Temtem, MMO do tipo Pokémon, chegará ao Xbox Series X em 2021

Sabemos há um pouco que a desenvolvedora Crema Games tinha planos para trazer Temtem para consoles, mas agora o estúdio confirmou que Temtem está chegando ao Xbox Series X. Durante o último State of Play da Sony, Temtem foi exibido em um novo trailer previsto para lançamento em 2021. A desenvolvedora confirmou que chegaria ao Xbox Series X, além do PS5.

Procure aventura no adorável arquipélago aéreo ao lado de seu esquadrão Temtem. Pegue todos os Temtem, lute com outros domadores, personalize seu personagem, participe da aventura de um amigo e explore o dinâmico mundo online.

Temtem foi muito criticado por ser essencialmente um clone do Pokémon, mas possui suas diferenças. O que Pokémon não fez foi se tornar verdadeiramente MMO, e esse é exatamente o vazio que Temtem preenche. O trailer não mencionou uma versão do Xbox One. Não está claro se isso ainda está nos planos ou se é exclusivo dos consoles da próxima geração.

No momento, você pode jogá-lo no Acesso Antecipado no Steam e, como observará nas resenhas dos usuários, obteve uma recepção bastante positiva.

As imagens mostradas durante o recente evento State of Play da Sony foram capturadas em 4K a 60fps. Com base no trailer enviado para o canal Xbox do YouTube, os jogadores do Xbox Series X podem esperar a mesma experiência.

Nenhuma data exata de lançamento foi dita ainda, então fique de olho nisso no futuro próximo. Você estaria interessado em experimentar isso no Xbox Series X quando for lançado? Deixe um comentário abaixo.

52 comments on “Temtem, MMO do tipo Pokémon, chegará ao Xbox Series X em 2021

  1. “Temtem foi muito criticado por ser essencialmente um clone do Pokémon, mas possui suas semelhanças.” Ou seja, além de ser a cópia é parecido. kkkk

  2. Sou um grande fã de Pokémon desde a primeira geração.
    Cheguei a jogar de forma competitiva até.
    Entretanto, como abandonei a Nintendo em 2016, nunca mais tive a possibilidade de jogar nada nem próximo a Pokémon.
    Dessa forma, estou muito animado com Temtem.
    Poderia comprar na Steam, afinal tenho um PC Gamer, mas prefiro não “queimar a experiência” no jogo com acesso antecipado.
    Assim que sair a versão “1.0” vou definitivamente dar uma chance. Assim como Grounded.
    Muito legal!!

    1. Eu parei de jogar competitivo em 2016 tbm, que coincidência. Não parei de consumir os portáteis Nintendo mas Pokémon é uma série que ficou muito decepcionante desde a saída do 3DS. A série se cagou tanto que afastou jogador que consome a série há mais de 15 anos, tem que ser ruim demais.

      1. No meu caso não é pela franquia ter decaido e talz, foi mais porque parei de consumir tudo da Nintendo mesmo, aí Pokémon foi junto.
        Mentiria se dissesse que não sinto falta, mas não posso compactuar com esse tipo de modelo de negocio sujo e desrespeitoso com o publico BR.
        O ultimo que joguei foi o Omega Red no 3DS.

        1. Mano, como o Omega Ruby me decepcionou, foi um downgrade feio ter vindo dos 60fps de mundo aberto original pra 30fps(com quedas a todo instante nas batalhas) tudo segmentado, e ainda faltando conteúdo do maior pós game que tinha no Emerald. Aliás, desde 2013 pra mim Pokémon é decepção. Pokémon Black and White elevou muito o patamar de qualidade da franquia tanto em conteúdo, gameplay e história. E o Heart Gold Soul Silver elevou o patamar de qualidade de remakes.
          Pelo menos o Sun Moon virou o jogo com melhor polimento da série no 3DS, mesmo não sendo de longe o melhor da franquia.

        1. Aquilo é o de menos. Os problemas vão muito além de gosto pessoal de mecânicas.
          Eu num gostava das Mega pq quebravam o competitivo. Se vc não usasse já estava perdendo. Tipo o novo tipo de carta de Yu-Gi-Oh, num precisa usar mas se não fizer, vc está em clara desvantagem.

          1. Não acho que “quebrava o competitivo” porque tinha certa variedade, coisa que inclusive aumentou no Omega Ruby e Alpha Saphire.
            Fora dar “chance” competitiva a Pokémons renegados. Por exemplo: Mega Beedrill, Mega Pidgeot…

          2. Megas de caras esquecidos do competitivo foram ótimos. Mas mega de caras já consagrados pra aumentarem o gap entre pokemon útil e inútil foi demais. Uma coisa é ter o Mega Houndoom e Mega Sceptile. Outra coisa é Mega Salamence, Mega Metagross, Mega Mewtwo, Primal Groudon, Mega fucking Lucario, Mega fucking Gengar. Flygon merecia muito mais Mega do que Metagross.

          3. Sim, isso que era foda, pegar os OP e deixar mais OP ainda hahaha…Mega Garchomp era foda, Mega Alakazam…

      1. Esse jogo ganhou mó marketing depois que um cara na “E3 da China” quebrou um PS4 de protesto que aquilo era um Zelda made in China.

          1. esse genshin é assim como o temtem um clone que faz melhor que o original, ele vai ter crossplay em todas as plataformas até com o pessoal do mobile

          2. Caguei se vai sair pra xbox, PC ou Nokia tijolo, segue sendo uma meda genérica, ter online não muda isso.

          3. o jogo tem uma variedade muito maior de gameplay que o zelda, vai lançar para todas as plataformas e ainda vai ter um online com crossplay, pode chorar a vontade que não vai mudar a qualidade que o game promete.

          4. “Variedade de gameplay muito maior.”

            Uma gameplayzinha zoada ripada de 90% dos action jrpg, contra um Zelda, o jogo mais aclamado da geração, que revoluciona a física de ambiente de tal forma que 3 anos depois ainda tem pessoas criando novas estratégias de combate. Mas tem Croxplaxinho pra vc xogar onlinezinho com xeus miguinhox né? Então vai ser um Jogaum hehehe

            Daqui a 2 anos vc da uma olhada pra ver se alguém vai saber da existência dessa merda de Genshin Impact ainda, ai compara com a relevância do Zelda.

          5. “depois de 3 anos tem gente bolando novas estrategias” existem mais de 8 bilhões de pessoas no mundo, tem gente fazendo as mais diversas coisas, tem gente jogando crackdown 3 até hoje e isso não quer dizer nada. vc ta jogando até hoje ? ou a super relevância do jogo é só pra fazer graça na internet e nesses tempos recentes anda jogando um fifinha ou um cod warzone ?

            aprende uma coisa, escrever/falar com desdenho não faz o seu “argumento” ser melhor na verdade demostra justamente o inverso que não tens muito acrescentar, oras se fosse o caso já teria o feito. Esse comportamento pode até colar dentro da sua bolha, mas hoje não.

          6. Jogar é completamente diferente de encontrar novas formas de explorar o combate e a gameplay, não quis dizer que ainda tem nego jogando o jogo por 3 anos, o que, pra mim, é coisa de retardado ficar 3 anos preso em um jogo, mas sim que novas pessoas conseguem encontrar novas formas de jogar mesmo depois de 3 anos, o que mostra a complexidade e a riqueza de possibilidades da gameplay.

            Eu nunca joguei cod na vida, FIFA abandonei há 5 anos, pq é tudo a mesma merda, seu argumento pra “qualidade” do jogo parece ser “é online, então vou poder jogar ele a vida toda, logo é melhor.”

            O resto eu vou encarar como choro porque te dei uma zoadinha.

          7. “O resto eu vou encarar como choro porque te dei uma zoadinha.” se te faz se sentir melhor.

            o meu argumento do ser online então vou jogar pra vida toda, não é o meu argumento kkkk logo não tenho nada pra rebater ai.

          8. Cara, o segredo é ignorar o Zelda pq o jogo tem nada a ver com as mecânicas de Breath of the Wild.
            Entenda como um jogo, só isso.

          9. se nao a xbox studios consegue lancar um jogo com qualidade e gameplay do zelda, o geshin impact vai lancar sim kkkk

    1. Só de não ser restrito a consoles apenas Nintendo e custar mais de R$300, já é melhor que Pokémon. Será que vai ter crossplay entre Series X, PS5, Steam e Switch?

  3. Por favor, não queremos clones de Pokemon ou cópias descancaradas. E muito menos indies. Xbox já ta cheio de indies e pqp, indies é uma PORCARIA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *