Windows Phone depois de amanhã (no Brasil e para consumidores)

hp-elite-x3-logo

É hora de falar sobre o Windows Phone ou Windows 10 Mobile. Vamos explicar a estratégia da Microsoft atualizada com as últimas informações recebidas através do memorando e do Windows Central.

Antes de tudo, entrei em contato com outros blogs brasileiros sobre Windows Phone para cobrar um posicionamento mais definitivo da Microsoft para o Brasil. Atualmente está muito nebuloso, e os fãs precisam saber, mais do que ninguém, o caminho que o sistema irá ser conduzido nas terras Tupis.

Estratégia de sempre

A Microsoft continuar a apoia o Windows 10 Mobile (apps e atualizações são frequentes), além disso já falou reintegradas vezes que irá lançar pelo menos um “smartphone” para aproveitar o diferencial de uma plataforma unificada, ok, estamos cansados de ler isso.

O Surfaces não eram bem vistos em seus primeiros reviews, os concorrentes  criticavam, os dispositivos já foram mortos pelo reviews, mortos também por analistas, mas hoje se tornaram sucesso e transformou a Microsoft em líder de dispositivos híbridos. Tornou o iPad um dispositivo ultrapassado, e fez com que a era “pos-PC” fosse liderada pela própria Microsoft e não por smartphones/tablets com outros sistemas operacionais.

Todas as péssimas criticas foram para o ralo, e hoje é um produto de sucesso. Destarte, isso ocorreu não apenas pelo fato da Microsoft lucrar muito com a linha Surface, mas principalmente por ter inspirado os concorrentes a seguirem o seu modelo.  É exatamente isso o que Nadella quer fazer. Exatamente!

1. Criar um novo dispositivo para abrir um novo nicho que será híbrido entre smartphone e PC, são declarações de Satya Nadella, CEO da Microsoft.

2- Tal dispositivo será top de linha. Poderão ser em três aparelhos para perfis de usuários diferentes: consumidor, empresa e entusiastas.

3- Chegará com a Redtone 2 no início de 2017 para brigar indiretamente com a próxima geração do iPhone e Samsung. Digo indiretamente, já que  a Microsoft tende a criar um novo nicho, logo não terá um concorrente direto.

3- Segundo o Windows Central, o Brasil e a Índia estão fora da primeira leva.

No Brasil e Índia

Brasil-Bandera

Nadella tinha dito que o foco do Continuum seria os países emergentes, estranho que a lista do Windows Central excluiu estes dois países.

Segundo o site, o Surface Phone deve ser lançado apenas nos países onde já está disponível a linha Surface. Ora, a Índia já possuí os Surfaces. Então temos uma confusão para os indianos.

É claro, não contamos que este aparelho chegue aqui no lançamento, principalmente se a nossa economia não melhorar. Mas isso pode não ser problema.

A linha Surface não chegou ao Brasil? Mais ou menos, não chegou o Surface, mas dispositivos híbridos de outras fabricantes inspirados nele chegaram. A intenção dele é justamente motivar fabricantes a explorarem isso. Não é pecado cobiçar diversidade de hardware e preços!

Atualmente, para o Brasil temos as fabricantes possíveis: Vaio, HP, Acer, Alcatel e BLU. Podemos ver ver que, principalmente, serão fabricantes de PCs que deverão vender esses “novo modelo de PC” que o Surface Phone deve trazer.

Mas claro, ainda não temos nenhuma confirmação que lançarão no Brasil. Foi justamente por isso que entrei em contrato com outros blogs para pressionar a Microsoft a esse respeito.

Se os aparelhos das fabricantes fossem lançados por aqui, eu não me importaria com a nova estratégia da Microsoft. Até agradeceria, o HP Elixte x3 é um sonho de consumo, tem gente que o prefere ao invés do Lumia 950 XL!

A posição atual da Microsoft Brasil é que vão lançar os novos Lumias no nosso país. Sem data, sem anúncio de parceiros, sem nada de outras informações oficiais. Isso que complica.

Windows Phone é só para empresas?

vaio-windows-10-mobile

Nadella busca a perfeitção. Para a Microsoft, o Windows 10 Mobile não é perfeito para os consumidores, por exemplo, o público jovem utiliza bastante o Snapchat, e ele está ausente. Entretanto, o sistema móvel é perfeito para as empresas pela segurança, suporte da própria Microsoft e Continuum.

Não foi por caridade ou “doações financeiras”  (exemplo, Nokia) que a HP e Acer quando buscaram aparelhos com Windows 10 Mobile e rejeitaram o Android. Estas empresas fizeram uma pesquisa no mercado e notaram que as empresas parceiras cobiçavam o produto desse nível.

Além disso, o Lumia 650 é vendido como se fosse para o público empresarial. Diante de tudo isso,  a Microsoft esqueceu dos fãs e desistiu de tudo? Não.

Todos os novos dispositivos, inclusive o HP Elite X3, é vendido como “público empresarial e fãs”. No memorando também vimos estas declarações.

O Windows 10 Mobile, hoje, é um sistema corporativo e para apaixonados pela plataforma. Ele é perfeito para esses públicos, mas para os consumidores a Microsoft não desistiu, só está preparando para lançar “O Plano B”. Para obter êxito, terá que vencer com as empresas (setor que ela domina) e fazer com que a Plataforma Universal decole (até agora está indo muito bem).

Pelas ideias de Nadella, o Windows 10 como plataforma universal é tão forte que ele por si só conseguirá os aplicativos que deseja sem precisar sangar mais ainda a Microsoft com a divisão móvel que não decolou. Até agora, apesar das críticas, isso gerou efeitos muitos significativos.

Será que ele conseguirá o Snapchat, por hora, acredita, a Microsoft não está se importando com este aplicativo. Ela tem que focar é no seu diferencial. Em ser diferente, e não tentar a igualdade. 

O que o Surface Phone quer fazer?

surface-phone-teclado

Enterrar, a longo prazo, os smartphones convencionais. O Surface fez isso com os tablets e o Surface Book tem feito isso com os notebooks. Por incrível que parece, a Microsoft tem conseguido.

Alguém realmente precisa de um PC no bolso? A Microsoft vai ter que convencer, vai começar pelos fãs da marca e público empresarial. Se for mais um Surface com sucesso, ela partirá para o ataque aos consumidores convencionais.

Surface Pro e Surface Book são dispositivos de nicho, mas que o consumidor “padrão” será bem feliz ao utilizar um equipamento assim, sem dúvida alguma será. O iPad Pro é de nicho também, com um apelo pelo mercado empresarial, é assim que  normalmente começa. O próprio iPhone já foi de nicho.

O Surface Phone chega com a ideia de reduzir custos, por exemplo, imagine uma empresa onde não será preciso comprar computadores, já que os celulares da própria empresa fazem as duas funções, isso é algo extremamente vantajogo. Também pode ser vantajoso para o próprio consumidor. Além disso, deve trazer poder de fogo dos PCs.

O Surface Phone pode ser na verdade um Surface Mini que faz ligações e que cabe no bolso. O potencial de programas e jogos que não estão presentes no Android ou iOS é fantástico. E não só terão benefícios do passado, o Xamarin e a Windows Store no Xbox One podem trazer algo interessante..

Se o Surface Phone não foi lançado hoje, é por problemas de software ou de hardware. Algo que a tecnologia atual ainda não está capacitada. Se não, teria lançado, é lógico

Finalmente, esperamos que a Microsoft crie o dispositivo que todo fã do Windows sonhou. Tudo parce ser lindo, mas estamos no Brasil, em uma época difícil. Tenho muita fé nessa estratégia que já foi bem-sucedida. Para Nadella será questão de honra provar que Ballmer estava errado, acredito nisso. Porém, o problema é a demora que os novos dispositivos sofrem para chegar ao Brasil. Nós somos um dos mercados com mais fãs, e merecemos estes novos dispositivos interessantes.

155 comments on “Windows Phone depois de amanhã (no Brasil e para consumidores)

  1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    mas, tchê!

  2. Ainda usaria um Windows mobile, mas de fato dps de todas declaração o Windows morreu pra o Brasil. Duvido muito que alguém compre algum aparelho, mesmo usado. Uso Windows Phone/Mobile 10 faz uns 5 anos e não vejo mais pq usar, pq acredito que não teremos mais apps, nem a esperança de ter, apesar de ter o PC. Pior que Android n da pra q usar, muito ruim , jeito é ur de IOS.

      1. Descordo . Por falta de aplicativo simples e funcional no sistema causa isso . Não vai vender o kra pega um iPhone da caixa e tá tudo lá funcionando bonito por ex um simples facebook ou telesop que e hoje usado como forma de trabalho e no wp não funciona como deveria ou não tem . Acho que o mais correto é cuidar do sistema win10 móbile e quando tudo tiver ok voltam a vender porque hardware nunca foi o problema .

  3. No site Tudo Celular o povo esta feliz com esta matéria, afirmando que já foi tarde, sinceramente, não entendo como pessoas ficam felizes por uma empresa “deixar” um país, e aceitar numa boa o monopólio, sério, isso esta ocorrendo, estão felizes, eu fico me perguntando o motivo, maioria ali nunca comprou um aparelho com o Windows Phone, mas, sinceramente, a matéria do Windows Central não deixa qualquer respostas, só por que não mencionou o nome Índia e Brasil, é por que saíram do país? Estranho, não é mesmo, ainda mais se falando da Índia, pois se a restruturação já estava nos planos, qual sentido era lançar o 650 por lá? Meio fora de lógica, a única reclamação dos indiano é que o 650 estava caro pelo o que ele oferecia.

    1. Estranho isso vir de você, um cara que deseja e prega que só os produtos e serviços da Microsoft são bons e que tudo que o Google faz é lixo. Bem, se for um monopólio da Microsoft tudo bem, já que ela é uma empresa de deus, já o Google e a Apple são empresas demoníacas e devem ser combatidas pela Microsoft.

      1. Errado, eu nunca preguei monopólio da Microsoft, eu apenas falo o que penso, e claro que irei mencionar sobre produtos da Microsoft versus Google, única coisa que eu menciono é que Android não é este sistema bom e não é mesmo, fácil de invadir, provado por evento patrocinado pela própria Google, aliais, não tem mais este evento, anos e mais anos o Android sendo o mais invadido. Cheio de falhas de segurança, sempre afirmei e afirmo que a Google nunca desenvolveu nada do zero e sim comprou que é o caso do Android, é um sistema Open Source mais fechado que existe e isso não sou eu quem diz e sim sites que abordam a comunidade Open Source. Apenas falo isso, nunca afirmei que o Windows 10 Móbile tem que ser o mais usado, e sobre os serviços da Google, sim os da Microsoft são superiores, o Google Drive é inferior ao OneDrive e isso existem vários comparativos, Office é superior ao aplicativo de escritório da Google sim. Entre outros, isso é querer monopólio?

        1. GoogleDrive é superior ao OneDrive, tem recursos que no OneDrive não tem. GDrive é superior vide resenhas na AppStore bah e serve pra todos os GAPPS exceto Office

    2. eu fico muito feliz pq verei choro de fanboys, leia-se um tal de erivelton daqui. O cara fala que até ficaria sem celular, mas iria pro android ou iOS, mas é foda pq eh um sistema que tinha (pra mim tinha, passado, ja nao tem mais chances de se recuperar) muito potencial, muito mais que android e iOS, e eh uma concorrente a menos…triste. Quem perde somos nós

  4. O texto é bom mas tenho uns poréns:
    Os surfaces estão vendendo? Sim, mas são comprados por pessoas que querem um PC/tablet pra trabalho e estudo. Será essa a nova estratégia do surface phone? Pode ser, mas e para os velhos e bons aplicativos, a pessoa nao poderá usar o dispositivo para tal finalidade. Entao será mais lógico ela ter um surface e um iOS ou android ou ter apenas um surface phone?
    A microsoft vai investir no mercado corporativo nos países de primeiro mundo, mas, nesses países os celulares que dominam são os iphones. Será que vai conseguir desbancar? Acho que não. Novamente é mais facil ter um IOS ou android e um surface pro.
    Voltando aos apps, como vai ficar a situação do brasil e dos países que ela vai deixar? Apps de banco e etc? E os apps que só servem para celular? Truecaller, whatsapp e varios outros? Querendo ou nao o marketshare do windows mobile vai diminuir (ja diminuiu ne?) e muito. Será que essas empresas vao continuar com seu suporte? “Ah…mas as outras marcas vão lançar? Vão? A unica que faz windows phone que é um pouquinho mais conhecida é a BLU, mas quem é BLU perto de Samsung ou LG? Sem suporte das grandes marcas nao acredito que dê certo.
    Sim, o futuro dirá se vai ou nao dar certo, mas mais uma vez o windows phone foi para o “em breve”.
    Foi do 7.5 pro 8.0. Do 8.0 pro 8.1, do 8.1 pro 10 mobile. Agora ja estamos esperando a redstone 2….

    Dificil assim né? E lembrando por fim. qual foi a ultima empresa que apostou no corporativo e tinha seus diferencias em relação até ao iphone? Blackberry…O que aconteceu ? Foi pro android….

    1. O problema é, ela não falou que irá deixar o Brasil, só não mencionou o nome, então por que no site tem ainda a foto do 950 e 650 e embaixo tem o Breve, se fosse verdade, ela já teria removido.

      1. Mas eles podem vir, concordo, mas depois disso acabou. Nem em outros paises terá lumias, só surface phones, e estes MUITO PROVAVELMENTE não virão pro brasil. E mesmo que venha, será para um mercado de nicho…poucos vão comprar e voltará ao mesmo problema que eu acho..marketshare, apps so pra celular, e um possivel caso blackberry 2.

        1. Sabe o erro da Microsoft, é ela não vir a público, esta matéria é apenas tirada do Windows Central, e isso é tudo suposição ainda, ela tem que vir a público deixar claro, a Xiaomi veio a público e deixou claro que não lançará aparelhos aqui, então para mim continua sendo suposição.

    2. Interessante seu ponto de vista. Na minha visão não haveria grandes problemas na questão dos aplicativos no caso de um hipotético Surface Phone. Se ele vender quase tão bem quanto a linha surface atual no EUA, isso já vai representar um aumento considerável no share naquele país, o que colocará muito mais pressão sobre os desenvolvedores, fazendo a roda girar.

      Sobre o mercado corporativo, é bom lembrar que os aplicativos universais facilitam o desenvolvimento de soluções na empresa que já utiliza majoritariamente Windows. Você pode ter um pacote completo de soluções, englobando nuvem, desktop e mobile, uma mesma linguagem de programação, etc, tudo se traduzindo em menores custos, o que é sempre um bom argumento de vendas.

      Acredito, por fim, que é apenas uma questão de prioridade. O Ponto Frio postou em seu twitter que “os Lumias estão voltando”. O Magazine Luiza fez uma enquete sobre o S.O. móvel favorito. Acredito que são fortes indícios de que a Microsoft vai trazer novos aparelhos para o Brasil, possivelmente apenas no varejo online, embora não seja sua prioridade. Ela precisa fazer isso para não deixar o share desabar a ponto de desestimular a continuidade dos apps que já existem no Brasil. Mas ao invés de investir tempo e recursos no desenvolvimento de aparelhos de baixo custo para atender países como o Brasil, vão investir pesado nos EUA. E ganhando participação ali ela ganha o mundo, pois fazendo sucesso no principal mercado do planeta é muito fácil atrair nomes como Samsung e LG, que poderiam espalhar estes novos aparelhos inclusive no Brasil, como foi com a linha Galaxy.

  5. Sou a favor de organizar um movimento (via Twitter e afins) para pressionar a MS para que ela faça um posicionamento mais preciso sobre o Brasil. Pois tudo que temos agora, como o próprio texto diz, é nebuloso.

    1. Na boa, acho que vai ser aquela resposta bem superficial como sempre. “Em breve”, “Não abandonamos o Brasil”, “O Brasil é importante para nós”, ou seja, nenhuma resposta que nos dê algum norte.

      1. Sim, concordo. Mas podemos “chiar”, a Microsoft tem que saber, ao menos ter uma pequena noção, que os usuários e consumidores do lumia no Brasil não satisfeitos com o que foi apresentado.

  6. Meu lumia 1520 ta como aparelho secundário, estou usando um redmi 2 pro como primário mas com uma boa noticia eu pego meu lumia de volta. Até agora só notícia ruim….

    1. Xiaomi não irá mais vender aparelhos no Brasil, ela deixou isso claro, no caso desta matéria, estão supondo isso por que não mencionaram o nome do Brasil.

      1. Pois é mas pelo menos o redmi não me deixa na mão quando eu preciso tirar uma simples foto e a câmera buga no 1520. se pelo menos conseguissem fazer um app de câmera descente, já estava bom pra mim. Vou esperar o windows 10 mobile ficar realmente pronto e atualizarem as firmwers para voltar a usar o meu lumia.

          1. Olha que se ela vender com Windows pode até ser uma boa, ela tem nome e o mercado ta sem Windows.

          1. Obrigado, não conhecia realmente: alguma previsão de eu conseguir comprar ele numa Casa Bahia, Magazine Luiza, Ponto Frio, etc.? 🙂

        1. Com certeza.
          E já que ela estava mandando uns laptops para a Positivo montar aqui (uns beeeem caros hehehe), poderia aproveitar e mandar o Phone Biz também.

    1. Aliás, ainda curto bastante o Ativ S.
      E já tive um aparelho da LG ainda com Windows Mobile 6.5, e achei uma pena ela não ter liberado o Lancet pra nós brasileiros.

  7. Bom, para nós fans que sabemos importar não teremos problema para adquirir um Surface phone, meu L950XL chega essa semana lá dos EUA (antes que perguntem saiu por 2700 “Dilmas” e comprei pelo Ebay) . Acho que a microsoft não vende aqui no Brasil aqui a principio pq ela não tem culhões no ramo de celulares para fazer que nem uma Apple da vida e vender o celular a quase 4 mil reais.

    1. Problema é que para a maioria das pessoas R$ 2.700,00 já é demais. Meu exemplo: eu uso muito o celular para pedalar (mountain bike). Então vou gastar horrores num aparelho que num tombo pode quebrar ou então posso ser assaltado numa curva da estrada? Em tempo: tenho um Microsoft 640XL e gosto muito dele!

      1. Subtotal US$449.99 (valor que eu paguei no celular pelo Ebay)

        Serviço e Entrega US$43.50 (valor do frete pela empresa intermediaria que eu usei pra trazer para o Brasil)

        Imposto Alfandegário US$237.11

        Total US$730.60

        1. Muito Obrigado. Eu até pensei em comprar um Lumia. Inicialmente um 930 mas com os rumores da linha x50 eu preferi esperar. Quando saiu eu fui ver se tinha os apps que uso no meu cel android. Infelizmente não tinha. Uso os serviço da Microsoft no meu cel. Eu gostaria muito que essa plataforma decolasse. Vamo ver com o Surface Phone se algo vai mudar. De qualquer modo, quando ele sair eu vou comprar, importando msm pra experimentar. Valew man.

    2. o problema que eu vejo como fã, é que eu posso comprar um aparelho caro.. mas se mais ninguém pode como ficam os apps locais? Por exemplo, os bancos… se os devs não produzirem os apps universais, o pouco suporte que tempos pode sumir com a diminuição dos usuários… Eu HOJE não teria coragem em gastar mais de 2000 reais em um aparelho que não sei o futuro aqui no Brasil…

        1. Ok,,,
          Valeu, por me lembrar que é o dobro do que digitei,,, rs rs rs

          e pior,
          aqui somaram o frete antes de calcularem o imposto…

          Sem dúvida, estamos em um país comunista.

          1. Pelo menos em uma coisa tenho que concordar com vc. kkkkkkkkkkk

            é muito imposto, e ele é calculado sempre da pior maneira pra vc pagar mais.

            Eles estão taxando qualquer produto alegando que como vc está comprando de uma loja ele não está sendo enviado de pessoa física e sim de empresa jurídica ai eles podem cobrar até US$0,01.

          2. Não está fácil não

            Tenho um irmão que está morando lá.
            Até 50 US$ pela lei deveria ser isento quando enviado por pessoa física.
            Comprei várias coisas abaixo do valor e pedí para ele enviar.

            Afirmaram que os produtos estavam com o preço abaixo da tabela, e taxaram, mesmo com a nota fiscal comprovando que custaram menos de 50.

            é mole ?

  8. No céu tem Surface Phone? E morreu.
    Mais uma vez um texto baseado apenas em suposições, talvez, quem sabe, provavelmente, pode ser e sonhos, nada mais que sonhos.

  9. Digam o que quiserem, só não queiram que acreditamos que é uma política correta.Toda empresa do planeta almeja estar em um número maior de países, daí o termo MULTINACIONAL, e sair de países como Brasil e Índia, sétima e décima segunda economias do planeta e quinta e segunda maiores populações do mundo é pura burrice. Isso me parece mas o início do fim.

          1. Gata, o senhor merdella, acabou com os Lumias,, esqueceu disto ?

            Despediu milhares de funcionários, retirou os grupos de testes, terceirizou e vendeu as plantas industriais que Balmer havia adquirido da Nokia,

            etc etc etc

            Todos sabem que foi um caso de bichinha irritadinha,,,

            Balmer comprou ???
            Sem meu aval ???

            vou fechar, vou ferrar, vou ferrar…

            Simples assim

          2. Tah, mas a discussão era sobre empresas multinacionais de sucesso que querem estar no maximo de países possíveis e q BR por ser a 7a potencia mundial seria um objetivo.dessas empresas, ai falei da xiaomi que decidiu deixar o BR… O BR nao eh importante para a estrategia dessas empresas, tanto.q a google também nao disponibiliza os smarts dela aqui… Eh a vida… O BR tem q melhorar muuuuuito em tudo (tributação, economia, infraestrutura e capacitação) para esses países realmente se interessarem pelo BR… A conversa nao tem nada a ver c Mshare…

    1. KKK fala isso pra HTC e Xiaomi ou é melhor fala para à Nintendo >.< -0- A Nintendo sempre vendo o futuro do Brasil mas enfim, o Brasil é gigante e já saiu de "situações" piores então deve se reerguer novamente e essas empresas devem retornar ao pais logo depois.

  10. Nem sei o que dizer.
    Não tive tempo de rever tudo que li até hoje e o que o mercado apresenta de fato.
    Eu acho que um dispositivo “PC de bolso” rodando de tudo o que nosso bom e ótimo Windows Desktop sempre fez, é um sonho a ser realizado.
    Infelizmente não é algo pra já.
    Teria que ser uma tecnologia bem, digamos, alienígena.
    Mas, acredito que algo revolucionário na área de hardware pode chegar mais cedo do que muitos pensam.
    Até porque, a MS e empresas de hardware sabem muito bem que um PC de bolso que também é um “celular” e com PREÇOS BONS POR FAVOR dominaria geral.
    Já devem estarem trabalhando a todo vapor em algo assim.

    Que máximo. Eu com meu PC de bolso pra lá e pra cá. Mas, meus pés ainda estão bem no chão.
    Pelo meu conhecimento de hardware e tudo que está sendo estudado e testado, é algo para daqui uns 5 anos ainda. Digo um PC de bolso que realmente rode de tudo e com tudo que tem direito.
    E acredite. Rodando games de última geração. COMO? O streaming vai dominar tudo.

    E tem mais, pode ser que nem seja preciso um super PC de bolso. Tudo rodando em streaming…
    Mas, é a internet?
    Olhando para o lado do Brasil muita gente já conseguiria rodar de tudo via streaming.
    Olhando para outros países, a maioria rodaria via streaming numa boa.

    Enfim, são as possibilidades.
    Agora, o que será?
    Acho que nem a MS e parceiras tem a resposta final.

  11. “No ditado popular gay” ‘-‘
    sinceramente eu gosto do blog pela rapidez que chega as noticias, mas a qualidade delas parecem estar caindo cada dia mais, parece não ter revisões de texto. Parecem copiar post de blogs estrangeiros, copiado o texto, traduzido e colado aqui sem ao menos ter lido como ficou. Não estou falando somente deste post mas tem muitos outros assim.

  12. Um notebook bonito e fino pode ser tão bom ou melhor que esse tal de hibrido surface, a maioria das pessoas não deve usar ele como tablet… Ele fez sucesso porque é um notebook bonito e fino…

  13. Eu queria ser esperançoso assim. Então, o que nos resta para nós consumidores é o seguinte, joguemos nossos Lumia/WM fora e compremos um Android/iOS e esperamos o Windows Mobile estourar para o público empresarial e fãs, quando tudo tiver okay, ai nossos Android/iOS estarão ultrapassados e então podemos comprar nossos novos Windows Mobile (ainda sem aplicativos famosos) pra quando tiver abocanhado grande fatia do mercado, agora teremos muitos aplicativos. É essa a estratégia da Microsoft?

    1. vc algum dia quis defender a MS?? eu nunca tive esse intuito, apenas defendi a minha opinião… que coadunava com o produto que ela vendia… a MS tem ótimos advogados, péssimos marqueteiros (kkk) mas definitivamente ela não precisa que eu defenda ela, mas sinceramente? como empresa… eu não acho que ela esteja errada na estratégia dela… é lógico para aqueles que gostam de trocar de smart a cada ano isso eh ruim, mas hoje, se vc comprou o lumia 930, mesmo com as novidades saindo dá para aguentar uns 2 anos com o smart (ao menos é o que está parecendo) e a MS não pensa em nada a curto prazo… a estratégia dela é clara, ela quer primeiro avançar no mercado empresarial que não precisa de tantos apps enquanto o windows 10 no pc e no surface consegue os apps necessários para lançar um smart para o público em geral… a MS já ganha uma caralhada de dinheiro com o android, pq raios ela ficaria dando murro na ponta de faca tentando ganhar mercado onde ela já ganha dinheiro?? ela vai disputar com a apple, essa sim não dá grana pra MS, e ai, onde vale a pena disputar? então, o desespero bate em saber que não teremos pra onde fugir, ou é iphone ou android, isso eh triste, mas fora isso, pegando apenas pela estratégia da empresa, ela está correta, ela tem que buscar o lucro… se vc ver, quem está lucrando com o android é a google e a MS, mas veja, quantos smarts a google faz, veja se ela manda aqui para o BR os smarts dela… entendeu? tanto a google quanto a MS estão se fodendo para o BR… e a apple só olha para o BR pq aqui ela consegue lucros absurdos com o sonho do iphone… eu nunca compraria um iphone aqui no brasil, pq acho um roubo, se eu for comprar um iphone esperarei a oportunidade de comprar la fora… android não quero, não gosto, acho uma merda de sistema, então, a vida eh assim, eu vou usar meu 930 até quando der… pq hj o w10m ainda está trazendo novidades para ele, no dia que precisar trocar vamos ver o que terá no mercado… (se a MS tivesse abandonado o w10m AIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII sim eu ficaria puto… mas como ela continua firme e forte com o w10m to aqui tranquilão)

  14. O problema é que até uma fabricante de terceiros resolver trazer seu aparelho para cá, serão meses e meses (talvez anos) sem NENHUM aparelho no mercado. Daí os aparelhos vão sumir, e o suporte a aplicativos que custou a acontecer, morrerá novamente. Os aplicativos de banco vão desistir, o Nubank, o ANATEL, os apps da Caixa, da CEMIG, do governo de MG… custaram a chegar, e agora vão sumir. Triste. Estratégia burra.

  15. Muitas marcas vão morreram ou vão morrer no Brasil.

    Nintendo
    HTC
    Wallmart
    Microsoft Mobile
    Sears
    Xiaomi
    Google Nexus (até ela)

    Não é nada animador e não vejo motivos para comemoração desses acontecimento porque quem perde somos nós e não a empresa.

    1. falo Praticamente a mesma coisa kkkkk…… Só mudo que está dando uma esperança para quem quer compra algum desse modelo! (Minha Opinião)

  16. Atualmente não está sendo lucro ficar no Brasil, as empresas estão saindo dessa bomba relógio, já a India, não sei o que se passou.

  17. O problema é justamente esse país atolado na corrupção e roubalheira, que está agora escancarada internacionalmente, manchando a reputação do país mundo afora. Começo até entender a Microsoft por essa saída temporária, assim como outras que já foram. O problema está aqui no Brasil, que merece se reerguer e sair dessa lama em que nos encontramos. Qual a empresa que quer ter prejuízo? Nenhuma. Pra pagar altas taxas tributárias, e mesmo assim ter que vender os produtos com a sua margem de lucro baixíssima pra que as pessoas possam comprar, não ganhando nada pelos produtos praticamente? Parabéns Brasil!

  18. Há alguma fonte oficial de que os novos Lumias chegarão mesmo aqui ainda ou é só especulação? Outra coisa: Sabe dizer se a fábrica de Manaus já passou para a Flextronics, e se pretendiam mesmo produzir Lumias ainda lá?

  19. O engraçado é que de acordo com muitos comentários por aí, o Windows 10 Mobile estava morrendo ou já estava enterrado. E agora de repente ele é o maior sucesso no Brasil. Vai entender esses caras!

  20. Rapaz, a verdade é que o windows 10 mobile morreu!!! Simples assim!!! Com todo respeito ao autor do texto, que fez “firulas” para falar a verdade ou omitir a mesma. A Microsoft Brasil nunca ouviu ninguém, e agora mesmo que vai ouvir. Kkk Já é a terceira vez que a microsoft faz isso com seus clientes e fas já se tornou quanto mais na pratica. Eu já vou é escolher um bom aparelho com android e aconselho a todos a fazerem o mesmo e no final do mês que vem vou para uma plataforma de verdade onde eu ache todos os aplicativos que me satisfaça. E o último que sair apague a luz!!!

  21. Só destacando a posição da MS…
    Foi tipo um “Foda-se o SnapChat, temos coisas mais importantes a tratar” kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk adorei!

  22. Estratégia da MS com a linha Surface Book/Pro/Futuro Phone ou Mini.

    Primeiro: Ramo empresarial.

    Segundo: Ta dando certo? Até então sim. Então partimos pra linha Mobile fortemente.

    Terceiro: Foi sucesso? Se sim. Agr venderemos o W10M para fabricantes terceiros, coisa q já ta sendo feita. HP Elite q o diga (particularmente, um sonho d consumo).

    1. Importar não é uma boa alternativa.
      Comprar de OEM, só se for BLU Win Jr ou HD (de 2014) ou Samsung Ativ S (de 2012). Claro, a não ser que você queira aparelhos mais antigos, mas aí eles só rodam Windows Mobile 6.5 pra baixo.
      A terceira alternativa parece ser a mais plausível.

  23. Tudo isso é muito lindo, mas vivemo hoje, não daqui 1 ano. O que eles estão fazendo é se cagando pra gente. Eu estou prestes a partir para o iPhone e se for, não volto mais. É uma novela muito ruim o que estão fazendo com o Windows Phone.

  24. Nao consigo entender a raiva que o autor tem do iPad, e a mania de comparar um Surface com um iPad. O concorrente do iPad foi o Surface RT, que falhou miseravelmente. No dia que a Apple criar um hibrido que rode o OS X, ai sim sera um concorrente do Surface, mas enquanto isso nao acontecer, basta lembrar do fracasso do Surface RT.
    O que vem matando o mercado de Tablets sao os proprios smartphones!
    Alguma vez a Microsoft ja falou de unidades vendidas do Surface?

    E serio que alguem ainda sonha com um Surface Phone? Parem de sonhar pessoal, se tivesse que sair do papel, ja teria saido.

    1. Que bom Heliomah. Ele será modelo para as fabricantes, assim como é o modelo híbrido do Surface Pro/Book. Pode ser que não venha para o Brasil, mas as demais empresas vão apostar sim, na ideia da Microsoft e assim ele se vai se popularizar.

  25. “Não foi por caridade ou “doações financeiras” (exemplo, Nokia) que a HP e Acer quando buscaram aparelhos com Windows 10 Mobile e rejeitaram o Android”
    Mas não me lembro delas terem dito que rejeitaram o Android. Bom, pelo menos não a Acer, já que ela trouxe 6 aparelhos com Android depois do Liquid Jade Primo.

    “O Windows 10 Mobile, hoje, é um sistema corporativo e para apaixonados pela plataforma. Ele é perfeito para esses públicos, mas para os consumidores a Microsoft não desistiu, só está preparando para lançar ‘O Plano B’ “.
    Tomara que seja isso mesmo. Pois a coisa está mais devagar do que deveria.

    “Para obter êxito, terá que vencer com as empresas (setor que ela domina)”
    Domina quando o assunto é o Windows PC e outros produtos ou serviços. Desde o Windows Phone 7, o que vem acontecendo é que a Microsoft não está conseguindo convencer suas parceiras a lançarem aparelhos com a plataforma móvel. E as fabricantes que “abraçam” (em sua maioria, regionais) estão trazendo, o quê, 1, 2 , máximo 3 aparelhos com Windows para smartphones por ano? Pois estou esperando a Microsoft convencer Samsung, LG, Sony, Lenovo (principalmente ela, que nunca lançou aparelhos que não fossem com o Windows PC), Huawei, Asus, etc a trazer aparelhos, mas não trazer 1, 2 aparelhos e acabou, e sim dar o mesmo valor que eles dão para aparelhos com Android (embora não seja difícil entender o porquê disso não acontecer).

    Eu, como apreciador do mundo mobile, espero contar com o Windows como uma das três opções de SOs móveis assim como eu já conto com ele como uma das três opções de SOs para PCs. Mas gostaria de ver algo consistente, algo que realmente se olhe e diga “Hum! Isso certamente terá futuro!”. Porque o seu texto está com uma abordagem muito interessante e coerente do provável futuro do Windows Mobile. Mas seria melhor se passasse disso, que não ficasse só na teoria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *