Sega irá lançar um Game Gear Micro

Bem, afirmaram que a Sega teria uma “bomba” que abalaria a indústria gamer nesta semana. Ocorre que, ela está aqui e não é que a Microsoft comprou a mãe do Sonic ou que o Xbox Series X será lançado com o nome da Sega no Japão – como muitos especulavam. Na verdade, ela irá lançar um Gamer Gear Micro. Esta parece que era a bomba.

Para marcar o 60º aniversário da empresa, a Sega decidiu pegar um de seus sistemas mais famosos e relançá-lo em forma micro. Não é o Dreamcast ou o Saturno; pelo contrário, é o Game Gear portátil.

Uma imagem inicialmente oculta na página de destino da Game Gear Micro também revelou que o sistema chegará em quatro cores – preto, azul, amarelo e vermelho – e será lançado no Japão em 6 de outubro deste ano por 4.980 ienes, ou cerca de US $ 46 ou ainda R$  240.

Mais detalhes, como o  quais jogos serão incluídos (você pode pelo menos ver a excelente versão de Sonic do Game Gear na foto promocional acima), serão lançados ainda hoje e atualizaremos esta postagem quando eles se tornarem disponíveis.

132 comments on “Sega irá lançar um Game Gear Micro

    1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk acho mais fácil se a Microsoft não acordar pra vida o Xbox será o próximo Windows Phone. Mas nrnhuma das duas coisas felizmente não devem rolar.

      1. Sim. Está no site tecmundo
        Não sei postar link
        A Samsung anunciou uma parceria com a Microsoft, que resultou em um programa de assinatura chamado Samsung Access. O programa permite a um cliente “alugar” um Galaxy S20, contratando o seguro Premium Care, da companhia, e mais uma assinatura do Microsoft Office 365.

    1. Isso é o ideal. Os próprios caras da mil grau falam que não representam a comunidade Xbox, mas a galera insiste em descontar na gente da comunidade e na própria MS como um todo a revolta que tem com eles.

        1. A galera que entrar na comunidade sonista daqui pra frente sim, mas a atual acho que nunca vai deixar de odiar a gente.

          1. Não é que eles queimavam a gente, vocês que associavam eles à gente pelo fato de ambos estarem do mesmo lado.

            E tem muito à ver. Essa galera que surgir depois das tretas todas do Xbox mil grau não vai estar tão atolados no hate quanto vocês e acredito eu vão ser mais cabeça fria quando aparecer algo positivo em relação ao Xbox e a MS. Vocês falamqe entram aqui porque o site tem postagens sobre ps, mas a gente observa. A maioria vem aqui quando tem novidade do Xbox. E só pra falar mal

  1. Os jogos do game gear são basicamente master system. Era melhor relançar o portátil num formato mais moderno. Não sei se essa foi uma boa ideia….

  2. Rindo muito da cara dos trouxas que acreditaram que a microsoft tinha comprado a Sega…kkkkkkkkkkkkkk…pior que teve trouxa, achando que podia ser verdade pq a Microsoft comprou a Nokia (a anta pensava que a Nokia era japonesa !! kkkkkkkk)

    1. Querer não é poder. Se fosse fácil, era só comprar a sony e acabou a guerra. Mais fácil a disney comprar a sony pelo spiderman do q a microshitagem.

    1. nem bombinha é se isto é que eles dizem ou nível da ps5 guashshshshsh
      realmente que esta a gerir a sega esta completamente louco.

  3. OFF: Os caras tão querendo matar o chief tentando achar a casa dele kkkk
    uma causa que já não era justa porque não foi ele que postou o bagulho, vai tudo por agua abaixo. As pessoas são muito burras, até quando “tem um motivo bom” fazem a merda errada e se tornando piores do que o que eles estavam “condenando”.

    1. A mil grau tem umas bobagens, mas os caras tem uma legião ali. E defendem a marca mais que a própria Xbox BR. E essa babaquice de comunidade tóxica, geração leite com pêra. Quer ver toxidade, antes em qualquer partida de fortinite em qualquer plataforma.

  4. Não gosto da Xbox mil grau, mas realmente, eles não podem utilizar nome, recursos, e imagem de empresas privadas sem autorização prévia para divulgação ou lucro próprio.

    Provável que o que a XboxBR pediu, seja concretizado se isso chegar aos chefões do Xbox, e mande derrubar o canal.

    Acredito que a tempos eles deveriam trocar o nome de Xbox mil grau, e colocaria o canal: “E é com isso”.

    Ficaria mais engraçado, e não teria nenhum tipo de problema legal.

    É bom ele ver isso rápido… Porque derrubar o canal dele, que é cheio de live e jogatina gravada, pode ser um prejuízo absurdo o cancelamento do canal.

    1. Vão continuar hateando. Eles tem tanto hate que tô vendo até quem não joga videogame ou nunca viu nada sobre a XMG na vida falando deles. A Xbox BR nunca teve tantos likes num poste como o de repúdio a mil grau. Isso é muito louco, saber que um canal mil grau tem mais relevância na internet que veículos oficiais.

      1. Sim, mas independente do que for, é uma dica que eu dou, porque essa parada vai sim chegar aos ouvidos da Microsoft… E se chegar, eles podem legalmente fechar o canal sim. O problema é o nome do canal… Está utilizando nome de um produto de uma empresa privada.

          1. Problema que vocês só vê um post e não o historico de merdas que ele fala…não é de hoje e de anos….

          2. Não “pra vcs”. Eu também não gosto desses tipos de piadas, o cara pode até usá-las pra esconder algo real por trás mas isso não tem como provar porque você não entra na cabeça das pessoas.

          3. Já e mais que o suficiente hj em dia…te garanto que se isso se tornar algo sério…umas coisas que os juízes vão negar fortemente é “Humor Negro”.

            Ele já cansou de dizer que agradece por ter nascido branco pq não gosta de negros…acho que isso é mais que o suficiente como prova.

          4. Vou te falar, sou advogado e posso te dizer que não é nada simples provar racismo, por exemplo, por posts ou simples “falas” na internet.

          5. “Simples falas” não…um monte, o povo já está fazendo compilado com várias vezes que ele faz isso. Como já disse, não é de hoje…ele já e assim a anos.

          6. eu já vi esses compilados. Seria mais fácil imputar apologia ao nazismo se ele tivesse tatoos da suástica, uma camisa, bandeiras, itens materiais. Aquilo alí é facilmente refutado por qualquer advogado ou o próprio réu se souber argumentar.

          7. é pelo que já vi, você vai defender até o limite…racismo hj em dia e se você chegar e matar um negro pelo que eu estou vendo. Fora isso e só falacia, humor negro, liberdade de expressão.

          8. Você é advogado?

            Então se você postula, deve saber que: Se o juiz acata de maneira interlocutória determinada ação, dá agravo de instrumento, é recurso atrás de recurso até o cara provar que ele não é um racista.

            Presunção de inocência é bem dúbia no código penal em nosso país, você como advogado poderia orientar as pessoas a serem mais espertas na internet…
            Pois você sabe bem, que o que a mil grau fez, mesmo como “piada” tem seus riscos.

          9. eu realmente não aconselho. É o jeito deles. Já percebí que eles fazem isso propositalmente só pra “ver o choro”. Uma hora ou outra eles podem deslizar e aí sim tomar uma sentença desfavorável igual aquele processo de 50 k pra voxel se não me engano.

          10. Exato, é isso que eu estava tentando te explicar doutor.

            Por mais que eu não goste deles, essa foi a minha dica para eles tentarem se blindar de quaisquer ações futuras.

          11. Não sei se é… Só sei que ele tem mta grana e financia o canal com donate. kkkkk

            Mas nem é preciso ser advogado para conhecer sobre o direito positivo, postado, do direito patrimonial e de patentes.

            O que pesa para a Mil grau, é usufruir de um nome de uma marca para determinados fins.

            Mas aí, como direito não é uma ciência exata, existe correlações com as jurisdições dos EUA ou brasil para trânsito de julgado…

            Sou cientista, mas sei o que digo kkkkkkkkkk.

          12. Veja meu post anterior sobe críticas sobre a XMG.

            Esse negócio de eles bloquearem até quem ajuda eles… Não é de hoje.

            Já bloquearam até quem, já financiou o canal.

            Não gosto da mil grau não é porque eles fazem estas piadas bestas, ou porque falam mal de playstation.

            Não gosto deles é porque é um canal sem postura até com quem está do lado deles. São fanáticos, não aceitam nada que fuja 1% do pensamento deles.

          13. Adicionando: Eu gosto do Duff do canal Xbox e do Lordneitor… São mais de boa eles.

          14. Não é. Ele investe na bolsa de valores.

            Agora, claro que pra investir na bolsa você precisa ter capital. Um cara que tinha Nintendo nos anos 2000 (ex-DarkTemplar do UOL se não me engano), ou tinha dinheiro, ou tinha um pai que tinha dinheiro, hahaha.

          15. Questão não é esfera criminal, mas cível. Além do uso indevido da marca que o Careca falou tem a questão do dano à imagem. Que aliás foi um dos motivos pelos quais a NZN/Voxel processou o Chief e ganhou.

            No criminal é bastante difícil provar o crime de racismo, porque ele envolve coisas muito sérias. E, se você direciona racismo a uma pessoa específica, o tipo que se aplica é de injúria racial, cuja pena é muito mais leve.

          16. Não “pra vcs”. Eu também não gosto desses tipos de piadas, o cara pode até usá-las pra esconder algo real por trás mas isso não tem como provar porque você não entra na cabeça das pessoas.

          17. Não é, mas é discutível isso.

            Mas reproduzir canecas, usar o logo Xbox para gerar lucro, pode ser sim.

          18. Problema não é a piada você não entendeu.

            O problema é usar o nome xbox para reproduzir canecas, e criar um canal no youtube gerando receitas.

          19. Não cara, você ainda não entendeu.

            Eles podem tomar um processo milionário, e serem judicialmente mandados a fecharem o canal. Simplesmente isso…

          20. bom, se for assim imagina: a maioria dos canais usa a imagem da sony, xbox , nintendo, então eles podem mandar fechar tudo. Poder é uma coisa, fazer é outra.

          21. Sim, eles podem, pra fazer é só não pisar no calo ou chamar a atenção.

            A Xbox mil grau chama muito a atenção… de todos. Tanto positivo quanto negativo. Esse é o ponto.

            Já os outros canais são mais “amiguinhos da galera”.

      2. Esses canais só têm mais relevância porque a Microsoft não se esforça pra fazer canais oficiais bons, tanto aqui quanto lá.

        Porém, o sucesso da Mil Grau fez com que muita gente na comunidade Xbox brasileira passasse a rejeitar esses canais mais “pasteurizados” e procurassem por conteúdo mais “autêntico”. O que é um paradoxo, pois é pasteurização que rende mais views e likes do público casual, não autenticidade.

        Outra coisa que atrapalha é que o pessoal do Xbox não tem dedicação exclusiva pra marca durante o contrato. Por mais que eu goste do conteúdo do Gotikozzy e ache que ele agrega demais ao XboxBr, pro público é muito esquisito ele ser uma das faces do Xbox ao mesmo tempo que mantém um canal independente onde faz suas próprias análises, que podem ou não ser favoráveis à concorrência, além de a plataforma principal dele ser PC/Steam. É como se eu fosse diretor de design da Ford e desse publicamente declarações de que a Chevrolet às vezes faz um trabalho melhor que a Ford.

        Inclusive, agora fico pensando se essa história de jogar jogos da concorrência no Mixer não foi um dos estopins pro Mike Ybarra ser mandado embora da Microsoft.

        Enfim, resumidamente, a Microsoft demorou a acordar quanto à importância de fazer bom conteúdo audiovisual aqui no Brasil (até nos EUA, eu diria) e hoje paga o preço, com canais inadequados tendo mais relevância e atraindo publicidade negativa pra marca.

  5. E a Mil Grau q acabou, a Microsoft finalmente deu um basta, que orgulho dessa empresa. Agora enfim a comunidade Xbox é uma comunidade melhor!

  6. Eu vi hoje a galera passando pano para o Capim depois daquele post patético, fiquei na minha resolvi não me pronunciar em lugar algum. E ele ficou depois chorando e tentando se justificar e piorando a situação dele no twitter, porque o sujeito nunca pode perder nas brigas do twitter e isso é um vício, e a Mil grau e uns fãs burros passando pano para o Capim no twitter, ao invés de alerta-los que existe sim momento que se você não vai falar nada útil, é melhor ficar quieto. A Mil grau deveria se focar naquilo que eles sabiam fazer bem: console wars, flamewars sobre video games e ponto.
    Mas é aquela coisa; Quando uma Pipa pensa que é um Drone acaba desta forma…
    Não poder usar o nome XBOX é humilhante e serão feitos de chacota isso é inevitável.

    A Microsoft tem poder pra mandar fechar o canal sim, relacionado ao conteúdo que eles botaram todos esses anos usando a marca Xbox e lucrando, no qual eles não possuem diretos para usa-la.
    Eu assisti vários vídeos sobre guerra de consoles, assim como apareço aqui para tretar sobre guerra de consoles.

    É normal quando você começa a ser reconhecido e fazer barulho, a criar um conceito no meio de entretenimento (no caso deles video games), que você acabe até sem querer subindo a cabeça com o sucesso e comece a passar da linha do que você entende e passar a tentar chamar atenção em outros assuntos pra viralizar.
    O problema quando você faz coisas que pra você não é estúpida ou nada demais, “é só zoeira” ou a aquela história do “se fosse contrário” e pensa que usando esse argumento você tem razão absoluta, acaba atraindo pessoas estúpidas sim. Assim como vi vários malucos em lives no chat da mil grau falando piadas racistas e outras coisas bem estúpidas, e o Chief não queria banir porque era inscritos (sustento) fingia que não via e continuava a jogar. Sabia que isso ia acabar dando em merda algum dia, mas os caras nunca conseguem simplesmente se retratar.

    Bom é isso galera, um abraço!

    1. Tudo o que você disse, é o que eu falei abaixo. O prolema é esse mesmo, utilizar o nome Xbox para determinados fins. Ele pode perder o canal sim.

      Quanto ao capim, achei uma piada besta, de zoeira, mas ele é burro.

      Fosse esperto ele deveria saber que isso ia apertar pra ele, agora aguenta… Era melhor ter ficado quieto.

      1. O Capim sempre foi burro, eu diria que ele é o lado mais burro da mil grau.
        Um poeta jogando e zerando games no hard e fazendo guerra de consoles, um inutil quando abre a boca pra falar de qualquer assunto minimamente sério. O negócio deles é guerra de consoles. Já vi o Chief dizendo: “O capim é foda, as vezes tenho que falar pra ele pegar leve” Mas não adianta. Passaram pano ao invés de agirem com sabedoria. Se consideram a Mil grau como sustento, “empresa” porque afinal gera lucros. Precisavam de uma equipe por trás, uma de assessoria para dizer o que eles podem ou não escrever por aí ou podem ou não aceitar de um usuário escrevendo em lives.

        O que dizer de caras que dizem fãs de Xbox, fazer uma piada estúpida e racista, e completar dizendo que ia ter choro e se achar um gênio da treta do twitter. Logo em um momento onde todos os espertos e peixes grandes do planeta estão apoiando a causa ou simplesmente ficando quieto. Onde temos Sarah Bond, uma Afro-americana lider e responsável pela Game Pass que virou um simbolo da comunidade Xbox. É sério o negócio, se cai no colo da galera de lá Xbox (EUA). Pode ficar ainda mais humilhante para eles…

        1. Já caiu amigo, segundo relatos já está chegando no phil spencer e até do Satya Nadela.

          O negócio ficou sério, pessoal da XMG não entendeu isso ainda.

          Realmente, Capim quem fez besteira… Se em algum culpado nessa história é ele, não soube fazer a piada no timming certo.

          Se não tivesse esse ocorrido nos EUA, fosse uma piada tempos atrás não daria nada, mas como o mundo está voltado aos olhos do que aconteceu nos EUA, É ÓBVIO que eles terão riscos de problemas com a justiça e de perder o canal.

          1. Tu viu o post do Velberan? Se disse indignado com a xboxbr e cancelou o Gamepass como forma de protesto, achei tão nada com nada.

          2. Ele nem joga Xbox kkkkkkkk. Nada a ver o cara.

            O ponto principal é eles usarem o nome Xbox, fora outras coisas.

            Piadas bestas sempre fizeram, porém essa foi na hora errada, agora eles aguentam…

            Não lamento por eles não.

          3. O que eu mais quero ver é se o Mazinho Sem Pregas irá, enfim, tomar um tiro pelo Chief.

            Ou, ao menos, fazer visita íntima na prisão.

          4. Indignado por quê? Tipo, a Microsoft fez o que dela se esperava. Mais além disso, só processo mesmo.

          5. Microsoft: “Condenamos a postura de canais racistas”
            Velbz: “ODEIO VC MICROSOFT VOU CANCELAR O GAME PASS”

          6. O pior de tudo é que é capaz de o Phil Spencer ainda ter que se pronunciar a respeito, porque ele tirou foto com a Mil Grau na E3 2018 e a Microsoft chegou a custear a viagem deles.

          7. Creio que isso não ocorra, vi um pessoal que já está conscientizado no twitter que o phil spencer nem sabia que os caras fariam isso. Ele não tem culpa, creio que não irá precisar disso.

        2. Assessoria? Você quer que uns caras que nem sequer têm horário pra entrar ao vivo tenham “assessoria”? O máximo que eles têm é o Japa pra editar os vídeos e olhe lá. Ali é o precário do precário. Até o Duff e o DougMad têm hora pra entrar ao vivo e eles não, hahaha.

          Eu acho que eu aqui em casa conseguiria montar uma operação mais profissional que a do Chief. Única coisa que me falta é o capital, mas eu não vou investir num Elgato em plena pandemia.

          Aliás, todo mundo sabe que o Chief só não entrou pelo cano naquele processo da NZN/Voxel porque tem uns loucos/idiotas como Pacta Sunt Servanda que em vez de investirem o dinheiro fácil que ganham na bolsa em coisas produtivas ficam financiando essas tranqueiras. Pacta é a imagem viva desse câncer econômico chamado “especulador financeiro”.

          Também é preciso dizer que, embora toda marca goste muito de ter uns fanáticos que compram tudo que eles vendem (principalmente do lado da Sony, porque tem um número maior de fanáticos), a Microsoft é uma das empresas que menos alimenta a guerra de console e eles já deram umas respostas duras a fanboys do lado deles mesmos até.

          É bom também uns caras como Brambz e Lordneitor ficarem de sobreaviso, pois a internet não se esquece da boa relação que eles tem com a Mil Grau…

          1. São burros e desorganizados e cheio de tretas, mas chamam a atenção é uma espécie de mamonas assassinas versão video game. Porque faço a comparação, porque realmente é o mesmo estilo. Só que lá era anos 90. E hoje estamos de 2020 as coisas mudaram, as pessoas não vão mais tolerar piadas babacas a todo momento, eles se acham fodas e acham que atrair gente lixo é mais foda ainda.
            É fácil chamar de lacração e de frescura, de nutella, quando não é seu filho que vai a escola e sofre preconceito todos dias.
            Até o Trump precisa se retratar várias vezes em twitter. Mas o Capim da Mil grau não pode porque ele é um “anti-heroi” babacão e é “maior que marca xbox”

          2. A referência aos mamonas é justamente em relação ao sucesso rápido e estilo zoado. Independente de eu gostar ou não é tipo como é a mil grau. Mesmo sem querer eu sei cantar uma música dos caras. Por isso fiz a referência. Apenas isso, em relação a tragédia que aconteceu com os caras… Isso foi um acidente.

      2. O Capim sempre foi burro, eu diria que ele é o lado mais burro da mil grau.
        Um poeta jogando e zerando games no hard e fazendo guerra de consoles, um inutil quando abre a boca pra falar de qualquer assunto minimamente sério. O negócio deles é guerra de consoles. Já vi o Chief dizendo: “O capim é foda, as vezes tenho que falar pra ele pegar leve” Mas não adianta. Passaram pano ao invés de agirem com sabedoria. Se consideram a Mil grau como sustento, “empresa” porque afinal gera lucros. Precisavam de uma equipe por trás, uma de assessoria para dizer o que eles podem ou não escrever por aí ou podem ou não aceitar de um usuário escrevendo em lives.

        O que dizer de caras que dizem fãs de Xbox, fazer uma piada estúpida e racista, e completar dizendo que ia ter choro e se achar um gênio da treta do twitter. Logo em um momento onde todos os espertos e peixes grandes do planeta estão apoiando a causa ou simplesmente ficando quieto. Onde temos Sarah Bond, uma Afro-americana lider e responsável pela Game Pass que virou um simbolo da comunidade Xbox. É sério o negócio, se cai no colo da galera de lá Xbox (EUA). Pode ficar ainda mais humilhante para eles…

      3. Vai ser engraçado ele dizer que a Microsoft tá censurando ele, hahaha.

        Como boa capitalista que é, a Microsoft está apenas protegendo sua marca!

    1. Absurdo. Plena pandemia, gente sem salário, sem emprego, e os caras que mais defendem o Bolsonaro na comunidade gamer brasileira lucrando em cima de pessoas que igualmente falam em “fome” e “economia” causados pelo isolamento mas não parecem se importar com nada disso.

  7. Muito legal a ideia. Mas certamente chegará um preço bem inacessível para um console deste tipo no Brasil. Se vier por 250 é venda na certa.

  8. O Game Gear perdeu pro Game Boy na guerra de portáteis por um motivo muito curioso: gastava muita pilha. O GG era colorido e o GB era preto-e-branco.

    Só depois que a Sega tirou o GG do mercado, a Nintendo lançou o seu Game Boy Color… Final dos anos 90 o Game Boy tinha mais de 90% de market share.

  9. Renião dos executivos da SEGA:
    – Estágiario: Por que não lançamos um aparelho defasado e totalmente antiergonomico?
    – Equipe Executiva: Aprovado..

  10. Por isso que certas empresas falem. São coisas como essas, que tem custo de produção. Era melhor ter lançado ou anunciado algum jogo. Para os consoles, XSX., PS5 e um Nintendo. Eu não compraria já mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *