“Mutant Year Zero” chega ao Xbox Game Pass no dia do lançamento

“Mutant Year Zero: Road to Eden” estará disponível no Xbox Game Pass no dia do lançamento no próximo mês, anunciou a Funcom na terça-feira. A aventura tática estará disponível gratuitamente para os assinantes do “Netflix dos jogos” da Microsoft a partir do dia 4 de dezembro. Além disso, a Microsoft acaba de anunciar que 16 títulos chegarão ao serviço, e também está oferecendo assinantes a partir de R$ 1, então é a hora perfeita para experimentar. Esta promoção está válida até dia 3 de janeiro.

O combate baseado em turnos de “Mutant Year Zero” é comparável a “XCOM” e o jogo foi desenvolvido por antigos líderes criativos de “Hitman” e “Payday”. A história do jogo segue animais antropomórficos que exploram a paisagem pós-humana.

Rui Casais, CEO da Funcom, comentou sobre o anúncio do jogo chegando ao Xbox Game Pass em um comunicado de imprensa:

“Estamos absolutamente entusiasmados em trazer ‘Mutant Year Zero: Road to Eden’ para o Xbox Game Pass”, disse Casais. “Este certamente não é o seu jogo de console comum e achamos que os assinantes do Xbox Game Pass encontrarão uma experiência única e altamente divertida com o ‘Mutant Year Zero’ que eles podem não ter descoberto de outra forma. Estamos muito felizes com a versão Xbox do jogo e toda a equipe está empolgada com o Game Pass, o que nos permite alcançar um público ainda maior no console”.

“Mutant Year Zero: Road to Eden” chegará ao Xbox One, PC e PlayStation 4 em 4 de dezembro. Grátis apenas para os associados do Game Pass.

VIA

43 comments on ““Mutant Year Zero” chega ao Xbox Game Pass no dia do lançamento

  1. Esse estilo de jogo de estratégia eu não curto mto, mas é um baita negócio poder jogar um lançamento assinando o gamepass. Dá pros interessados economizarem uma boa graninha.

      1. Kkkkkkkkkkkkkkkkk

        Mas ele foi indagado se vai fazer algo para reduzir tributos sobre games e respondeu que sim.

        O mito é gente como nós. O cara é tri simples. Um brasileiro normal. Gente fina demais.

          1. Ele respondeu na página dele que comprou recentemente um ps4 e ia reduzir sim. Pelo jeito ele joga videogame. Esse vídeo aí não é apenas marketing. Deve ser dele mesmo heehehehe

            Eu acho VR muito chato. Interesse zero nisso.

  2. Esse é um jogo que eu estava muito afim de jogar, pode vir que é muito bem vindo !! Dezembro vai ser foda, muitos jogos e eu de férias indo viajar…vou levar o vídeo game comigo hahahaha

      1. Esse jogo parece ser muito doido, eu vi o trailer dele e me amarrei
        Eu parei de neurose com o RDR2 e comecei a curtir o jogo agora que comecei umas missões em Saint Dennis, dá pr jogar com um cigarro na boca e uma lata de cerveja na mão, vendo mais filme que jogando mas estou curtindo…não adianta, meu hype dele está no online. Vou parar de reclamar e curtir o jogo hahaha

          1. Já parti só pr as principais, quando sair o online eu já vou ter que ter terminado a história senão eu não termino mais, vou ficar só no online…pô fiz duas missões seguidas que eu quase dormi jogando, a da festa do italiano em San Dennis e depois a do jogo de poker no barco, eu sei que faz parte do jogo…mas eu estou achando o jogo paradão !!

          2. Essas eu fiz ontem mano kkkjkkk mt parado mesmo, podia ser só filme essa parte pra poder pular, ficar perseguindo o mordomo 5 minutos só pra pegar um papel, mt nada a ver…

          3. Se ele pudesse correr pelo menos, mas não, o jogo te obriga a andar naquele ritmo lendo…chega a dá nervoso.
            Curti muito ir parar lá na ilha do Caribe, pr mim até agora está sendo a melhor parte do jogo, que visual é aquele…que isso, já valeu ter pago por esse jogo só pra fazer as missões na ilha…fiz 60% e estou começando a gostar do jogo !!

          4. Eu ia comprar o jogo no dia que baixasse pra R$ 100 oficialmente! Agora depois do seu comentário vou comprar no dia que baixar pra R$ 50…

            RDR1 eu so consegui jogar as missoes principais e alguns pontos de interrogação do mapa. Resto deixei tudo lá, caçar, poker, ajudar npc aleatório.

            Uma reflexão: será que é tão importante ficar “assistindo” npc vivo cheio de detalhes, ficar assistindo movimentaçoes realistas? A gente precisa daqueles npcs de Watch Dogs 2? Nao eh legal somente nas primeiras horas e depois fica chato?

            Eu prefiro um jogo “old school de luxo” nada realista as vezes, como SUNSET OVERDRIVE, o melhor jogo da geração…

          5. Tirando a jogabilidade no combate e o personagem não poder correr em certos lugares o jogo é do caralho Rudo !! Um parceiro aí me fez entender qual é a real intensão do jogo, saiu do modo arcade e partiu pr o realismo, até vc se acostumar com tantos detalhes enche o saco mesmo. Jeguei nos 60% ontem de madrugada e só comecei a curtir o jogo agora, parece que agora ele engatou e ficou bem foda, vou dar um Spoiler aqui hahaha fui parar em uma Ilha do Caribe jogando ontem que pulta quel pariu..nunca vi um gráfico daqueles, e as missões nessa ilha me fez respeitar esse jogo, a jogabilidade do combate não vai mudar, mas o resto compensa, antes jogava com um cigarro na mão e uma lata de cerveja, agora já está mais punk..se fizer isso eu morro !! Se o combate fosse melhor daria nota 10, então deixo pr 9,5 !! Não é muito meu estilo de jogo, meio paradão, muito filme, se não for o seu tmb, espera abaixar o preço, testa o beta online, se ficar porradão mesmo vc compra, mas não deixe de jogar esse jogo, pr mim o jogo começou agora depois dos 60%…tomara que continue assim e não volte a chatice do começo !!

          6. Legal Leandro, lá pra 2020 ou 2022 eu compro ele, bom saber disso.

            Tenho uma listinha de desejos aqui esperando por promoçoes…

            Shadow Tomb Raider
            Resident Evil 7
            The Witcher 3
            Wreckfest
            Forza Horizon 4
            Just Cause 4

  3. Ha mto nao jogo nada de turno viu, saudades do Shining Force do Sega Saturn e suas consequencias de scenario para scenario.
    Certamente jogarei!!!

    1. Comprei 1 xbox one S esse ano por 3 motivos principais:
      1. Arquitetura de hardware sensacional, não faz barulho funcionando, meu ps4 quase “avua”.
      2. Gamepass, estou me divertindo demais com muitos jogos na fila para zerar, fechei o halo do 1 ao 4, que saga, no 5 me decepcionei do masterchief não ser o principal, porém a campanha está legal.
      3. Ergonomia do controle muito melhor.

      Porém vou concordar com a maioria, state of decay 2 e sea of thieves não consegui jogar, chatos demais na minha opinião.

      1. Sabe, as vezes eu paro para pensar nisso, cheguei a uma conclusão que a Microsoft tem seu público alvo assim como a nintendo e a Sony. Acredito que ela faça jogos bem variados para cada estilo de jogador. Exemplo, vc gosta de FPS? Temos Hallo em primeira pessoa… Mas vc gosta em terceira pessoa? Também temos. Vc gosta de carro? Temos simulador e mundo aberto. Vc é do estilo que gosta de virar a noite matando zumbie e sobrevivendo? Temos… Vc é do estilo que gosta de criar comunidades e agir com amigos? Temos o Sea of thives. Vc quer algo um pouco puxado a uma narracao? Temos o Quantum break… Vc quer algo zoeiro? Temos o sunsest overdrive.
        Está entendendo o que eu quero dizer? Por mais que algum jogo não agrade vc, pelo menos vai ter algum que agrade. Parece que ela fez um jogo para cada classe de jogador não o limitando a uma coisa só.

        1. Alguns jogos que eu gostaria no xbox para fechar com chave de ouro são:
          horizon zero dawn
          spider-man
          uncharted
          mario

          essas 3 franquias tenho no ps4 e no wii, e gosto demais, mas como são exclusivas de outros consoles, tive que jogar neles.

    2. O serviço em si não é ruim, eu pessoalmente acho sensacional. O máximo que pode acontecer é não ser pertinente para alguns, faz parte.

      Algo que tem sido comum por parte de alguns fãs (de outras plataformas sobretudo), é questionar a viabilidade financeira do serviço, ou o nível de contentamento da MS com ele, fazendo as vezes de gestor de finanças da empresa hehe. Tudo bem a pessoa se sentir a vontade para especular, mas, mas alguns levam ao extremo isso abdicando do papel de jogador, e isso é perda de tempo e energia.

      1. Jairo, eu respeitaria uma crítica assim se a mesma pessoa que falasse isso não assinasse o Netflix. Ela quisesse sempre comprar todos os seus filmes e defendesse que isso é o melhor para ela.

        Game Pass é um SERVIÇO. Ninguém é obrigado a nada. Uma opção.

        Eu, por exemplo, recém chegado na plataforma por comprar um One X como jogaria vários jogos de primeira, sem gasto adicional? Teria que sair comprando uns 4 jogos de primeira, correto?

        Esse tipo de serviço do Game Pass só pode ser elogiado.

        Se, com o passar do tempo, o cara achar que ele não serve mais qual o problema? Deixa de assinar por um tempo, simples assim.

        Quem critica esse serviço é fanboy do mais alto grau. Não há razoabilidade alguma em criticar um serviço desses.

        1. Eu entendi o que quis colocar, e eu concordo, mas o tempo ou disposição em que a pessoa consome um filme pode não ser necessariamente o mesmo que dispõe para jogar. Há situações e situações.

          O que eu quis dizer que não há nada de errado ou ruim com o serviço, apenas cabe a própria pessoa avaliar se mais a vale a pena assinar o mês ou comprar pelos meios convencionais.

          Mas eu vejo aqui e acolá que algumas críticas fogem da esfera gaming e entram na esfera de finanças e gestão de negócios da Microsoft, ou simplesmente tem ódio pela empresa.

  4. Esse em particular é um dos jogos que mais estou aguardando para o gamepass deste ano, me parece Xcom like de alto nível e que vale conferir. Outro jogo também muito interessante que também lançará direto no Gamepass será o Phoenix point, em 2019, dos mesmos criadores do Xcom.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *