Vaza data de lançamento de Tell Me Why

Apesar da Microsoft ter adquirido vários estúdios para desenvolver jogos sob o manto do Xbox, ainda tem alguns parceiros de terceiros que fecha alianças com a Redmond por acordos de exclusividades. Os criadores de Ori e Will of the Wisps são um exemplo claro, apesar de se comportar como se fizesse parte da Xbox Game Studios. Outra parceria que pode ser interessante é com o estúdio DONTNOD, criador de Vampyr ou Life is Strange entre outros, e que nos dará Tell Me Why.

Até agora, sabíamos apenas que o Tell Me Why seria lançado no “inverno” de 2020, sem data ou mês específico, mas o sistema de classificação de Taiwan nos traz boas notícias novamente. Como podemos ver ele está classificado não só como exclusivo da Microsoft, mas se aprofundarmos em seus arquivos, encontraremos a data de lançamento: 1º de setembro de 2020.

É tentador duvidar dessas informações, no entanto, elas já nos deram uma grande notícia no ano passado, vazando a capa real e a data de lançamento de gigantes como o Gears 5, portanto, por ser uma associação governamental, possui credibilidade de qualquer dúvida, com as informações sujeitas apenas a alterações e possíveis atrasos, sempre possíveis.

E não apenas isso, na imagem acima dos dados de Tell Me Why em Taiwan, explica muita coisa, como que a Microsoft (Xbox Game Studios) é responsável pela distribuição ou o fato de ter três capítulos, sim, não esclarece se todos estarão disponíveis nesta data ou se em 1º de setembro será apenas o primeiro capítulo. De uma maneira ou de outra, você pode contar com o Tell Me Why este ano.

93 comments on “Vaza data de lançamento de Tell Me Why

  1. Fiz 1000G ontem no Life is Strange 2. Jogo extremamente politizado, chega a ser chato. O excesso de política acabou deixando a história muito aquém em relação ao primeiro jogo e já vi que esse Tell me Why vai ser na mesma pegada.

      1. – Coloca os imigrantes como coitadinhos e os americanos como racistas e xenófobos;
        – Glamourização das drogas, mostrando menores de idade consumindo drogas como se fosse a coisa mais normal do mundo e incentivado pelos pais;
        – Deixa subentendido que é normal uma mãe abandonar os filhos se ela quiser ser “livre”.
        – Glamourização do modo hippie de viver;
        – Coloca gays, hippies, negros/mestiços, militantes de esquerda, imigrantes como os bonzinhos e coitados e coloca os brancos e americanos, principalmente os do sul, como os verdadeiros filhos da p***;
        – Vive colocando os policiais como pessoas insensíveis e preconceituosas;
        – Coloca os cristãos como fanáticos e anti-ciência de forma bem caricata;

        1. Entendi, como não sei muito bem como funciona os EUA não sei dizer o que tem de real e o que tem de politizado mas sei que acontece bastante disso lá e se você pegar cada ponto que falou e observar melhor até que são bem críveis.

          1. E é o tempo todo isso. Seja em filmes, livros e jogos o autor tem que se preocupar em contar uma boa história, se vc meter ideologia demais no meio acaba perdendo a mão, seja de direita ou de esquerda.

          2. E é o tempo todo isso. Seja em filmes, livros e jogos o autor tem que se preocupar em contar uma boa história, se vc meter ideologia demais no meio acaba perdendo a mão, seja de direita ou de esquerda.

    1. Segundo os devs, eles foram atrás da comunidade LGBT+ pra ser fiel a essa comunidade. Vai ter muita política envolvida nisso, é um game voltado para os LGBT+ e esquerdistas.

      1. Ele foram atrás de pessoas trans ué, se o jogo tem isso deve ser retratado com respeito e fidelidade.

        Vale a pena jogá-lo, pode ser que você saia da sua bolha política e note que existem pessoas diferentes a sua volta e que estão cagando para em quem você votou.

          1. Parece loucura né, o jogo nada está relacionado com direita, esquecia, cima ou baixo. Já querem estragar essa obra por bobagem.

          2. Acho que as pessoas estão doentes, tudo é motivo de ódio, crítica e ninguém pode ter opinião própria. Qnd vejo certos tipos de comentário eu fico imaginando o quanto aquela pessoa tá repleta de ódio na alma, faço é me afastar desse tipo de gente.

          3. Vc esta se contradizendo no seu primeiro comentário. O Tell Me Why ñ é jogo e se uma “obra” em outros tipos de jogos ñ é obra mas é só um jogo ! Respeita a comunidade game e os escrito WC ninguém quer sabe com quem vc dorme.

          4. O jogo ao que tudo indica é por um homem, ele só nasceu no corpo de mulher.

            Se você é homem e nasceu no corpo de homem, agradeça de joelhos para Deus. Contudo, nem todos têm a mesma sorte e precisam enfrentar os fanáticos religiosos, pessoas sem instrução e sem empatia.

            Existem gays cristãos também, têm família também. A existência deles não é ofensa para qualquer cidadão de bem.

            Por favor, tire a bandeira de Gears antes se manifestar dessa forma, está sujando a imagem do jogo e da Microsoft. A dona do Xbox utiliza até a bandeira colorida e é a favor da diversidade. Estamos em 2020, e se nem uma pandemia te ensina que você não é melhor que ninguém, é caso perdido.

          5. “Existem gays cristãos”
            É o mesmo que dizer “vamos subir pra baixo” ou então “mais menor”
            Se o cara é gay ele não consegue acreditar em Cristo nem na salvação e em toda sua trajetória de ensinamentos

          6. É a forma de eles agredirem as pessoas, depois querem respeito. ( veja a agressão que ele vez a minha pessoa ) ñ é a primeira fez que o dono do SITE o Sr Jorge faz isso.

          7. Vcs são os primeiros agride a sociedade só respeita. Ex: ( enfrentar os fanáticos religiosos, pessoas sem instrução e sem empatia. ) Um pessoa nasce homem ( macho ) ou mulher ( Fêmea ) se a pessoa que se transforma o problema é do mesmo. Ñ existem “gays cristãos” pois ser cristão ñ é só ler a bíblia ou ir a igreja ( Mateus 7:21-23 ) Existem gays militar no exercido, aeronáutica e marinha e na sociedade em geral mas vamos para de agredir Sr. Jorge. Eu tenho um casal de amigos homossexual e nunca tive problemas com eles pois Respeito é bom e todos gostam.” Por favor, tire a bandeira de Gears antes se manifestar dessa forma, está sujando a imagem do jogo e da Microsoft. A dona do Xbox utiliza até a bandeira colorida e é a favor da diversidade.” mas ela se ta o respeito diferente de vc ( Por favor, tire a bandeira de Gears antes se manifestar dessa forma ) respeita o meu pensamento Sr. Jorge ( Estamos em 2020, e se nem uma pandemia te ensina que você não é melhor que ninguém, é caso perdido.)

          8. O cara realmente acredita que não se pode ser cristao e gay. O que falar com um ”ser ” desses

          9. A sua agressão contra a minha pessoa e a sociedade religiosa vai sair caro para vc ? Eu já Printei o seu comentário de agressão, ( enfrentar os fanáticos religiosos, pessoas sem instrução e sem empatia. ) Redes sociais: Facebook.
            Instagram.
            LinkedIn.
            Twitter.
            WhatsApp.
            Facebook Messenger.
            YouTube.
            Snapchat.
            Google+
            Pinterest.

        1. Não é questão de sair de neuma “bolha política” é questão de vcs respeitarem os outros como exemplo cristão famílias constituida de homem e mulher e filhos que vcs serão respeitados.

          1. Disse tudo colega. Querem ser colocados em um pedestal e serem intocáveis naquilo que defendem, tendo necessidade de até constituir leis para coibir outros pensamentos conservadores e divergentes.

          1. É bom também, tem alguns momentos explode cabeça massa, mas não chegou a superar o primeiro jogo.

          2. É o que eu mais gosto, o cara abaixo falou que é monótono, mas ele é bem agitado sim, eu diria que mais do que o primeiro, porque no primeiro você tem aquela coisa de votlar no tempo, nesse não, é escolher e seguir e arcar com a consequencia, não tem tantas situações como no primeiro, mas as poucas que tem são bem intensas, se prepara pra chorar ali, as músicas também são mais “sofisticadas”, roqueiras e melancólicas, nesse jogo que eu conheci algumas bandas ótimas.

          3. É o que eu mais gosto, o cara abaixo falou que é monótono, mas ele é bem agitado sim, eu diria que mais do que o primeiro, porque no primeiro você tem aquela coisa de votlar no tempo, nesse não, é escolher e seguir e arcar com a consequencia, não tem tantas situações como no primeiro, mas as poucas que tem são bem intensas, se prepara pra chorar ali, as músicas também são mais “sofisticadas”, roqueiras e melancólicas, nesse jogo que eu conheci algumas bandas ótimas.

          4. O before storm é uma bosta!
            O original foi muito bom e com reviravoltas tops, o resto foi bem bunda

          5. Joguei a DLC, é um capítulo só, nem conquista tem. Não acrescenta nada pra história. Joguei porque comprei a versão com tudo. Pra pegar separado não vale a pena.

    2. Concordo. Não consegui sequer terminar esse 2.
      Não tenha dúvidas que TmW será horroroso e aí de você se reclamar……será taxado de homofobico e coisas do tipo.

  2. Fiz 1000G ontem no Life is Strange 2. Jogo extremamente politizado, chega a ser chato. O excesso de política acabou deixando a história muito aquém em relação ao primeiro jogo e já vi que esse Tell me Why vai ser na mesma pegada.

  3. Parece um bom jogo, mas eu tava mais interessado em uma data de lançamento para o 12 minutes. Foi um dos jogos que mais me chamou a atenção na E3

  4. 23:59 – Bleeding Edge 67

    “Ainnnn mais um lixo amarelado chegando no Xbox ainnnn”

    00:01 – Predator Esgoto Grounds 57

    “Ainnnn vou jogar (SQN) e tira minhas próprias conclusões ainnnn”

    1. Ponysta não tem um dia de alívio, mal debocharam da nota, e sai essa bosta; tentaram spoilar Red Dead 2, tomaram com Spoilers do The Lesbian. Não tá fácil para os pampers.

      1. Sai uma piroka da bunda deles e já entra outra mais grossa e cabeçuda, sem alívio, sem descanso, ritmo frenético e constante ???????

      1. o final desse eu achei melhor q o 1, pelo menos na minha escolha, eu tbm nao tava curtindo nao, ai dps q vc chega proximo ao final começa ficar bom, o mlk é mto novo pra usar poder, ai fica mo cagada a historia por causa disso

      2. se vc usar o save do primeiro ai o jogo meio q fica igual o fim deele, oregon fica destruído se vc nao sacrificou a chloe isso eu achei legal, mas o melhor click and play q joguei foi the walking dead season 1, the wolf among us é bom tbm, alias o batman the evil within e o batman tell tale series tbm usam o mesmo save, jogo muito chato na boa, mas é 1000g garantido se vc terminar

  5. Mas é o jogo dos criadores de Life is Strange, ótimo, adoro o primeiro e o Before the Storm (não joguei LiS2), deve ser jogão, que o zé cagão tá falando mal por ser do Xbox.

  6. Eu gosto de acessar o Windows Club porque, em função do foco na plataforma Xbox, esse site acaba trazendo ótimas informações acerca de lançamentos, promoções e etc.
    Mas a área de comentário é um tanto bizarra. Eu que jogo nas duas plataformas não tenho problema nenhum em visualizar as vantagens e desvantagens de cada uma. Mas acho bem curioso o fato de que, a cada lançamento que fazem do console da Sony, principalmente TLOU 2, oa comentário tem cunho despreciativo sexualmente falando (The Lesbian of Us ou algo parecido), seguido de falas como “filminho”, “fecha em 4 horas” e “sem multiplayer”. E de repente uma reportagem que fala sobre um jogo que é voltado para história e sem multiplayer é ovacionado só porque está sendo lançado para o Xbox. Além disso, há uma briga se desenrolando nos comentários em função da história de The Life is Strange 2 por ter essa temática que lida com a sexualidade. Que bom que existe pessoas com empatia para não julgar os outros. Mas só quando está sendo retratado no Xbox? Meio estranho. Além disso, o papo de direita e esquerda, azul e verde. Como não sou daltônico vejo as duas cores.
    É curioso ver isso. Ainda bem que posso jogar TLOU e God of War, bem como Ryse, Quantum Break e Alan Wake. Posso jogar Gran Turismo e Forza Motorsport. Porque o que é bom merece ser jogado. E que acabem com os exclusivos e ganhem seus clientes oferencendo bons preços e serviços.

  7. Joguei o 1 Life IS Strange e gostei muito apesar de alguns simbolismos, já o 2 não interessou porque não quero porcaria de política tentando me doutrinar na vida real imagina numa merda de jogo. Por isso não me interessei em jogar , já esse se não tiver doutrinação e for uma história apenas vou conferir. Hoje em dia tá difícil achar jogo que não te enfia doutrinação ou te enche de simbolismos. Como disse “na minha opinião e gosto”

  8. Mais um jogo merda que não vou jogar!!! Igual ao the lesbian… Meu dinheiro nesse jogo nunca! A sorte deles é que essas merdas são patrocinadas e ninguém fala!!! Merda de jogo e foda-se quem não concorda!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *