Novas informações sobre o Snapdragon 835 mostram seu poder para Windows em dispositivos móveis

nokia-camera-app

No final do ano passado, vimos a Microsoft subir no palco da WinHEC para mostrar um pouco do seu “Celular PC“, aparelhos compactos que podem rodar o Windows 10 completo mesmo com processadores ARM, além de suportar o eSIM para acessar os dados móveis. Foi possível fazer isso com o HP Elite X3, aparelhos foi lançado com o Windows 10 Mobile.

Na ocasião, a Microsoft também confirmou que o Snapdragon 835, que deverá ser lançado ainda nesta semana, utilizará a Redstone 3 para emular programas x86. A Redstone 3 é o codinome da grande atualização para a segunda metade deste ano do Windows 10 e Windows 10 Mobile.

Agora surgiram novas informações a respeito do processador. Ocorre que, sliders da apresentação foram vazados e já temos muitas das novidades que a Qualcomm.

Informações confirmadas pela Qualcomm:

  • Processo de fabricação FinFET de 10nm
  • Quick Charger 4.0 (cinco horas de carga com apenas cinco minutos na tomada)
  • 30% mais eficiente em relação ao espaço ocupado
  • 27% mais performance
  • 40% na redução do consumo energético.

Informações extraoficiais:

De acordo com o que tem vazado na Internet, o marketing da Qualcomm com o Snapdragon 835 bate na tecla que não é necessário muitos núcleos e sim núcleos eficientes. O Snapdragon 835 aposta no modelo heterogêneo, isso significa que há diferentes, divididos entre os de alta performance e outros que são mais eficientes energeticamente. Esse modelo de SoC se caracteriza pelo balanceamento entre performance e eficiência energética. Falando em eficiência energética, em um dos slides a Qualcomm faz um comparativo entre o Snapdragon 801, lançado em 2014, com o Snapdragon 835, a redução do consumo é de 50%.

No caso do Snapdragon 835 seriam 8 núcleos da arquitetura Kyro, que entrega cerca de 20% mais performance relação a arquitetura anterior. 4 desses núcleos seriam de alta performance, alcançando até 2.45 Ghz de clock, enquanto os outros 4 seriam os mais eficientes energéticamente, rodando com clock de até 1.9 Ghz.

A GPU seria a Adreno 540, com 25% mais performance que a anterior, e com maior reprodução de cores. Maior potencial para câmeras e realidade virtual. Além da compatibilidade com APIs como DirectX 12 e Vulkan. Graças ao DSP Hexagon 690 o Snapdragon 835 será capaz de lidar com conteúdo em 4K à 60 fps.

Um dos slides também menciona o processo de fabricação, que é de 10nm, FinFET de segunda geração. A Qualcomm cita que a redução e melhor eficiência dos transistores proporciona baterias de maior capacidade, smartphones mais finos, novas funcionalidades, entre outras coisas.

O que vocês achou?

Fonte: VideoCardz

30 comments on “Novas informações sobre o Snapdragon 835 mostram seu poder para Windows em dispositivos móveis

        1. Cara, no proshot eu não sei, mas na câmera do windows (10M), quando você coloca no modo vídeo aparece uma tartaruga nas opções principais. Só grava a 720p, nesse caso.

          1. Então, a câmera lenta é o 60fps. Por padrão ele fica em câmera lenta, mas se você clicar em editar câmera lenta (depois que filmar) tem como colocar na velocidade normal. E, mesmo que você esteja configurado pra 4k, a filmagem em 60fps fica 720p.

  1. Segundo a wikipedia o adreno 530 varia entre 407 e 519 Gflops com 14 nm de tamanho. O 540 terá 10 nm e 25% mais performance, putz, quero agora! Seria bom se isso tudo coubesse num smartphone. Eu acho que cabe, basta não focar num modelo Slim. Com o adreno 530 já daria pra rodar os jogos de X360 em 1080p 30fps ou 720fps 60fps eu presumo. Com o adreno 540 daria pra rodar jogos como Recore… seria bem legal rodar os jogos indies (play any where) no Surface phone, só vai faltar os controles acopláveis do Xbox pra ficar legal.

  2. eu nao entendo eh o tudocelular.com falando de morte do windows.parece que eles quer que o sistema morra logo.cara o windows esta se estruturando

  3. DirectX12 nisso é massa, mas infelizmente será muito difícil ver um jogo rodando já que o DirectX é mais usado para alta performance ao contrário do OpenGL e Vulkan que são usados principalente para jogos mobile.

          1. dx12 não é esse milagre todo, não passou de uma decepção em 2016, o vulkan está bem, mas bem mais evoluído que o open gl em desempenho

          2. o dx 12 realmente não trouxe nada de novo, se bem q na amd ajudou bastante, mas o dx11/12 ainda dão um sacode em fps nesses dois

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *