Carregando...

Xbox Game Pass quadruplicou as vendas de jogo da ‘No More Robots’

O Xbox Game Pass oferece um catálogo com vários jogos, e se um desenvolvedor colocar o seu por lá, muitos acreditam que isso vá estacar as vendas, afinal quem precisaria comprar um jogo se este está “grátis” no serviço? Bem, se você pensa dessa forma, vai ficar surpreso ao descobrir que a “No More Robots” viu as vendas de seus jogos quadruplicarem!

O título em questão foi Descenders, altamente recomendado para os fãs de corridas de bikes.  Em uma entrevista ao Gamesindustry,  Mike Rose, fundador do estúdio, disse: “Eu sempre achei que Descenders era um jogo do Xbox … e agora está indo muito melhor no Xbox.”

Descenders deixou o Early Access em maio deste ano, cerca de um ano depois de chegar ao Steam pela primeira vez. A versão 1.0 adicionou o multiplayer, e também foi lançada no Xbox e (crucialmente) no Game Pass no mesmo dia. O último, parece, foi uma negociação difícil para Rose, que é um defensor apaixonado que busca proteger o valor de seu trabalho.

“Isso me preocupa muito”, ele admite. “E depois que eu fiz todos os meus comentários no Twitter, as pessoas do Xbox me chamaram para o canto e conversaram comigo sobre isso. Eu pensei: ‘Ok, é justo, mas eu ainda gostaria de ver isso em ação'”.

“Desde que Descenders saiu no Game Pass, toda essa coisa eu não acreditava que iria acontecer – porque é normal supor que se você coloca algo no Game Pass as vendas travem, certo? Eu tinha assumido que: por que alguém iria comprar o jogo quando eles pode literalmente vê-lo no Game Pass?

“Nós estávamos tipo, devemos fazer essa coisa do Game Pass? Mas nós fizemos isso, e a versão 1.0 saiu, e eu acho que o lançamento foi cerca de três vezes maior do que o lançamento do Steam Early Access … Você poderia dizer que estava colocando o multiplayer, ou não era mais o Early Access, então mais pessoas o compraram. Mas a maior surpresa para mim foi o Game Pass.”

Isso lembra o que o chefe do Xbox, Phil Spencer, disse na E3 deste ano. Em vez de desvalorizar os jogos e canibalizar as vendas, ele disse, “olhamos para os nossos jogos first party que estreamos no Game Pass … vendemos mais cópias desses jogos do que achamos que teríamos se não estivessem no Game Pass” De acordo com Rose, isso também vale para jogos de terceiros – por enquanto, pelo menos.

“Soou como besteira, certo?” ele diz, sorrindo. “Estranhamente, é verdade. Isso me surpreendeu.”

Rose acrescenta: “Estar no Game Pass significa que você basicamente tem uma participação constante no Xbox. Seu jogo está na dashboard o tempo todo … As pessoas estão vendo o nosso jogo todos os dias.

“E por causa disso, durante o mês de lançamento, nossas vendas de Xbox – nós não fizemos nenhum desconto sobre isso nem nada – quadruplicaram, e agora já se estabeleceram em cerca de três vezes mais do que antes.”

Jorge Henrique
Sou advogado, jornalista e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Faço cobertura em eventos e estou diariamente atento a respeito do universo da Microsoft no que tange aos produtos para os consumidores. Respondo como editor-executivo do Windows Club. Estou no Facebook e no Instagram a sua disposição.