Carregando...

Sony explica sua parceria com a Microsoft, os consoles são “um nicho de mercado”

A Sony e a Microsoft assinaram um contrato de colaboração no campo de serviços em nuvem há apenas alguns dias, uma colaboração inesperada que até surpreendeu a divisão PlayStation. Este movimento de dois dos fabricantes mais importantes responde a um movimento estratégico por parte da empresa japonesa para não ficar para trás na corrida do jogo de streaming antes da chegada de novos concorrentes, como o Google Stadia.

“Trabalhamos com serviços de streaming nos últimos cinco anos e há vários aspectos difíceis. A latência da rede, por exemplo”, explica Kenichiro Yoshida, CEO da Sony, as dificuldades que a empresa enfrenta nesta mudança de paradigma de jogo. “Os meios típicos para minimizar a latência são a localização dos servidores mais próximos dos usuários, mas mover os servidores para mais perto de um grupo pode significar aumentar a latência de outro. E também, haverá um processo de codificação no final, e como podemos minimizar o tempo de compressão é outro desafio “.

Da mesma forma, comenta Yoshida, para estes desafios técnicos é necessário encontrar o modelo de negócio certo para o sistema que também serve todos os tipos de jogadores. “Em termos de tecnologia e serviços, há vários aspectos que gostaríamos de discutir com a Microsoft no futuro, especialmente em termos de soluções de streaming. Nós gostaríamos de prosseguir através da colaboração”.

Da Sony, é claro que o compromisso com experiências imersivas apoiadas pela computação física e pessoal fornecida pelos consoles, continuará a ser capital, mas a nova tendência de mercado para serviços de streaming é inegável. “Se você olhar para a indústria de videogames como um todo, o mercado de consoles não é o mais importante, é um nicho de mercado“, diz o executivo. “A tecnologia progredirá e os serviços de streaming funcionarão em paralelo, é o que estamos fazendo agora”.

Jorge Henrique
Sou advogado, jornalista e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Faço cobertura em eventos e estou diariamente atento a respeito do universo da Microsoft no que tange aos produtos para os consumidores. Respondo como editor-executivo do Windows Club. Estou no Facebook e no Instagram a sua disposição.