O saudoso Windows 95 faz 25 anos hoje!

Hoje, há vinte e cinco anos, as pessoas faziam fila na CompUSA ou na Best Buy à meia-noite. Não era um novo jogo Call of Duty, o mais recente iPod da Apple ou qualquer tipo de hardware que os compradores estivessem esperando. Era um software, e não qualquer software: Windows 95.

O lançamento do Windows 95 da Microsoft em 24 de agosto de 1995 foi um lançamento muito esperado. Jay Leno ajudou a lançar o software ao lado do co-fundador da Microsoft, Bill Gates, com muitas piadas e a apresentação de toda a equipe de desenvolvimento do Windows 95 no palco. Foi um grande dia para a Microsoft com comerciais de TV bombardeando “Start Me Up” dos Rolling Stones com imagens do novo botão Iniciar que ainda (quase) usamos hoje. Foi a primeira vez que vimos o Menu Iniciar!

A Microsoft até contratou Jennifer Anniston e Matthew Perry para criar uma sitcom cibernética de uma hora sobre o Windows 95, e o software era tão popular que 7 milhões de cópias foram vendidas durante as primeiras cinco semanas.

Longe de toda a fanfarra em torno do lançamento, os geeks de PC estavam escolhendo entre processadores Pentium ou 486, discos rígidos IDE ou SCSI, CD-ROMs de velocidade dupla e placas de áudio Sound Blaster para experimentar o melhor do Windows 95. A Microsoft adicionou muitos recursos do Windows 95, mas o maior deles era um novo botão Menu Iniciar e barra de tarefas que tornava muito mais fácil descobrir aplicativos e navegar no sistema operacional. As melhorias na multitarefa e na interface gráfica foram um grande salto em relação ao Windows 3.1 e aos dias do MS-DOS.

No entanto, o Windows 95 não era só o botão Iniciar. Além de ser um sistema operacional de 32 bits, uma adição importante foi o suporte para nomes de arquivo longos, de até 250 caracteres. Parece um recurso básico em 2015, mas na época tornou a nomeação de documentos muito mais fácil. Outro grande recurso foi a introdução do Plug and Play, para detectar e instalar hardware automaticamente. Embora o processo de Plug and Play tenha sido bastante aprimorado em versões mais recentes, a implementação do Windows 95 era freqüentemente referida como Plug and Pray, graças ao processo de instalação de dispositivo geralmente não confiável que resultava em conflitos de IRQ e muita diversão no driver.

A Microsoft tinha outros planos igualmente ambiciosos para o Windows 95. Um novo aplicativo Microsoft Network (MSN) veio junto com um ícone de destaque na área de trabalho.

O Windows 95 foi brilhante e um sucesso para a empresa, e os mais “antigos” devem ter boas lembranças.

107 comments on “O saudoso Windows 95 faz 25 anos hoje!

  1. Quem é o imbecil que usa linux?

    Só serve pra ser usado um debian server, pra um SAMBA ou tomcat, e só… Quem é que usa isso como plataforma de trabalho?

    Abandonware puro, 80% das empresas do mundo usam windows…Os outros 15% é Mac e só 5% usam um Linux mint e olha lá.

    Pra criar uma pasta, é em comando em linha, ridículo, produtividade Lixo.

    1. Quando entrei na primeira faculdade em 2000 um monte de universitário começou a usar Linux. O slogan era “não seja um escravo”, uma indireta pro windows, se é que me entende. Como se as pessoas fossem obrigadas a usar windows. A maipr derrota foi quando o Linux foi usado como sistema default das máquinas e as pessoas tiravam ele e instalavam o windows, mesmo que fosse cópia ilegal. 20 anos depois o Linux não tem 10% da base do Mac OS e ainda assim os usuários têm a mesma mentalidade. É como se o mundo tivesse parado no tempo pra eles.

      1. Quando você entra numa entidade de ensino voltado a exatas, ou tecnologia em si, eles vomitam pra você que: “Linux é vida, é o futuro, é de graça, leve e um monte de coisas”.

        O fato é que as empresas não utilizam isso como desktop, e o conhecimento adquirido se torna inaplicável, porque você aprende uma coisa que o mercado não está seguindo.

        Pra server, AD, até é uma boa… Pra gestão de arquivos, fora isso considero mais como coisa de entusiasta de SO, do que uma plataforma profissional. Ela é bem arcaica e improdutiva… Simples assim.

        1. Vc precisa se informar mais, mudou muito a forma de interagir com sistemas Linux.
          Tem muitas ferramentas com interface gráfica bem intuitiva a não ser que vc seja burro de mais. o que falta ainda é jogos, mas isso não é culpa do sistema, mas sim dos desenvolvedores. steam disponível com a mesma interface usada no Windows por exemplo

          1. Ferramentas tem, mas são arcaicas e primitivas, não precisa ser um TI expert pra perceber isso em qualquer ambiente de desenvolvimento.

            Tudo que você achar que é revolucionário no linux, tais como gui intuitiva, o Windows e Mac os já tem a anos.

            Linux tá muito atrás… Em todos os pontos. Único Ponto que está na frente é por ser opensource/free só isso.

        1. O android utiliza o kernel linux, mas não é linux. Quando eu falei que os usuários do linux pararam no tempo levei isso em conta. Hoje em dia a crença dos caras é que o Linux vai superar o Windows porque acreditam que ele e o android vão ser o mesmo sistema em alguns anos, quando na verdade não há nenhum indício que a Google tenha algo do tipo em mente. Mas como falei, é uma crença, odiar a MS é praticamente uma religião pra esses caras

        2. (Comentei antes mas não está aparecendo pra mim, então vou ppstar putra resposta)

          O sistema android usa o kernel linux, mas dizer que ele é linux é uma hipérbole considerável… Quando falo que os usuários do Linux pararam no tempo engloba isso também. O desejo de superar o Windows é tamanho que os caras acreditam em qualquer coisa pra dizer que são melhores. Não há nenhum indício que a Google planeje unificar os sistemas

          Por sinal eu uso android porque não tem jeito, porque a utilização dos meus dados de tráfego são utilizados pela Google de maneira bastante escusa. Há discussões sobre a legalidade disso e se nós usuários deveríamos estar sendo remunerados pela empresa devido a quantidade imensa de algoritmos criados a partir das nossas ações usando Android. Se não me engano na Europa está se discutindo até uma lei nesse sentido.

      2. Putz….você me fez voltar no tempo. Estudava processamento de dados nessa época. Pessoal dizia que em 05 fucking anos o Linux iria dominar o planeta…..dou risada até hoje com amigos que defendiam o pinguim.

        1. Não sei se você lembra, mas tinha um jogo de umas bolas coloridas. Toda vez que eu ia nas salas de informática nas máquinas con Linux, os caras tavam jogando isso enquanto nas máquinas com windows, tavam jogando GTA kkk

          Eu ainda vejo o Linux mais como o sistema das bolinhas que do pinguim kkkk

          1. Android é uma plataforma Linux sabia disso, só que com interface gráfica proprietária, tem toda a estrutura de arquivos que um fedora ou Ubuntu tem, mas com algumas modificações. Basta vc fazer root no sistema e verá, da mesma forma o Ios. a base do sistema é linux

      3. O Governo Federal, no início do Governo Lula, decidiu abandonar as licenças pagas do Windows e dos pacotes Office em prol da economia. Passados 6 anos, eles abandonaram o Linux e o LibreOffice em razão das dificuldades encontradas para fazer os usuários se adaptarem e também de dar suporte aos usuários nos rincões do Brasil.

        Isso em contar que o Libre, apesar de vender a ideia de universalidade, quando alguém que tinha o Office abria o arquivo (ou vice-versa), o documento ficava todos desconfigurado.

        Hoje quase 100% do Governo Federal já voltou ao Windows.

        1. Exato! Eu trabalhei em um órgão do governo e na época todos os computadores lá eram Linux. Metade do tempo do trabalho eu tirava ajudando os funcionários ajustando arquivos e fazendo modificações. Era um negócio extremamente improdutivo, cansativo e frustrante…

      4. Cara, eu fui nessa onda de Linux lá em 1999, veio em uma revista o Conectiva Linux 3.0 e o menino aqui tinha feito M no computador e o windows 95 não iniciava mais. Se não tem tu vai tu mermo e acabei aprendendo muito nessa época.

        Mas eu digo, o maior problema do Linux foram os “Linuxers”. Para o sistema se tornar popular ele tem de ser simplificado e ficar produtivo, não adianta nada você usar um para trabalhar e quando compra uma webcam tem que ficar 8 horas entrando em foruns e procurando scripts para que ela funcione corretamente, o mesmo para instalar um openoffice. Mas tinha um monte de bonzão que não queria isso, que o sistema tinha que ser complicado para que todos tivessem que aprender o mínimo de computação para usar, mas na verdade eles só queriam ser os grandes gurus onde todos iriam pedir as sábias palavras. Fez o sistema ficar atrasado como está hoje, aí perdeu o bonde, já era.

    2. Eu tinha um conhecido que usava Linux em russo. O cara tinha dados de várias empresas da região, até que um dia acho q descobriram ele. Maluco sumiu, sem deixar rastro nenhum. O cara era um fantasma, não estava em nenhum banco de dados

      1. Pesquise sobre Distro linux utilizavel para Pentester, você irá gostar.

        Linux é aquilo, primitivo, só isso… Porém a vantagem é dele ser um kernel aberto, lhe da a possibilidade de fazer coisas que outros talvez não fariam.

        Todas as distro que conheço, não trouxe nada inovador, é só uma skin nova com os mesmos comandos de terminais toscos.

  2. Quem viveu essa época sabe que o Windows 95 foi uma revolução. Os PC’s se tornaram bem mais acessíveis e bem mais populares a partir de então.

    1. O que eu lembro é que cursos de IPD e revistas de informática tiveram um boom nesse período. Eu era muito garoto pra ter noção de vendas, mas pra mexer nesses dois segmentos de mercado na época, a coisa foi grande

  3. Sistema Operacional mais bugado que este nunca existiu ou existirá.

    Já trabalhava com manutenção de micros lá na década de 90, e este é um dos piores Windows ao lado do Windows Me, Vista, 8 e Windows Phone.

    A Micosoft na vrd só acertou até hj no XP, 7 e agora no 10. O resto sempre foi lixos.

  4. Sistema Operacional mais bugado que este nunca existiu ou existirá.

    Já trabalhava com manutenção de micros lá na década de 90, e este é um dos piores Windows ao lado do Windows Me, Vista, 8 e Windows Phone.

    A Micosoft na vrd só acertou até hj no XP, 7 e agora no 10. O resto sempre foi lixos.

    1. Se eu fosse vc eu trocava o Windows 10 pelo Windows 8 o Windows 10 é um dos Windows mais fracos na minha opinião parece que a cada atualização o Windows 10 vai destruindo o seu PC kkkkkk

    2. Para mim o melhor Windows foi o 7, seguido do XP. O Windows 10 é bom porém muito pesado. Tem o Famoso Bug do Load 100% que só um SSD corrige ele.

    3. Acho que o pior WIndows de todos, foi o ME (millenium)….aquilo era horrível !! Bom mesmo foi o XP, o 7 e 10 (o vista era um cocô….)

    1. Como se caixistas msm não fizessem isso de vez em qd…o tópico é sobre um jogo do Xbox, ou sobre uma notícia do Xbox, mas sempre tem um retardado para falar de um jogo da Sony, ou do Playstation….vai entender !!? rssss

      1. Perde em TUDO.

        Produtividade, GUI, acessibilidade, recursos.

        Agora sobre o MAC OS, aí é outro patamá né, mas é o unico que rivaliza com o Win10.

          1. Linux é muito lixo. Sistema tosco. Tudo que vai fazer, tem que fazer uma prova. Quero dar um clique e abrir qualquer programa.

          2. Não é não cara… É o contrário… Linux a situação é precária como ambiente.

            Só de criar uma pasta, é complicado… Ninguém quer usar isso. Saber o que é permissão, “sudo su”… estas coisas.

          3. Hoje tem distros que são bem automatizadas e simples… Mas eu prefiro usar as mais text-based quando uso Linux. Mas na real o Linux não é, de fato, pra Common user

          4. Eu nunca vi uma bem automatizada não. A melhorzinha que vi foi a MINT CINNAMON, e muita coisa nela ainda é atrasada.

          5. Pessoalmente eu gosto de usar as menos automatizadas possíveis… Acho legal mexer, fuçar, etc nisso. Mas na real, não consigo imaginar isso sendo popular com público. Como não imagino o Gimp todo maluco daquele jeito (apesar de com mais opções) se tornando popular como Photoshop que é todo simples e intuitivo

        1. Nem pra banco.

          Banco usa COBOL, dentre outros SQL servers proprietários mais robustos, jamais utilizariam linux…

          Creio que apenas médias empresas utilizam um SAMBA, no máximo…

          1. Eu sei, mas mesmos bancos é muito raro usar linux. Talvez pra uma coisinha ou outra, ai depende do banco também. Aquelas telas pretas nos bancos são formulários em fortran/cobol rodando num cluster windows mesmo.

          2. Não são… São em Linux. Windows em banco só pros caixas e escriturários… INFELIZMENTE trabalhei anos em banco (e foram os anos mais insuportáveis da minha vida)

  5. Comecei usando o 98. Reclamo pra caraca do Windows 10 em minha máquina modesta mas mesmo assim ainda é o que mais me adaptei. Por mim eu usava o XP até hoje

    1. XP ainda é meu preferido até hoje. Mesmo com os trojan kkkk Eu sinto saudade até do visual meio “jovem”. Hoje as pessoas falam em minimalismo e sobriedade de cores no design de software, mas aqueles botões e barras do XP não têm igual

  6. Qual a diferença do Windows 95 para o vírus?

    R: O virus funciona.

    Kkkkkkk

    Piada a parte, usei muito. Zerei varios games nele. Apesar de estramhar muito o menu Iniciar, afinal, estava acostumado com as janelas do Windows 3.1.

    1. kkkkk. Joguei muito nele memso, que eu lembro, Test Drive 4 e 5, Heretic 2, quake 3, o primeiro Unreal. Engraçado que eu pulei do DOS direto para o windows 95.

  7. OFF TOPIC: Foi confirmado que o SSD de 825GB do PS5 terá disponível apenas 700gb ! E será da Samsung, a Samsung que os sonystas tanto odeiam kkkkkk, o SSD Samsung 980 PRO…

    Que o choro comece com 700GB livres…

  8. Meu primeiro contato com PC foi em um curso que tinha o MS-DOS, o Windows 3.11 e se não me engano o Word 6.0. Isso no começo de 1995. Na época os programas gráficos não eram vistos com seriedade, maioria absoluta usava o Lotus 123 pra fazer planilhas, Word star pra editar textos, visual foxpro pra banco de dados e outros programas arcaicos. Sinto urgulho do alto dos meus 40 anos dizer que testemunhei tudo isso.

  9. 25 disquetes de 3.5′; era o instalador do Win95 pra quem não tinha unidade de CD. Eu lembro bem o sofrimento que era instalar isso desse jeito.

  10. Nossa. Aquela musiquinha de abertura e de desligar. Sem contar os erros e travamentos, era uma época de novidades e experimentação pela indústria, boa parte era causada não só pelo sistema operacional, mas pela implementação do plug’n’play, apelidado de plug’n’pray na época. E você teve placa da PC-Chips nessa época? Sofrimento…
    Vocês lembram que nessa época os jogos os jogos rodavam tudo em DOS? E no máximo que podia rodar era um campo minado ou jogo de baralho no windows? Daí que nasceu o DiretcX, cheio de falhas e desempenho baixo, no 3D perdia feio para OpenGL e mais ainda pra Glide da 3dfx.

  11. Eu que já tinha visto no trabalho do meu pai os computadores com tela verde que só rodava o DOS. E depois comecei a “brincar” com o Windows 3.1, quando vi o Windows 95 eu quase infartei de tanta novidade e beleza em um SO.

    1. Em 1992 eu fazia curso de MS-DOS nesses monitores de fósforo verde, Wordstar, Lotus123, etc. Tinha um monitor de fósforo âmbar que todo mundo queria usar porque era diferente, rs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *