Este é o fim das gerações de console, isso foi dito por Phil Spencer ao anunciar pela primeira vez o “Project Scorpio” na E3... Novo modelo de lançamentos de consoles Xbox encurralou o Playstantion 5?

xboxone-ou-ps4

Este é o fim das gerações de console, isso foi dito por Phil Spencer ao anunciar pela primeira vez o “Project Scorpio” na E3 2016. Contudo, fortes indícios levam a crer que a Sony continuará com o modelo geracional e lançará no futuro o suposto Playstantion 5.

Como disse na época, acredito que a estratégia da Microsoft é, de agora em diante, construir todos os seus consoles na mesma base para garantir uma retrocompatibilidade total, fornecer um catálogo enorme para uma plataforma unificada entre Xbox e PC ao mesmo tempo que dá ao usuário a possibilidade de escolher o nível de qualidade que ele quer jogar.

A grande questão: o que a Sony fará para competir?

xbox-x-vs-ps4-pro

É verdade que tem uma imensa base de estúdios focados no desenvolvimento de jogos para o Playstation 4 e que já estão confirmados para o próximo ano, jogos esperados por muitos como Homem-Aranha ou God of War IV, sem esquecer o The Last of Us 2 que ainda não tem data. Mas no que diz respeito ao hardware, a estratégia da Sony não é tão clara.

O Playstation 4 já estava desatualizado em termos de hardware, e o Playstation 4 Pro foi a versão mais poderosa que trouxe melhorias insignificantes que não justificam a compra de um novo console. Foi dito por exemplo, que o jogo Homem-Aranha não rodará a 4k e tampouco a 60 FPS, e isso enfureceu até os fãs mais fanáticos da marca. Com a chegada do Xbox One X, o PS4 Pro tem um concorrente com dois passos de vantagem em termos de poder, com uma plataforma online mais poderosa, como o Xbox Live e com serviços de luxo reais, como o Xbox Game Pass. E agora Playstation 5?

Bem, se continuar com o modelo atual, dificilmente a Sony conseguirá brigar com a Microsoft em busca do poder. Sabemos que a Microsoft está vendendo o Xbox One X com um console premium, mas no futuro o seu preço tenderá a cair. Um Playstation 5 mais poderoso que o Xbox One X deverá ser mais caro, e se tiver melhorias signifitivas existe a chance da Microsoft lançar algo mais poderso após o lançamento do PS5 para “matá-lo” neste aspecto. O poder vende, essa geração foi a prova disso, e não parece que a Microsoft largará o osso tão cedo.

O ponto fraco aqui foi o PS4 Pro, que deu o aval para a Microsoft lançar o Xbox One X sem ser crucificada por ter lançado algo tão poderoso “no meio” de uma geração.

O modelo do Xbox é lançar dois consoles, um barato e outro mais caro para atender os mais diversos públicos, sem ficar preso a gerações por vários como antigamente. O suposto PS5 vai competir com qual faixa? Além do poder, não podemos esquecer, o que vende consoles ainda é o preço atrativo também.

As apostas da Microsoft – que tudo aponta para sim – são eliminar o sistema de geração, o Playstation 5 deveria fazer o mesmo e ter muito cuidado com o lançamento do próximo console para não correr o risco de nascer morto por conta do Xbox One X que já roda 4k nativo (Jogos 8k estão longe da realidade) e que tende a ficar com o preço mais atrativo com o passar do tempo. Você não pode alimentar seu catálogo de remasters duvidosos ou serviços de streaming que nunca decolam – veja o PS Now – enquanto a concorrência oferece retrocompatibilidade total e direta com 3 consoles e sem custo adicional. Adicione a crescente biblioteca do Xbox Game Pass e, para compensar, a superioridade da plataforma online da Microsoft em comparação com a Playstation Network, cuja segurança provou ser um problema real.

E não se deixe enganar, somos jogadores adultos e vemos as coisas como estão. Hoje, a Sony tem excelentes relacionamentos com uma multidão de estúdios e criou exclusivos bem-sucedidos. A Microsoft já fez a parte mais difícil, virou o jogo na guerra de poder, oferecendo uma monstro a um preço competitivo e alimentando por serviços de alta qualidade. Mas agora, o que nos falta são jogos de peso criados pela própria Microsoft. No horizonte vimos Crackdown 3, Sea of Thieves, um futuro Forza Horizon 4 e as novas sequências de Halo e Gears of War. Assim como a Microsoft fez com Gran Turismo, a empresa tem que “derrubar” os exclusivos da Sony um por um para fechar seu trabalho com chave de ouro.

Os próximos meses antes da E3 2018 serão cruciais, pois as vendas do Xbox One X e a aceitação pelos usuários de suas novas políticas definirão o curso que a Sony fará com o Playstation 5. Contudo, aceitando o PS4 Pro como uma falha no aspecto do poder, a Microsoft está numa posição privilegiada que pode ter encurralado o suposto e futuro PS5 após essa virada de jogo.

O que vocês acham?

jorgemoderador

Sou advogado e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Acompanho todos os produtos das Microsoft, inclusive como jogador do Xbox One.

Curta nossa nova página no Facebook!