Carregando...

Microsoft não deseja repetir os erros do Xbox One com o Xbox Scarlett no Japão

A Microsoft não deseja repetir os erros do Xbox One com o Xbox Scarlett no Japão. Foi assim que Phil Spencer foi franco na entrevista com o Gamewatch. Spencer confirmou que, como não poderia ser de outra forma, o Xbox Scarlett no Japão estará disponível ao mesmo tempo que em outras regiões e que eles não desejam repetir os erros do Xbox One.

O chefe da divisão de jogos da Microsoft garantiu que a empresa está muito comprometida com o mercado japonês; o X019 marcou a chegada de jogos como Yakuza ou Final Fantasy para o Xbox Game Pass são a prova disso. Mas isso não basta e a Microsoft não quer apenas que o Xbox Scarlett brilhe no Japão, mas também o faz com todo o seu conteúdo e modelos de assinatura.

“Estamos dando uma nova abordagem ao desenvolvimento de conteúdo e aos modelos de assinatura. Com o Xbox Scarlett , queremos lançar um console poderoso que agrade aos fãs de jogos japoneses.

Olhando para o lançamento do Xbox One no Japão, aprendemos muito sobre como não atingir o primeiro nível de vendas, demorar muito para lançar o produto e cometer muitos erros. Enquanto a concorrência trabalhou duro para levar suas plataformas aos consumidores, demoramos muito tempo.

O fato de o Xbox One não ter atingido o primeiro nível de vendas no Japão teve um impacto ruim em muitos jogos, que poderiam ser jogados em outras regiões, mas não no Japão. E isso afetou os usuários lá. Isso me fez sentir muito mal.

No entanto, queremos que seja entendido que respeitamos profundamente os fãs de jogos japoneses. E com o Xbox Scarlett no Japão, queremos provar isso. Queremos oferecer excelentes produtos para a comunidade de jogos em todo o mundo, incluindo usuários no Japão. Com o Xbox Scarlett, queremos expandir globalmente com o maior respeito por todos os fãs de jogos.

O que vocês acham das palavras de Phil Spencer?

 

Fonte

Jorge Henrique
Sou advogado, jornalista e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Faço cobertura em eventos e estou diariamente atento a respeito do universo da Microsoft no que tange aos produtos para os consumidores. Respondo como editor-executivo do Windows Club. Estou no Facebook e no Instagram a sua disposição.