Microsoft no que tange aos produtos para os consumidores. Respondo como editor-executivo do Windows Club. Estou no Facebook e no Instagram a sua disposição.