Carregando...

Microsoft e Walmart se unem para enfrentar a Amazon

Microsoft e Walmart se unem para enfrentar a Amazon

A Microsoft e o Walmart estão se unindo em uma parceria estratégica para rivalizar com a Amazon no campo da tecnologia e varejo. O Walmart está anunciando hoje, na conferência de parceiros da Microsoft Inspire, que está em parceria com a Microsoft para usar os serviços em nuvem da empresa. O acordo de cinco anos fará com que o Walmart use o Azure e o Microsoft 365 em toda a empresa, juntamente com novos projetos focados em aprendizado de máquina, inteligência artificial e plataformas de dados.

O Walmart é o maior concorrente de varejo da Amazon, e a Microsoft é a maior rival de serviços em nuvem da Amazon. Essa rivalidade não foi ignorada pelo CEO da Microsoft, Satya Nadella, que insinuou em uma entrevista ao The Wall Street Journal que é “absolutamente fundamental para esta nova parceria”. “Como podemos obter mais alavancagem como duas organizações que têm profundidade e amplitude e investimento para poder superar nossa respectiva concorrência“, diz Nadella.

Embora a parceria de tecnologia obviamente beneficie as duas empresas, ela também ocorre apenas algumas semanas depois de os relatórios sugerirem que a Microsoft está trabalhando na tecnologia rival “Amazon Go” para lojas sem caixa . A Microsoft está negociando com o Walmart para essa tecnologia.

A Amazon Go em Seattle usa várias câmeras e sensores que usam algoritmos de visão computacional para detectar quais itens você está tirando da loja para que você seja cobrado automaticamente – não precisa ir para a fila do supermercado. A Microsoft está experimentando anexar câmeras a carrinhos de compras para rastrear itens.

Tanto o Walmart quanto a Microsoft não fazem referência a muitas das partes futuras deste acordo estratégico, e está programado principalmente para a grande conferência de parceiros da Microsoft em Las Vegas esta semana. No entanto, este novo acordo pode ser um teste único para as maiores ambições de inteligência artificial da Microsoft e quaisquer planos futuros que ele tenha de forçar outros varejistas a usar sua gama de serviços em nuvem.

O que vocês acham dessa parceria?

Jorge Henrique
Sou advogado, jornalista e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Faço cobertura em eventos e estou diariamente atento a respeito do universo da Microsoft no que tange aos produtos para os consumidores. Respondo como editor-executivo do Windows Club. Estou no Facebook e no Instagram a sua disposição.