Xbox continuará comprando estúdios para impulsionar o Xbox Game Pass

No mês passado, a Microsoft surpreendeu o mundo dos jogos com o anúncio de que havia adquirido a Bethesda Softworks pelo preço de US $ 7,5 bilhões. Isso causou uma reviravolta sem precedentes na próxima guerras de console entre o Xbox Series X e o PlayStation 5, ambos serão lançados em novembro.

Em uma entrevista recente, Phil Spencer, o atual vice-presidente executivo de jogos da Microsoft, revelou que a aquisição da Bethesda não será a última para a empresa. O Xbox Game Pass é um serviço cujo crescimento e sustentabilidade estão sendo ativamente buscados pela Microsoft, e a compra de estúdios adicionais é parte integrante desse plano.

A Microsoft, disse Spencer, “estará constantemente neste modo de trazer mais criadores para o rebanho” para “alimentar” o Xbox Game Pass à medida que ele continua a crescer. A aquisição da Bethesda Softworks trouxe vários estúdios de jogos renomados sob a asa do Xbox de uma só vez e com isso uma série de franquias estabelecidas, como The Elder Scrolls, Fallout, Wolfenstein, DOOM, Dishonored, Prey e The Evil Within. Isso é o suficiente para satisfazer até mesmo o jogador mais exigente por um tempo, mas a ambição da Microsoft vai além disso.

Uma assinatura do Xbox Game Pass já fornece aos jogadores acesso a um grande número de títulos, cobrindo a maioria dos gêneros e interesses, e novos conteúdos são constantemente adicionados. De remasterizações de títulos clássicos da LucasArts como Grim Fandango à adição de Rainbow Six Siege da Ubisoft, Spencer também afirmou que o serviço planeja adicionar mais jogos casuais e classificados como E no futuro – títulos com classificação livre pra todas as idades.

O apelo do Xbox Game Pass não para com a variedade de jogos oferecidos, pois o serviço oferece ou oferecerá outras vantagens. Um dos mais conhecidos é o xCloud, o serviço de streaming do Xbox que permite aos assinantes jogarem em seu celular ou tablet Android. E embora a Apple não tenha permitido até agora serviços de streaming de jogos a serem oferecidos na App Store, a Microsoft declarou que um aplicativo Xbox Game Pass para iOS está planejado para lançamento em 2021, nem que seja via web.

O serviço xCloud também poderia vir para o Xbox One, permitindo assim que os jogadores para desfrutar de jogos de próxima geração em seus consoles atual geração sem investir em uma Xbox Series X ou S. E Spencer até mesmo discutiu a possibilidade de que um dia o Xbox Game Pass possa permitir aos jogadores transmitir jogos diretamente para suas TVs como um aplicativo do Netflix.

A pergunta é: quais serão os próximos?

 

Fonte

90 comments on “Xbox continuará comprando estúdios para impulsionar o Xbox Game Pass

    1. Tem 15 milhões de assinantes no GamePass, se forem todos pagando 1 real como dizem os analistas do windows club isso dá no mínimo 15 milhões de faturamento por mês kkk

      1. 1 real no primeiro mês tipo o 1 mês gratis da Netflix e youbug. Gamepass Ultimate 20 doletas mensais, Brasil R$ 45,00 mas tem os planos anuais ai diminui 1 pouco

    1. A Microsoft dá liberdade para os estúdios fazer o que qualquer coisa que eles quiserem.
      Mas cabe aos estúdios desenvolver ou não, jogos nesse estilo.
      A Ninja Theory e a The Initiative, são exemplos de estúdios com projetos nesse estilo.

      1. Total liberdade!!
        Tá certo Brow!!!

        Por isso a 343i cagou no HaloInfinite.

        Parabéns Microsoft pela Total Liberdade!!
        Continue assim, terão bons Exclusivos nível CrackDown!!!

        1. Halo Infinite é culpa da própria administração da 343. A 343 é a única “ovelha negra” dentre os estúdios da Microsoft.
          Já o argumento de jogos no “nível de Crackdown” não faz o menor sentido, já que o jogo não foi feito por um estúdio próprio da Microsoft.

    1. Seria legal fazer uma lista com as 5 maiores sacanagens exclusividades de conteúdo do PlayStation, mas o Jorge só entrou nesse negócio em 2017.

      Minha lista:

      1) Toyota no Gran Turismo Sport
      2) Miranha no Avengers
      3) DLC antecipado nos COD
      4) DLCs exclusivas dos jogos da Ubi
      5) NieR Automata financiado com dindim do Scalebound

      O número 1 é especialmente bizarro pois, como ninguém ousa meter pau em Gran Turismo, as pessoas, e até os perfis da própria Toyota, inventavam as explicações mais mirabolantes possíveis pra que a Toyota só estivesse no Gran Turismo Sport no biênio 2017-19.

      1. Ultimos dois Final Fantasy primeiro no PS4/5 tbm, sacanagem com quem gosta do game e ta em outras plataformas (eu nao curto mas é bem popular)

        1. Já começa antes do lançamento (se bem que a Sega deu mole):

          1) Preço do PS1
          2) Roubo do FFVII do N64
          3) Polígonos do PS2

          Comprar um PS é financiar a exclusividade, os velhos modos… O problema é convencer o público de que isso é ruim.

  1. Meu chute seria a Ubisoft. Há meses existem rumores de que a Microsoft estava conversando com alguma developer européia, dentre elas, a Techland. Mas visto a compra da Bethesda, a Ubisoft seria um baita negócio para a Microsoft, ainda mais por conta da variedade de franquias e da fanbase de cada uma delas.

      1. Pior que também acho isso, mas a verdade é a Ubisoft vende jogos, então pode ser uma boa.

        Mas na minha opinião a Ubisoft poderia ser bem melhor.

        1. sim, concordo que se for para venda de jogos seria uma boa, mas pegando o comentário acima falando sobre “variedade de franquias” eu não acho não pq a ubisoft seguiu uma formula que agora todo jogo é igual, só vale a pena pegar os jogos dela na promoção mesmo.

          1. Criar é muito dificil e da trabalho como diz 1 professor que eu tive “pensar não dói mas incomoda” a rare nessa parte de criatividade esta de parabéns.

    1. Também estou nesse chute e teve aquela do Twitter da Sega Xcaixa nas mãos de 1 funcionaria, mas acho que não é nada, bom Phil disse jogos classificação E, Sega parceria sei não em . Sony deve ter mandado a Sega demitir ela

  2. Microsoft: 23 studios desenvolvendo jogos para serem lançados day one no game pass que atualmente conta mais de 200 jogos

    Sony: pague R$ 350 em cada jogo ou fique sem jogar

  3. Faz todo sentido comprar estúdios pra colocar os jogos no gamepass. Quanto mais jogo da própria MS no gamepass menos ela paga para ter os jogos de terceiros no serviço. Fazendo uma analogia idiota, é como vc parar de pagar 2000 de aluguel no apartamento q vc mora e começar a gastar os mesmos 2000 para pagar financiamento em 35 anos. No início a MS não vai ganhar dinheiro mas depois é só lucro.

    1. é a mesma estrategia que a disney usa pro disney+, você acha que ela comprou a fox só pensando no cinema ou que ela tambem tinha pensado em adicionar mais titulos para seu serviço?

  4. ta na hora do governo americano tomar uma atitude contra essa tentativa de criar um monopólio

    triste ver gente defendendo isso. estudio não se compra, se monta, se a ms precisa comprar estúdio pra ter jogos decentes, coisa boa que não vai ver dela ter monopólio

    1. A microsoft precisa de muitos estudios pra alimentar o serviço dela, infelizmente essa é uma tendencia que a EA começou, depois a Ubisoft, não se engane, ainda vai chegar o dia que vai ficar igual é hoje, filmes da disney no disney+, hbo+, fox premium, netflix, prime video. Só tu lembar que no começo a netflix era percusora do streaming e tinha todos esses conteudos, hoje as empresas viram que o modelo da netflix é rentavel ao extremo, a saida dela pra contornar essas perdas foi a criação de conteudo original e é isso que a Microsoft já esta se adiantando viu.

    2. Quando é a Sony querendo monopolizar não tem problema nenhum, não é errado. Quando ela compra exclusividade temporária está tudo certo. Mas quando é a MS… O Choro é livre..

    3. Vcs q defendem a soninho como se fosse a única q merecesse estar no mundo do jogos eletrônicos! Ou vai dizer q to errado?
      Vcs dizem q xbox é falido! É ruim! É flop!
      Seus jogos exclusivos console não prestam ou são ruins e não vendem!
      Vcs simplesmente não aceitam q outra pessoa prefira o console da concorrência!
      Isso não é querer monopolizar o mercado?🤔🤷‍♂️

    4. Comprem jogos repetidos tipo 3 games iguais e ajude a indústria game, coloque um na torradeira do Jetsons, outro rode no seu anel rugoso e o terceiro doa para outro retardado!

    5. Ainda bem que você sabe que a divisão Xbox está criando um monopólio e que o Xbox vai ser o melhor lugar pra se jogar videogame na próxima geração.

    1. Vendinhas é complicado amigo

      https://www.eurogamer.pt/articles/halo-3-vendeu-mais-que-muitos-exclusivos-sony-juntos

      https://olhardigital.com.br/games-e-consoles/noticia/franquia-halo-ja-vendeu-mais-de-us-5-bilhoes/52723

  5. A Microsoft disse que queria lançar um game da XGS a cada 3 meses.
    São 22 estúdios.
    Cada estúdio poderia ter em média então 5 anos e meio para lançar um jogo.
    Coroi

  6. Podiam comprar a Playtonic, estúdio que desenvolve a série “Yooka Layle”.
    Estúdio pequeno, média de 30 pessoas…formado por ex-integrantes da RARE, veteranos da indústria, com incrível know how em jogos de plataforma e aventura.
    Podiam adquirí-los e colocá-los para produzir um novo Banjo Kazooie, Conker, um novo Yooka Layle…seria muito legal.

  7. Isso mostra que o Game Pass será o carro chefe da empresa mesmo. Pois antes era apenas mais um serviço disponível na plataforma. Agora já está mais que claro que pra M$ não importa em qual plataforma vc esteja, desde que tenha a assinatura do Game Pass.

  8. A Microsoft está pensando dez anos à frente na concorrência do mercado de streaming com a Google, Amazon e possivelmente Apple. O “nicho” mercado de consoles será uma fatia, quase insignificante, desse mercado futuro no médio e longo prazo. A empresa que continuar focada apenas nos consoles fatalmente encontrará a falência (printe e anote pra ler daqui cinco a dez anos…). Prevendo isso, a Microsoft está montando um ecossistema completo, integrado e robusto, e mudou a sua política para os serviços através principalmente do Game Pass, e se prepara para passar o rolo compressor em quem aparecer pela frente.

    1. E mesmo que o Streaming fracasse, e o mercado de console perdure, a Microsoft ainda terá gigantescos estúdios e IPs para tornar o Xbox o líder de mercado.

    2. A estratégia mais correta a ser feita Serviços é o Futuro o jogo depois que vende já gerou a receita e foi embora já o serviço o pagamento é constante enão tem fim.

  9. A Microsoft tem tanto dinheiro que, se eu fosse o Nadella, decidiria qual estúdio comprar na base do uni-duni-tê.

    Ou comprava a Sony logo de uma vez. Se fizerem uma proposta como a do Vito Corleone (ou seja, irrecusável), tenho certeza que os japas arregam.

    Eu acho que as pessoas ainda não se deram conta da chacoalhada que foi a compra da Bethesda. A partir de agora vamos viver num mundo em que Doom, que já foi lançado até pro Atari Jaguar, Sega 32X e Game Boy Advance, é exclusivo Xbox. E não vai fazer diferença, pois o xCloud vai fazer o jogo estar até em geladeira!!!

    A torcida é pro lançamento morno do XSX não atrapalhar a enxurrada de jogos que vão vir.

  10. Na minha opinião Jorge, e bom o Xbox comprar mais estúdios de jogos, o phill spencer pode com muitos estúdios para o Xbox game pass sim. Na minha opinião. Ok Jorge.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *