Porque o interesse da Microsoft em comprar o Tiktok já é uma vitória para os consumidores

Não é segredo que a Microsoft é uma das empresas mais ricas do planeta, mas existiu muitas preocupações por parte dos seus fãs após a entrada do atual CEO indiano Satya Nadella. Enquanto a empresa se tornou muito mais poderosa em suas mãos, a marca se tornou mais fraca entre os consumidores.

Muitos tinham o receio da Microsoft se tornar a próxima IBM, e que apesar de possuir contas gordas, esta estava mais direcionada ao público corporativo. Exemplos não faltam, enquanto Steve Ballmer deu o sangue para manter o Windows Phone ou o Groove Music ativos, Nadella assim que tomou a posse fez questão de acabá-los.

Além disso, o Windows 10 hoje em dia é mais utilizado por jogadores ou para o trabalho, apesar que antes na época do MSN era responsável por manter nossos contatos ativos com pessoas longe à distância. O próprio Xbox é o que é hoje devido ao Phil Spencer e é um dos poucos braços que a empresa tem de forte com os consumidores na atualidade.

Por todos estes motivos, recentemente todos tiveram um susto ao saber que a Microsoft pretende comprar o Tiktok, aplicativo que mais faz sucesso entre os jovens na atualidade. Parecia inconcebível que a Redmond tivesse interesse nele, a última rede social que ela comprou foi o Linkedin, mas esta tem o foco corporativo e está sendo muito bem rentável, diga-se de passagem.

Entre 30 a 50 bilhões de dólares, a Microsoft pode adquirir o Tiktok. Isso mostra que ela quer estar próximo do mercado de consumidores. Caso ela consiga realizar a aquisição, do dia para a noite a Microsoft se torna uma gigante das redes sociais e pode até mesmo ter um serviço de vídeos para combater o Youtube.

Por ter um público bastante jovem, e eles irão crescer, então também será interessante prepará-los para a força de trabalho com o Windows e Office, e atém mesmo para o Xbox que perdeu o Mixer recentemente. Além do mais, os dados dos usuários podem ser bem valiosos para a empresa melhorar seus serviços e sua nuvem.

No mais, qualquer passo que aproxime a Microsoft de nós, do nosso dia-a-dia, é sempre uma boa notícia. Não sabemos se ela conseguirá finalizar essa compra tão complexa, mas vamos torcer para que tudo dê certo.

40 comments on “Porque o interesse da Microsoft em comprar o Tiktok já é uma vitória para os consumidores

  1. “O próprio Xbox é o que é hoje devido ao Phil Spencer”
    Kkkkkkkkkkkk
    O philnoquio vem dizendo que vai trazer jogos pro xbox desde que assumiu e até hoje não mostrou nada além de RALO
    O cara caga na cabeça de vocês e vocês aplaudem kkkkkkkkk
    O pior de todos é aquele chief, que mesmo depois do próprio DEUS dele ter o humilhado em público ainda é fanboy de xbox

          1. pq vc não rebate o fato do série x não ter um game sequer que mostre alguma coisa do poder que tanto fazem alarde? vc precisa tentar atacar o PS5…que alias mostrou gameplay…se é que me entende…

          2. Hahahaha há bela game play kkkkk
            Exclusivo real do PS5.
            Pena que esse exclisivo não suporta o game completo.
            Imagina 1 TB de dados de um game de 5 min no ssd mágico de 750 Gb?
            Vai ser lindo

          3. Ah. Eu esqueci, Xbox sx tem mais jogo e exclusivos que o PS5. Segundo sua lógica então não vale a pena comprar PS5 sem exclusivos. É outra, jaja todos estão no PC, esquece PS5 amigo, Sony morreu.

    1. Ao contrario dos executivos do Playstation, que um a um foram mandados para o olho da rua, Phil Spencer foi promovido ao conselho interno da Microsoft.

  2. Nos somos o consumidor final e, quase totoalmente, leigos. Nao temos numeros e valores de bens acionarios….
    Se eles acha um bom negocio, fazer o que ne!!??
    Toda vida desprezei o Minecraft e hj ele transpira lucro para a emrpesa.

    Mas a minha mais sincera e humilde opinao: TikTok é jogar grana no lixo!!!

  3. Tiktok já morreu. Foi mais uma “febre” que não durou 3 meses e agora o Reels do Instagram já tomou lugar, igual o stories fez com o Snapchat

    1. Foi uma “urgência” na venda das operações nos EUA… Senão ele seria tirado do ar. Ele fora do ar, ninguém ganharia nada, com ele terceirizado, a empresa chinesa ainda ganharia com licenciamento, apesar de menos…
      Mas duvido que isso saia do papel… A rede social meio que morreu. Passou a febre, o Reels do Instagram tirou bastante público de lá. Aqui só o tal do Mario “Rói… Letícia, né?” fez bastante sucesso por ser meme, mas mesmo ele já caiu (e isso é um reflexo da decadência no resto do mundo)

      1. Foi uma “urgência” na venda das operações nos EUA… Senão ele seria tirado do ar.

        Então, é isso que acho interessante rss. Parece que fizeram o bloqueio exatamente por isto.

  4. Tik Tok é lixo.

    Mas os jovens gostam, e isso movimenta dinheiro, e a MS visa dinheiro.

    Explicação mais simples que isso acho impossível.

      1. youtube no inicio era raro achar video com mais de 2min.
        Nada impede da plataforma disponibilizar, nem que seja opcional, uma aba para videos maiores, ou vídeos mais bem trabalhados/editados

  5. Tenho falado isso a bastante tempo, do TikTok se tornar uma plataforma para criação de conteúdo de larga escala, o próprio YouTube nos primórdios, só tinha vídeos bem curtos e com pouca ou nenhuma produção, mas essa aquisição do TikTok só sai se o Trump conseguir convencer a AT&T a vender a WBGames para a Microsoft, visto que o Tesouro Nacional Americano, quer ficar com uma fatia da empresa (TikTok) para aprovar a aquisição da plataforma…

    Mas tem pessoas (Çonystas) que comentam nesse nobre espaço que não estão prontos para essa conversa…

    E você que chegou até aqui, se puder lê com carinho meu nickname…

  6. “Muitos tinham o receio da Microsoft se tornar a próxima IBM”

    tinham? eheheheh, microsoft já deixou de ser uma empresa inovadora, agora é só mais usa que presta serviços comuns

    tanto é que nem faz parte do FAANG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *