Carregando...

Microsoft revela especificações completas do Xbox Series X com placas de expansão de 1 TB

A Microsoft revelou as especificações completas para seu console Xbox Series X hoje. A gigante do software usará uma CPU AMD Zen 2 personalizada com oito núcleos com clock de 3,8 GHz cada, uma GPU AMD RNDA 2 personalizada com 12 teraflops e 52 unidades de computação com 1,825 GHz cada. Tudo isso é baseado em um processo de 7 nm e inclui 16 GB de RAM GDDR6 com uma unidade de armazenamento SSD NVME personalizada de 1 TB de armazenamento.

A Microsoft vai usar duas placas-mãe neste design compacto do Xbox Series X, e toda a máquina será resfriada através do ar sendo puxado pela parte inferior e empurrado pela parte superior através de uma ventoinha de 130 mm.

Os desenvolvedores usarão o total de 16 GB de memória de duas maneiras: há 10 GB para memória otimizada da GPU rápida, 3,5 GB para memória padrão e 2,5 GB reservados pelo sistema operacional. Todo esse poder incluirá a capacidade de expandir o armazenamento por meio de placas de expansão de 1 TB na parte traseira do console, com suporte a HDD externo USB 3.2 e uma unidade de Blu-ray 4K. A Microsoft está visando o desempenho geral em 4K 60fps, até 120fps.

A Microsoft vai usar uma unidade de estado sólido (SSD) no Xbox Series X, e o foco está na velocidade e nos tempos de carregamento dos jogos da próxima geração. A criadora do Xbox vai usar algo chamado “Xbox Velocity Architecture”, projetado para melhorar a integração entre hardware e software para streaming de ativos no jogo. O resultado será visto em grandes jogos de mundo aberto, onde os desenvolvedores podem usar esse sistema para criar ambientes de alta fidelidade que carregam dinamicamente usando o poder de processamento e o SSD do Xbox Series X.

Esse novo suporte a SSD também permitirá que os proprietários do Xbox Series X retomem vários jogos instantaneamente e até retomem títulos depois que o Serie X for reiniciado por uma atualização do sistema. Os estados do jogo serão salvos diretamente no SSD do sistema, para que você possa retomar dias ou até semanas depois.

O Xbox da próxima geração também suportará jogos de 8K e taxas de quadros de até 120fps em jogos. A Microsoft fez parceria com o fórum HDMI e os fabricantes de TV para ativar o ALLM (Auto Low Latency Mode) e o VRR (Variable Refresh Rate) no Series X como parte de seu suporte ao HDMI 2.1. “A equipe também trabalha com os principais fabricantes de TV do setor nos últimos dois anos para garantir que o ecossistema de telas esteja pronto para os recursos que vêm com o Xbox Series X”, explica Will Tuttle, da Microsoft .

A Microsoft também está demonstrando alguns aspectos de Ray Tracing do Xbox Series X hoje. O Ray Tracing permitirá mudanças de iluminação mais realistas nos jogos, com sombras e efeitos cinematográficos aprimorados. Ainda não vimos jogos suficientes com isso no PC, mas a Microsoft está mostrando como o Xbox Series X pode lidar com o Ray Tracing em títulos como Minecraft . A Microsoft também está otimizando o Gears 5 com texturas de alta resolução, neblina e contagem de partículas, tudo rodando a 60fps em 4K.

Tudo isso deve reduzir a latência de quando você pressiona um botão em um controle Xbox até quando você vê esse movimento aparecer na tela. Por falar no controle, agora é USB-C e usa pilhas AA com um novo botão de compartilhamento para enviar clipes e capturas de tela para amigos.

A revelação das especificações de hoje vem à frente dos planos da Microsoft de detalhar completamente o console para os desenvolvedores no final desta semana. A Microsoft também planeja revelar mais detalhes sobre os jogos que veremos para o Xbox Series X em junho.

Jorge Henrique
Sou advogado, jornalista e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Faço cobertura em eventos e estou diariamente atento a respeito do universo da Microsoft no que tange aos produtos para os consumidores. Respondo como editor-executivo do Windows Club. Estou no Facebook e no Instagram a sua disposição.