Carregando...

Microsoft diz que a E3 2018 foi estratégica, mas que a próxima E3 será a maior de todos os tempos do Xbox

Nós todos sabemos que quando Phil Spencer fala de algo da Microsoft, seja no Twitter, numa conferência, ou simplesmente um podcast, é porque ele tem coisas para contar. O chefe da divisão de jogos interrompeu suas férias no Havaí para passar pelo podcast de Major Nelson e deu algumas declarações que vale a pena analisar. Além de falar sobre como eles expandiram a família com sete novos estúdios em 2018, ele também teve tempo de falar sobre este ano e, mais especificamente, sobre sua futura conferência E3.

Devemos lembrar que esta será uma E3 um tanto especial pela ausência da Sony, principal concorrente da Microsoft em consoles, que pode causar uma grande concentração de estúdios de first party para mostrar seus jogos no Xbox. Esperamos que os da Redmond sejam contidos com a duração.

Spencer promete uma grande E3, maior do que nunca, com fanfarra, show e também muita informação. De acordo com o chefe da divisão de games, a E3 2018 foi estratégica, já que o que eles queriam mostrar  o plano que eles prepararam para a próxima geração. A E3 2019, no entanto, será onde o público começa a ver em prática como o plano funcionará. O próprio Spencer reconheceu que, graças às mudanças, eles passaram de perguntar “o que podemos ensinar” na E3 a um “muito mais promissor” do que temos para mostrar?

Parece prudente pensar que esta será a E3 na qual veremos mais sobre Halo Infinite, Battletoads e provavelmente o novo jogo da Ninja Theory, mas também pode ser o anúncio oficial do novo Fable da Playground Games. Phil deu a entender que a estratégia era comprar estúdios, mas que a prática disso tudo poderá ser mostrada já na E3 deste ano. Os jogos de seus novos estúdios estarão lá, então esperamos ver Wasteland 3 e The Outer Worlds sem dúvida, embora eles não sejam exclusivos. A Microsoft Global Publishings ficaram em silêncio por um longo tempo, provavelmente preparando a próxima geração, mas talvez seja hora de nos mostrar uma segunda parte que será pelo menos crossgen. E quanto ao hardware pode ser o momento de um anúncio no estilo Project Scorpio, a nova máquina que provavelmente aparecerá no próximo ano, 2020.

A compra de estúdio foi feita, agora vamos ver o que eles farão em prol da marca Xbox.

Jorge Henrique
Sou advogado, jornalista e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Faço cobertura em eventos e estou diariamente atento a respeito do universo da Microsoft no que tange aos produtos para os consumidores. Respondo como editor-executivo do Windows Club. Estou no Facebook e no Instagram a sua disposição.