Carregando...

Sony e Nintendo não são vistas mais como principais concorrentes pela Microsoft

Phil Spencer, líder do Xbox.

Se você nos acompanha há algum tempo, já deve estar ciente de que este dia chegar, e chegou. O chefe de jogos e Xbox da Microsoft, Phil Spencer, revelou que a empresa vê a Amazon e o Google como seus principais concorrentes para o futuro. Falando em entrevista a revista  Protocol, Spencer descarta a capacidade da Sony e da Nintendo de criar uma infraestrutura em nuvem que desafiará a Microsoft, o Google ou a Amazon.

“Quando você fala sobre Nintendo e Sony, temos muito respeito por eles, mas vemos a Amazon e o Google como os principais concorrentes daqui para frente”, diz Spencer. “Isso não é desrespeitar a Nintendo e a Sony, mas as empresas de jogos tradicionais estão um pouco fora de posição. Acho que eles poderiam tentar recriar o Azure, mas investimos dezenas de bilhões de dólares em nuvem ao longo dos anos.”

A Microsoft está realinhando seus esforços em jogos para um futuro muito além do console Xbox. O grande esforço da gigante do software agora envolve alcançar bilhões de jogadores em todo o mundo com jogos na nuvem. O Google já lançou seu serviço Stadia, e a Microsoft está testando seu próprio serviço de streaming xCloud, que deve ser totalmente lançado ainda este ano.

Spencer discutiu anteriormente a ameaça da Amazon e do Google como concorrentes, mas não em termos tão claros. Ele também afirmou anteriormente que o negócio de jogos da Microsoft “não é quantos consoles você vende”, e reconhece isso ainda mais ao notar que a Microsoft não está interessada em entrar em uma futura guerra de formatos com a Nintendo e a Sony. “Não quero brigar por causa da guerra de formatos com esses caras, enquanto a Amazon e o Google estão se concentrando em como levar os jogos a 7 bilhões de pessoas em todo o mundo”, diz Spencer na entrevista do Protocol. “Em última análise, esse é o objetivo.”

Isso significa que a Microsoft está se preparando para futuras guerras de console que ocorrerão em data centers e está pronta para fazer parceria com concorrentes que também podem usar o Azure. A Microsoft fez uma parceria com a Sony no ano passado, e o par parece estar se preparando para hospedar os serviços da Sony no Azure no futuro. A ideia é que a Sony e a Nintendo possam ser clientes da Microsoft.

Os jogos na nuvem ainda parecem estar em um futuro distante, especialmente quando a Sony e a Microsoft se preparam para lançar os tradicionais consoles PlayStation 5 e Xbox Series X ainda este ano. Ambos os consoles da próxima geração vão se enfrentar durante o final deste ano, e a Nintendo ainda está vendo um crescimento positivo com suas vendas do Switch, graças ao novo Switch Lite e já disse que a Sony e Microsoft não geram impacto em suas vendas do seu console híbrido.

Jorge Henrique
Sou advogado, jornalista e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Faço cobertura em eventos e estou diariamente atento a respeito do universo da Microsoft no que tange aos produtos para os consumidores. Respondo como editor-executivo do Windows Club. Estou no Facebook e no Instagram a sua disposição.