Carregando...
1 1

Microsoft ainda acredita nos “gestos Kinect” como o futuro da interação com os PCs

Microsoft ainda acredita nos “gestos Kinect” como o futuro da interação com os PCs

kinect-xbox-one

A Microsoft quer ir além do teclado e do mouse para o futuro da interação com o Windows. Enquanto a fabricante de software tem investido no reconhecimento de voz e realidade aumentada, a divisão de pesquisa da Microsoft tem feito alguns progressos significativos reconhecimento de movimentos. Os pesquisadores estão trabalhando em um software que permitirá que os ambientes virtuais sejam controlados por movimento e reconhecimento de gestos detalhados.

A Microsoft está focada em melhorar a precisão de rastreamento de movimentos, além de reduzir a quantidade de energia necessária para processar gestos complexos. “Estamos chegando ao ponto em que a precisão é tanta que o usuário pode começar a sentir como se fosse a sua própria mão“, diz Jamie Shotton, membro do laboratório de pesquisas da Microsoft no Reino Unido.

A Microsoft está lançando dois novos vídeos nesta semana para demonstrar isso. O primeira inclui exemplos onde os usuários podem interagir com botões, teclados virtuais, botões e sliders com mais precisão. A empresa também destaca como isso pode ser importante para os jogos.

Com o avanço das câmeras em 3D que estão com preços menores e diminuindo de tamanho, a Microsoft quer que o “Project Prague” explore este universo para que os desenvolvedores criem gestos para os seus aplicativos no Windows.

Óbvio, qualquer semelhança com o Kinect não é merca coincidência. Project Prague foi inspirado justamente nele.

Destarte, o mouse e teclado terão vidas longas ainda, isso é um projeto para que no futuro, e se tudo der certo, deve chegar aos consumidores. Esta não é primeira vez que a Microsoft surpreende com este tipo de intereção – lembra do Pré-Touch? – e pode anotar, não será a última.

Fonte: The Verge

Jorge Henrique
Sou advogado, jornalista e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Faço cobertura em eventos e estou diariamente atento a respeito do universo da Microsoft no que tange aos produtos para os consumidores. Respondo como editor-executivo do Windows Club. Estou no Facebook e no Instagram a sua disposição.