Carregando...

Oito anos atrás, funcionários da Microsoft faziam o “funeral do iPhone”

No dia 10 de setembro de 2010, há exatos oitos anos, funcionários da Microsoft comemoraram o lançamento do Windows Phone 7, desfilando pelo campus da Redmond, e fizeram o funeral do iPhone e o BlackBerry.

Funcionários vestidos com roupas extravagantes e também carros modificados para incluir a marca Windows Phone, insolentemente alegaram que haviam enterrado a concorrência com o Windows Phone 7.

Bem, estamos em 2018 e sabemos como tudo isso acabou. Com a entrada do CEO Satya Nadella, também veio a morte do Windows Phone, o indiano se desfez de quase tudo que estava relacionado a Nokia e tirou a empresa do ramo de smartphones com a seguida.

Steve Balmer, ex-CEO da Microsoft

Antes disso, Steve Ballmer foi o CEO da Microsoft que vestiu a camisa do Windows Phone e foi ele que comprou a gigante Nokia, mas saiu do carto logo em seguida

Nadella prometeu voltar com telefones diferentes dos que são encontrados hoje em dia, mas que não serão smartphones, seria uma nova categoria de produto. Segundo os rumores, ele está se referendo ao Project Andromeda, uma suposta mistura de PC com smartphone que pode ser dobrado e caberia até no bolso. Ainda quanto aos rumores, tal dispositivo estaria programado para ser lançado este ano, mas foi adiado para 2019.

Enfim, esperamos que Microsoft volte ao mercado móvel com maior força para quem os consumidores tenha mais escolhas, mas que da próxima vez seja mais humilde. A Microsoft quase aniquilou a  Apple na era dos PCs, mas dessa vez a Maçã levou a melhor. Um dia da caça e outro do caçador.

Jorge Henrique
Sou advogado, jornalista e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Faço cobertura em eventos e estou diariamente atento a respeito do universo da Microsoft no que tange aos produtos para os consumidores. Respondo como editor-executivo do Windows Club. Estou no Facebook e no Instagram a sua disposição.