Xbox Game Pass é sustentável dessa forma e não aumentará o preço das assinaturas, explica Microsoft

Esta geração foi especialmente complicada para a Microsoft e sua divisão Xbox, que sofreu um dos lançamentos mais complicados em muito tempo, já que o Xbox One vinha carregando o peso de más decisões quando Don Matrick estava no comando da marca do console. Mas se há algo claro, é que vimos como se recuperou aos poucos e atualmente podemos ver uma mudança de rumo totalmente diferente, outro grande exemplo é a criação do serviço Xbox Game Pass, que é um sucesso com mais de quinze milhões de usuários.

O que preocupa desde a criação do serviço é se realmente gera dinheiro para a empresa, já que em muitos momentos podemos encontrar promoções muito agressivas como a dos primeiros três meses por R$ 1. São muitos assinantes, mas a qualidade e quantidade dos jogos é alta. Além disso, a Microsoft comprou recentemente a Bethesda e fez parceira com a EA para melhorar o que já estava excelente.

Mas depois de ver os benefícios para o Xbox, acho que podemos ver que o Xbox Game Pass é um sucesso que funciona muito bem, já que jogos muito importantes são recebidos hoje, com Doom Eternal ou Rainbow Six Siege sendo algumas das últimas adições. Outra preocupação de alguns usuários é se o preço do serviço vai realmente continuar tão barato ou vai aumentar, algo que Phil Spencer, chefe da divisão do Xbox, já esclareceu em um stream, afirmando que o serviço é sustentável como está e não verá seu preço aumentar.

Dessa forma, Phil Spencer continua a reiterar a questão e os números da Microsoft parecem provar que ele está certo, apesar do serviço ter tantos benefícios. Dessa forma, o aumento de preço não ocorreu e não é esperado nem mesmo no próximo período, apesar da integração feita em setembro do xCloud no Xbox Game Pass Ultimate e da próxima chegada do EA Play em novembro no lançamento do Xbox Series X e S.

Por enquanto você pode ficar tranquilo quanto aos preços do Xbox Game Pass e continuar curtindo cada um dos jogos que ele oferece, com mais de duzentos títulos disponíveis para os usuários que estão por dentro. Contudo, lembre-se que no Brasil as coisas são um tanto diferente e que desvalorizações da nossa moeda podem fazer com que o preço dos serviços aumentem. E do dólar está aumentando bastante o seu valor.

O que vocês acham?

 

Fonte

138 comments on “Xbox Game Pass é sustentável dessa forma e não aumentará o preço das assinaturas, explica Microsoft

  1. O preço base de 10 doletas por mes (ou 15 no ultimate) pode não mudar, mas pode mudar aqui no BR se o dolar ficar significativamente mais alto denovo, mas só de saber que o preço la fora não vai mudar ja me deixa mais tranquilo

        1. Mas daí o a economia de lá vai quebrar, com isso aumenta o gamepass (“contragosto”) e as economias do resto do mundo tb, claro pensando extremo, mas Biden vai ser tipo Dilma de lá…

  2. O gamepass foi a melhor criação que uma empresa poderia fazer para seus clientes, vc gasta um valor mínimo para jogar mais de 200 jogos, qual outra plataforma faz isso? Nem a “toda poderosa” fez isso, primeiro pq ela nunca pensou nos seus clientes, segundo pq ela não tem estrutura para construir um ecossistema desse porte!

    1. Eu percebi que eu comecei a jogar muito mais com o GP e até a comprar jogos, eu me lembro que antes eu não tinha disposição pra ficar gastando dinheiro com jogos, e quando comprava me parecia meio forçado pra jogar e aproveitar o jogo, mesmo que fosse bom, e perdi a vontade de jogar, então eu vi o GP e disse, “Ah vou experimentar um mes fds, vai que é bom” e assim eu nunca parei de jogar, e agora eu to até comprando mais jogos, e quase nem uso mais netflix, acho que vou cancelar…
      Dizer “é um seviço de aluguel” pode até estar certo, mas tiveram muitos jogos que eu me arrependi de ter comprado, e outros que foram bem medianos e nem valiam o que eu paguei, agora consigo experimentar e até zerar um jogo sem pagar nada a mais, foi o meu caso com batletoads, que eu zerei, foi divertido, mas com certeza não vale a pena seu preço. Alem de muitos jogos que você zera e depois nunca mais joga, mas quando um jogo é top faço questão de comprar a midia fisica e botar na prateleira.
      Gamepass é como a netflix, nunca vai dar pra você aproveitar nem 50 porcento do catalogo, mas te da muita opção.

      1. Ahh isso é verdade, hoje mesmo com o serviço eu compro os jogos tbm, eu uso o gamepass desde qnd chegou aqui no Br, pra mim é um serviço incrível e só tem acrescer.

        1. Também uso desde o início. E faço questão de comprar os jogos da Microsoft, não a versão básica mas a Ultimate Edition mesmo. Versão básica pego só a de terceiros com raras excessões.
          Edit: Fora que faz eu economizar grana para essas versões ultimates

          1. Ele, (junto com a steam), me mostraram que não preciso pagar valores exorbitantes por jogos, tanto que unico jogo que eu paguei mais de 200 na minha vida, foi SW Jedi Fallen Order, só pq eu sou muito fã de star wars, o resto eu peguei tudo em promo, sumer sale, ou se fosse por um peço razoavel

          2. Falando sobre Fallen Order, pode me dizer se da pra jogar de boa sem passar muita raiva ou é tipo um DarkSouls da vida?

          3. Eu não sei dizer muito bem, algumas analises dizem que ele pode ser dificil na dificuldades media, eu botei no easy só pra ir jogando e relaxando, enquanto via a historia, por enquanto ta tranquilo, não passo muita raiva

    1. Com quantas horas você zera cada jogo da biblioteca??

      300 jogos numa assinatura que você paga anualmente!

      Bom!!

      Você Joga pra viver?? Ou Vive pra jogar??

      Qual seu objetivo de vida mesmo??

      Jogar né!!

      Parabéns a sua realidade vital!!

      1. Você assiste todos filmes da Netflix? Quantas horas você gasta? Não então por que não compra um dvd do filme pagando 350$ e fica assistindo ele várias vezes.

        Seu raciocínio não tem lógica, não é preciso jogar todos para o preço valer a pena, só lembrando se jogar 2 jogos no ano no game pass já vai ter pago mais barato do que comprar.

  3. Tem pessoas que acham que por causa disso a Microsoft não vende jogos, mas estão enganados, muitos compram jogos de terceiros e alguns até mesmo os que estão no game pass.

    Um cálculo básico 15 milhões de assinantes a 10$, da 150 milhões por mês e o potencial do Game pass é chegar de 30 a 50 milhões de assinantes.

    Vimos o sucesso de vendas que foi Sea of Thieves e Grounded assim como Flight Simulator.

  4. Alem do Game Pass ser um serviço barato e sustentavel o Xbox Series tem os únicos consoles RDNA 2 (não custa fazer o çonysta se retorcer de dor ).

    1. Play3 era pior que o X360!!

      No entanto a Digital Foundry, considerava MELHOR.

      Mesmo que tenha os piores Serrilhamentos (PS3) contra a melhor nitidez (X360).

      Basta lembrar da história do GTA4 em ambos os consoles.

      Digital Foundry, é a famosa Maria Gasolina.

      1. 360 jamais rodaria TLOU e god of war 3

        O cell processor foi muito injustiçado. O bicho tinha nem 500mb de ram e tinha uma gpu lixo, mas ainda conseguiu ter jogos que são bonitos até hoje

        1. Larga a Palha, que esses jogos correriam muito melhor na Xbox 360, o cell foi uma merda, a memoria dividida da ps3 foi uma merda, esse consola é um aborto.

          1. Mais uma vez Mark Cerny Wins, colocou o dinheiro da sony do bolso e desapareceu, deixando um console cagado kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      2. 95% dos jogos da PS3 correm pior que os da Xbox360, nunca na vida a PS3 foi melhor em nada, consola de merda cheia de problemas de software e de hardware.

  5. Sim, bem sustentável, até eles lançarem os AAA prometidos Day One, aí veremos se o serviço é sustentável mesmo, ou vai ser um festival de merda.

    1. Bom dia caro Irae. Sou um representante da Microsoft no Brasil, e venho informá-lo que seu empenho ímpar em denegrir a plataforma Xbox não tem passado despercebido. Como medida paliativa a fim de amenizar suas críticas, estaremos lhe enviando um Xbox Series X em sua residência agora mesmo.

    2. Bom dia caro Irae. Sou um representante da Microsoft no Brasil, e venho informá-lo que seu empenho ímpar em denegrir a plataforma Xbox não tem passado despercebido. Como medida paliativa a fim de amenizar suas críticas, estaremos lhe enviando um Xbox Series X em sua residência agora mesmo.

  6. Só lembrando que vc não é obrigado a assinar o gamepass, os preços dos jogos da nova geração, pelo menos com the medium não aumentaram de preço

    1. Mas não é nesse sentido que se refere o aumento. Só estão querendo dizer que o serviço é rentável do jeito que está. E é verdade, assim como Netflix e outros serviços se começarem aumentar o preço, o publico pula fora.

      Sobre o aumento que você falou, é um pensamento muito pessimista. Daqui pra frente, com a normalização dessa pandemia, a tendência é a economia melhorar, não o contrário disso. Você tá projetando um cenário que só vai piorar daqui pra frente, e não é assim.

      1. Só projetei um cenário que já está acontecendo, ficar em estado de negação só vai levar a gente a ficar frustrado se um possível aumento do serviço acontecer aqui por causa da diferença cambial. A tendência é a economia melhorar? Já viu como tá na Europa/USA de novo nesses últimos dias? Se as potencias maiores estão instáveis economicamente, nada me faz acreditar que o Brasil escapará disso até o ano que vem.

        Mas não é nesse sentido que se refere o aumento. Só estão querendo dizer que o serviço é rentável do jeito que está. E é verdade, assim como Netflix e outros serviços se começarem aumentar o preço, o publico pula fora.

        Sim, só me referi ao aumento por diferença cambial, e não do serviço em si. concordo com isso que você citou tbm.

        1. Tudo que está acontecendo na economia se deu por conta de uma calamidade mundial, e que foi inesperada. O próximo passo diante do fim da quarentena é que as pessoas voltem a vida normal, e não o contrário disso. Em consequência dessa vida normal, envolve a economia também. O próximo passo é se reerguer e não continuar caindo.

          1. Mas igual o mano ali tá falando, tem lugar que está recomeçando tudo de novo e com perspectiva de que seja mto pior que a primeira onda, Alemanha e França são exemplos

          2. Mas isso aí é um outro assunto, é a continuação da pandemia. O que eu discordei dele é que a tendência da economia depois da onda do vírus é melhorar, e não piorar.

      2. Exato. Desde o surgimento da Netflix, quantos anos ela levou para produzir seu próprio conteúdo? A plataforma evoluiu dentro do seu proprio contexto. Através do engajamento. Pelo que tudo indica… o GP tem muito por crescer ainda. Mal começou…

  7. O hater esquece que o GamePass não é so a assinatura, o serviço fomenta também a compra de jogos e complementos.

    GamePass não é lucrativo apenas pelas assinaturas mas sim por tudo que ele proporciona.

  8. Todd Howard da bethesda disse:

    “Os serviços de assinaturas (filmes e séries) chegaram e agora você vê a qualidade e o investimento em dramas ou séries de ficção histórica. É aí que os criadores são capazes de ir além e criar coisas que as pessoas querem e faz sentido para todos. (…) Isso é o que vemos acontecendo nos jogos com o Game Pass.”

    O que Todd basicamente está falando é que a qualidade do produto acompanha o mercado onde ele está, se anos atrás o maior publico consumia cinema, então se investia muito dinheiro em filme para o cinema, o maior publico está nos streaming? Então o dinheiro está na produção pra o streaming.

    Isso refuta aquele critico (ou hater) que insisti em dizer que o game pass tá matando a indústria porque só arrecada dinheiro pra fazer jogos menores. Isso é uma piada!! Como Todd mesmo disse, serviços como game pass já é realidade, e cada vez mais a produção de jogos vai se dirigir e investir cada vez mais nesse segmento. É só uma questão de transição!

    1. Bem abordado. Mas o haterismo em cima do serviço só existe pq foi a Microsoft quem o lançou da forma vantajosa como é hoje. Pq se fosse a Sony estariam defendendo.

      1. Isso é verdade. É questão de tempo até as pessoas perceberem que o futuro será esse. Mas por enquanto que a Microsoft está sendo protagonista nessa área, os haters vão ver como algo ruim. Normal.

    2. Depois que um filme lançado direto no Netflix concorreu ao Oscar, não tem mais volta.

      Vai ser curioso pois, principalmente pro jogador de PC, acostumado com mods, é uma experiência muito diferente do que existe hoje. O streaming empodera a publisher frente ao jogador, o que tem seus prós e contras, mas os prós são positivos demais pra serem ignorados… Em jogo online por streaming, por exemplo, hack será coisa do passado.

      O Game Pass facilita o lançamento de conteúdo episódico ou sazonal. Se isso vai levar a produtos melhores, só o tempo vai dizer. Pra mim é fundamental a Microsoft trabalhar o Q&A dos jogos pra já chegar no Game Pass rodando liso e com bugs mínimos, algo que deixou um pouquinho a desejar nos últimos jogos do One.

      1. Em outro trecho da mesma entrevista com Todd Howard, ele fala dos jogos antigos que estão mortos financeiramente, mas tem espaço nesse tipo de serviço. Você dificilmente vende um jogo antigo, pelo menos nos consoles, com o jogo no game pass, as pessoas dirão: “vou experimentar esse clássico aqui, não custa nada”. Dependendo do sucesso de acesso a esses jogos, os desenvolvedores ( no caso ele mesmo) sentirão motivados a fazer uma sequência do mesmo jogo. Foi o que ele disse.

        Existe um monte de vantagens nesse nova caminho que os jogos estão tomando. Caminho que já é bem solido na Música e nos Filmes.

        1. Exatamente! É isso o que eu considero o mais importante da plataforma GP… Não se depende mais do mercado, ou de um estudo d marketing que vise a viabilidade de um jogo para ele acontecer. A diversidade de uma plataforma de jogos como o GP coloca a produção em contado direto com sua base de jogadores.

          Se hoje o GP está sendo realmente bem visto pela comunidade gamer, imagina no meio da geração para frente? Será indispensável.

          1. O dia que os estúdios do Xbox começarem a rotatividade dos jogos de uma maneira orgânica, ninguém segura o game pass.

        2. Além disso, como a GOG mostra, muitos se sentem compelidos a pagar pelo jogo.

          Tudo bem que nem sempre o dinheiro vai pras pessoas que mereciam, mas é uma maneira de sair do obscurantismo do abandonware.

        1. Porque a grana que eles gastam não vem do lucro do GamePass, vem do bolso da Microsoft.
          Se o GamePass depender apenas de si mesmo, morre.
          A assinatura não mantém, o lucro das microtransação ainda também não.

          1. Este ano fiscal que termina em março, a divisão Xbox dará mais lucro que a divisão PlayStation, graças ao Gamepass. Isso já este ano, imagine nos próximos. Se argumentam que a Microsoft não vai investir nos jogos, menos condições ainda terá a Sony.

          2. Com certeza né meu bom, até pq tem que investir pra ter lucro, ngm começa um negócio sem gasto algum e o retorno não é imediato

      1. Cara, esse tipo informação tá virando um mito que todos estão repetindo. Na contagem do ano fiscal recente da Microsoft, o Phil Spencer declarou que o engajamento do game pass é que está motivando a compra de estúdios, e que vão comprar mais por causa do sucesso do serviço.

        E a fala do Todd Howard que eu citei é exatamente na contra mão do que você falou, conforme os serviços vão se tornando uma realidade, o investimento de conteúdo para esse tipo de serviço só aumenta. A qualidade do conteúdo ( ou no caso de jogos) tem relação ao investimento que é dado. Foi o que ele disse ter acontecido nos serviços de Streaming como Netflix.

        1. Mas esse é o problema que falei, quando forem saindo mais concorrentes pro serviço e a Microsoft não torrar mais grana do que já torra, a qualidade vai cair muito.
          Isso porque atualmente o GamePass nem é o melhor serviço.

          1. Eu não entendendo sua previsão. Daqui pra frente só tem a melhorar, e não piorar. A Microsoft não tá “torrando” dinheiro, está investindo em conteudo interno. Está criando o melhor time de desenvolvedores da indústria. Varios dos estúdios comprados estão sendo abastecido com os melhores desenvolvedores, inclusive, muitos do Playstation.

            Se liga, a Disney comprou a Marvel, Star wars e Fox pra abastecer seu serviços o Disney Plus. A AT&T comprou toda Time Warner pra abastecer seu HBO Max. A Microsoft está fazendo a mesma coisa nos games pra abastecer o game pass. Mano, é só o começo. 

            Sobre a quantidade de concorrentes que você falou, porque você acha que o Game pass vai perder espaço com a chegada de outros serviços, sendo que pra chegar onde a Microsoft chegou com game pass ainda vai demorar muitos anos, sem contar o portfólio de estudios que a empresa já tem. O game pass já saiu na frente, quando outros serviços chegarem, a Microsoft já vai está consolidada com isso.

            Você disse que o game pass não é o melhor serviço?? Qual seria o melhor na sua opinião? Hoje, só duas empresas podem concorrer com a Microsoft e o game pass, são google com o Stadia, e Amazon com o Luna. Só.

          2. “Atualmente o GamePass nem é o melhor serviço.”
            E qual seria o melhor serviço? Seus comentários são uma piada

        2. O cara simplesmente conseguiu fazer uma empresa como a Microsoft liberar 7,5 bilhões de USD pra compra da Bethesda.

          Tipo, é enorme isso.

  9. Microsoft é uma máquina de ganhar dinheiro, as vezes investe em algo que não dá muito certo…como Mixer e Nokia, mas faz parte do mundo corporativo de uma mega empresa, em geral é muito mais acertos, adquiriu a mojang que virou um mar de dinheiro nos games e o investimento no gamepass que tem milhares de assinantes e só aumenta.

  10. Eu tava aqui pensando com os meus bigodes e cheguei à conclusão de que o Don Mattrick quis fazer um Wii da Xbox. Mais ou menos uns 3, 4 anos depois da modinha do Wii ter passado.

    1. Faltaram títulos, podia ter dado certo. Faltou também a meu ver um joystick especial, de uma mão só tipo os do Wii, pra combar com o Kinect e possibilitar jogos com jogabilidades mais complexas.

      1. Talvez um bom exclusivo com suporte total ao Kinect, sem ser das grandes franquias.

        Porém, aconteceu que enfiaram recursos Kinect em Ryse e Tomb Raider, jogos mais tradicionais. Até que não foi má ideia, mas todo mundo preferiu apertar um botão a falar pro jogo fazer o comando.

        1. No ryse o uso do kinect foi legal. Uma das coisas wue mais gostava no kinect era como ele aumentava a duração das pilhas/baterias no controle. Sempre que vc soltava o controle ele colocava o dispositivo numa especie de stand by reduzindo o consumo.

  11. Quero mesmo comprar meus jogos preferidos com preço/descontos justos!

    Ao invés de ser obrigado a assinar o XboxLiveGold/GamePassUltimate para ter os tais descontos promocionais.

    Simples assim. Pra mim esses 2 serviços são desnecessários.

    Cada um tem sua opinião! Ponto final!!

    1. Não é obrigado e as opções não são excludentes. O Game Pass também é vantajoso mesmo pra quem prefira comprar jogos, por causa dos exclusivos no lançamento. E vou exemplificar. Supondo que um grande jogo do XGS seja lançado hoje e que interesse muito a você. Ao invés de pagar o preço cheio nele de 250 a 350 reais, você pode jogar pelo Game Pass e comprar ele depois de um ano por 80, 90 reais, e ainda assim jogou ou estará jogando ele desde o lançamento, terá a Gold e seus benefícios incluídos sempre, e ainda terá jogos de terceiros todos os meses. Com uma diferença dessa em um jogo só você paga 6 meses de Game Pass Ultimate. A única “obrigação” do serviço é por ser muito vantajoso.

    2. Quem tem Xbox não é obrigado a assinar o Game Pass, é só esperar um desconto nos games fora do game pass assim como já fazem hj quem tem um Playstation

  12. Não só é sustentável como tem potencial de receitas maiores que vendas, e ainda tem menos risco e permite o melhor desenvolvimento de jogos através de receitas contínuas.

        1. Todas as empresas do mundo tem dívida, importante é que o serviço esteja crescendo e alcançando mais pessoas, claro que com o tempo se essas dívidas não forem equilibradas podem dar um fim ao serviço, mas isso só o tempo dirá! Gamepass, Netflix, spotify são os melhores serviços já criados.

          1. O problema é que serviços de assinatura precisam de um investimento muito alto, é como a Netflix, inicialmente era muito bom, grandes filmes e acordos. Começaram a surgir várias concorrentes e a qualidade do serviço diminuiu muito.
            O serviço só se mantém com dividas se os investidores acreditarem que ainda tem alguma chance de supera-la.

          2. Sim mas creio que a Netflix está a frente dos seus concorrentes, acho que a maior turbulência a empresa já passou, perdeu muitos parceiros e com a compra da Fox foi o que mais prejudicou mas acho que agora o serviço deu uma estabilizada.

          3. “Começaram a surgir várias concorrentes e a qualidade do serviço diminuiu muito.”
            Concorrência nunca diminui a qualidade de um serviço e sim aumenta

          4. O Serviço tem investimento com base no seu público.
            O Público da Netflix se separou pra Disney+, Hulu, Amazon, Prime etc…
            Sem esse público eles perdem mais dinheiro que seria investido em mais produções.

          5. O serviço tem investimento com base no público, mas tem investimento maior ainda para atrair mais público. Lembrando que todas as empresas buscam seu próprio monopólio no mercado. A Netflix a todo o momento, tenta desbancar seus concorrentes a partir do investimento, e vice versa. Isso é mercado

          6. Falácia detected. O fato de outro serviço de assinatura existir, não necessariamente significa a desistência do outro. Você tem quantas assinaturas de serviços de filmes por streaming em casa? Eu tenho umas 4. A Netflix foi a primeira.

          7. “Falácia” k k k k k
            Cada serviço tem seu foco, o público assina aquele que se mostra melhor pra ele.
            Alguns preferem Netflix, outros Amazon.
            É burrice achar que as pessoas normais vão assinar todo serviço que aparecer sem nenhum critério.

      1. A Netflix só existe pelo seu papel social, é um veículo de propagandas políticas, e isso é extremamente valioso, por isso ela pode ter a dívida que for, os (((donos))) do mundo vão mantê-la de pé

          1. Sim, Netflix é um serviço cada vez mais dominado por produções ideológicas esquerdistas…pára e analisa as produções próprias, com exceções como The Witcher, a maioria é a briga contra o capitalismo e instituições (Casa de papel)…

          2. La Casa de Papel é de esquerda pq tem uma quadrilha que assalta um banco? Então o filme 11 homens e 1 segredo é de esquerda também?
            Antigamente o pessoal da esquerda fazia vitimismo de tudo, agora parece que inverteu.

            Recentemente eu vi a série da Netflix “Suits” que fala das grandes corporações e é totalmente capitalista. O problema é que vc seleciona 2-3 com viés mais de esquerda e ignora todos os outros que tem viés mais de direita.

          3. La Casa de Papel é de esquerda pq tem uma quadrilha que assalta um banco? Então o filme 11 homens e 1 segredo é de esquerda também?
            Antigamente o pessoal da esquerda fazia vitimismo de tudo, agora parece que inverteu.

            Recentemente eu vi a série da Netflix “Suits” que fala das grandes corporações e é totalmente capitalista. O problema é que vc seleciona 2-3 com viés mais de esquerda e ignora todos os outros que tem viés mais de direita.

          4. Vamos lá.
            Suits é muito bom (apesar de *SPOLIER* após a saída de um dos protagonistas a série caiu MUITO), mas não é produção própria da Netflix…se reparar minha crítica é em relação ao conteúdo próprio deles…
            A mensagem de Casa de Papel não é o assalto, repara bem que é uma briga contra o governo e a imposição da vontade do grupo perante o resto. Inclusive vê os episódios mais antigos e os motivos para os assaltos. E na parte 3 eles assaltaram de novo para forçar o governo a liberar um deles é no mínimo risível como trama…
            Apesar de ter citado Casa de Papel, poderia ter citado outras produções como Designated Survivor, que na terceira temporada (a única que a Netflix fez) o mais importante é causar, inclusive com a descaracterização completa do personagem…isso só para citar uma série…

        1. Pior que sou obrigado a concordar…
          Netflix (assim como a Tesla e algumas outras empresas) só sobrevivem com rodadas de investimento…na verdade a Netflix tem um problema sério futuro: gasta demais em conteúdo ideológico (como o Irae falou), que obviamente não se reverte em novas assinaturas…tanto que eles estão com um problema sério de monetização…
          Diferente da Microsoft, que o Gamepass não é a única receita e serve como vitrine de DLCs e jogos, o que faz os usuários acabarem comprando DLCs e jogos ao longo do tempo (por isso é importante jogos third-party não ficarem eternamente [para a pessoa ficar tentada a comprar antes que saiam] e os first-party serem permanentes [para ter um catálogo fixo que estimule a pessoa a assinar])…
          Enfim, daqui a alguns anos a Netflix vai ter um problema fiscal sério..eu não investiria na empresa (assim como não compraria ações da Tesla), mas a Microsoft é outra história (assim como Berkshire, Unitedhealthcare e outras)…

          1. Não colocaria a Tesla no mesmo barco, ela trabalha visando o futuro. Ela pode não lucrar hoje mas poderá ser o “padrão” da indústria no futuro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *