Carregando...

Sony diz “novos jogos só podem ser apreciados no PS5”, a abordagem crossgen do Xbox não é para eles

Depois de semanas de rumores e especulações desenfreadas, a Sony finalmente confirmou quando mostrarão alguns dos jogos exclusivos do PlayStation 5 (e esperamos que o próprio console). Logo após o anúncio, a GamesIndustry.biz postou uma entrevista com o CEO da SIE, Jim Ryan, que forneceu algumas atualizações sobre os planos de PS5 da empresa. Primeiro, apesar da pandemia de COVID-19, o desenvolvimento de hardware e software PS5 ainda está no caminho certo.

Existem engenheiros de hardware que estão trabalhando sem poder entrar na China, onde o PS5 será montado. Isso é meio difícil. Os engenheiros de software que estão criando esses ótimos recursos, que estão criando uma excelente interface do usuário para o PS5. […] E, finalmente, as pessoas que fazem jogos. Nós e nossos parceiros parecemos estar lidando muito bem. E assim estamos no caminho certo. Vamos lançar este no final do ano e vamos lançar globalmente. Estamos realmente ansiosos por isso e será uma explosão.

Quanto ao tipo de jogos que podemos esperar na próxima semana, Ryan rejeita a abordagem crossgen da Microsoft, que permite que títulos de lançamento do Xbox Series X também seja lançados no Xbox One, optando por oferecer experiências que só podem acontecer no PS5.

Sempre dissemos que acreditamos em gerações. Acreditamos que, quando você se esforça para criar um console de última geração, ele deve incluir recursos e benefícios que a geração anterior não inclui. E que, em nossa opinião, as pessoas devem criar jogos que possam aproveitar ao máximo esses recursos.

Acreditamos em gerações, e se é o controle DualSense, se é o áudio 3D, se são as várias maneiras pelas quais o SSD pode ser usado … estamos pensando que é hora de dar à comunidade PlayStation ter algo novo, algo diferente, que só pode ser apreciado no PS5.

Embora saibamos que o PS5 não é tão poderoso quanto o Xbox Series X, a Sony promete algo espetacular e inimaginável para a tecnologia atual. O que chama atenção é a abordagem da Microsoft  é similar aos PCs e tida como mais benéfica ao consumidor já que o público do Xbox One poderá jogar outros jogos além de Halo Infinite sem ter que comprar o Xbox Series X. Acreditamos que os novos consoles não serão baratos, principalmente por conta do dólar alto e crise econômica causada pela CODIV-19.

O que vocês acham?

Jorge Henrique
Sou advogado, jornalista e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Faço cobertura em eventos e estou diariamente atento a respeito do universo da Microsoft no que tange aos produtos para os consumidores. Respondo como editor-executivo do Windows Club. Estou no Facebook e no Instagram a sua disposição.