A Razer é mais recente novata no universo Android, mas não é estranha quando o assunto é hardware monstro. E assim como seus notebooks... Razer Phone tem parceria com a Microsoft, mas é um desperdício usar Android

razer-phone

A Razer é mais recente novata no universo Android, mas não é estranha quando o assunto é hardware monstro. E assim como seus notebooks para games, o primeiro Razer Phone chega com algumas tecnologias de ponta.

Em seu corpo, o Razer Phone parece uma versão sinistra do Nextbit Robin, cuja empresa mãe foi comprada pela Razer neste ano. Ele é construído de alumínio preto, mas possui o mesmo design no estilo de uma caixa. O smartphone conta ainda um sensor de impressão digital embutido no botão power lateral. Mas, em vez de alto-falantes pequenos circulares, as partes da frente e inferior são cobertas com buracos minúsculos. E como já era previsível, o logo da Razer está presente na parte traseira do aparelho.

Como esperado, a Razer anunciou seu novo telefone, dedicado ao jogo. O telefone Razer possui a primeira tela de 120 Hz do mundo com tecnologia Ultramotion, que sincroniza os sinais de GPU com a tela, semelhante à tecnologia gsync da NVidia, evitando atrasos ou rasgamento de tela. 120 Hz é mais que o dobro da maioria dos seus concorrentes.

[youtubee]iDrLw1u4UcE[/youtube]

Ele possui som cinematográfico, com certificação Dolby Atmos e THX, o primeiro smartphone com isso. O Razer Phone traz um processador Snapdragon 835 com resfriamento customizado, 8GB de RAM, duas câmeras traseiras de 12MP com lentes de f/1.75 e f/2.6, bateria gigante de 4.000mAh com Qualcomm Quickcharge 4+ (o que permite que o telefone carregue para 85% em apenas uma hora) que pode oferecer até 7 horas de jogos, 12,5 horas de vídeo e 63,5 horas de música). Possui 64 GB de armazenamento expansível pelo cartão microSD. Tela QHD LCD de 5,7 polegadas (1440×2560) com mesma taxa oferecida pela tela ProMotion do iPad Pro de 10,5 polegadas.

Por que isso importa

A Razer é um dos principais nomes do mercado de games para PC, e está levando a sua abordagem para o seu primeiro smartphone. A fabricante claramente quer que o seu celular de estreia seja uma versão de bolso dos seus laptops, feito para os entusiastas de Android com foco em games.

Para se certificar de que os gamers terão uma experiência completa, a Razer fechou com parcerias com desenvolvedoras de jogos como Bandai, Square Enix e Tencent para entrar conteúdos otimizados. Quanto ao desempenho, atingiu benchmarks mais rápidos do que o Samsung Galaxy S8. A chegada de algo tão robusto e uma potência dos jogos para PC aos celulares merece atenção.

Os jogos otimizados são:

  • “Arena of Valor” da Tecent
  • “Final Fantasy® XV Pocket Edition” da Square Enix
  • “Gear.Club” da Eden Games
  • “Lineage 2: Revolution” da Netmarble Games Corporation
  • “Old School RuneScape™” da Jagex Limited
  • “RuneScape™” da Jagex Limited
  • “Shadowgun Legends™” da Madfinger Games
  • “Tekken™” da BANDAI NAMCO Entertainment Europe
  • “Titanfall™: Assault” da NEXON Co., Ltd. and Particle City, Inc.
  • “World of Tanks Blitz” da Wargaming Group Limited

A Razer também oferece uma loja com temas para que os jogadores personalizem seu smartphone, mudem papéis de parede, pacotes de ícones e cores. Inclui toques personalizados pelo DJ Razer e papéis de parede personalizados inspirados nos melhores títulos jogos do mundo, como “Shadowgun Legends ™”.

Preço e disponibilidade

O aparelho estará à venda por US $ 699 e será enviado a partir dia 17 de novembro nas lojas dos Estados Unidos e da União Europeia da Razer. Não foi anunciado se chegará ao Brasil.

Microsoft Store

Nos Estados Unidos e Canadá, a Razer está em parceria com a Microsoft, que também venderá os smartphones da Razer com uma edição exclusiva e limitada com logotipo verde. Isso mesmo, a Razer sempre foi casada com a Redmond, e assim como o Samsung Galaxy S8, será possível encontrá-lo na Microsoft Store.

Um monstro sem cérebro

arm-love

Com tais especificações de ponta, é uma pena é um tanto desperdício usar o Android (ou apenas o Android), pois tais jogos de dispositivos móveis normalmente não exigem hardware tão robusto. Vai comprar uma Ferrari para andar a 20km/h? Estamos mais ou menos diante dessa situação.

Contudo, a divisão de celulares da Razer está aberta, o Windows 10 completo para processadores ARM será lançado oficialmente até o próximo mês e a Microsoft já disse que voltará aos telefones(não smartphones) com uma categoria nova de produto.

Ah Razer, faz uma máquina dessa rodando Microsoft Store e Steam que a gente conversa, aí sim teríamos o máximo de aproveitamento das especificações nos jogos. Enfim, tanto poder jogado fora.

jorgemoderador

Sou advogado e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Acompanho todos os produtos das Microsoft, inclusive como jogador do Xbox One.

Curta nossa nova página no Facebook!