Carregando...

Microsoft está ansiosa para voltar aos dispositivos móveis, afirma “carrasco do Windows Phone”

Microsoft está ansiosa para voltar aos dispositivos móveis, afirma “carrasco do Windows Phone”

windows-phone-android-ios

A Microsoft não nega que vai voltar a criar dispositivos móveis telefônicos, o próprio CEO Satya Nadella já reintegrou isso diversas vezes, mas virá para “mudar as regras“. Nesta semana, nós tivemos os detalhes mais contundentes do Surface Phone até o momento e a ideia é que ele possa ser desdobrado para virar o “Microsoft Courier”. Feita essa breve introdução, vamos aos novos fatos.

O The Verge, apelidado por nós de “carrasco do Windows Phone“, normalmente não dá boas notícias para o sistema operacional da Microsoft. Ele foi o site que previu que os dispositivos com Windows Phone 7 não iriam receber o Windows Phone 8, isso dois meses após o lançamento do Nokia Lumia 900 no Brasil – um top de linha da época que ficou defasado rapidamente. Ainda assim, o site declarou a morte do Windows Phone no final de 2015. Antes disso, o Windows Central já tinha dito que o Lumia 650 seria o último Lumia, mas o que todos não sabiam era que a Microsoft fosse demorar tanto para lançar um Surface com capacidades telefônicas.

As péssimas notícias do The Verge acabam aqui. Tom Warren, editor chefe do referido site,  sobre o “Surface Phone Courrier”, afirma que a Microsoft está muito animada para voltar ao hardware de dispositivos móveis.

A opinião dos vazadores confiáveis sobre os assuntos da Redmond, seja favoráveis ou não ao Windows Phone, atingiu a unanimidade: teremos um retorno.

Em tese o dispositivo seria assim:

Fechado, ele pareceria com o Windows 10 Mobile Redstone 3, que de fato nunca foi lançado. A interface abaixo é dita como antiga, mas dá para ter uma ideia de como ficará. Ela possui os maiores pedidos dos fãs, é basicamente a interface do PC numa tela menor:

Aberto, ele seria igual a um PC, mas possuiria um aplicativo para notas igual ao Microsoft Courier chamado “Journal“, algo como o Microsoft Courier:

O tempo está se esgotando

samsung-Tela-flexivel

A Microsoft, assim como fez com o Surface Pro, quer lançar novas categorias de produtos. Contudo, a Samsung e diversas outras fabricantes já se manifestaram que irão lançar dispositivos deste tipo a partir de 2018. Logo, a Microsoft terá que ser mais rápida caso queira levar os créditos disso.

Acredita-se que em 2018 a Microsoft lançará o “Surface Phone” (que poderá muito possivelmente ter outro nome). Poderá ainda chegar no início do próximo ano quando o “Andromeda” estiver pronto.

O Andrômeda é a CShell Mobile, a continuação do Windows Phone fundido com o Windows 10 completo como um único sistema. Com o fracasso do Windows RT e o cancelamento do Surface Mini com tal sistema, é muito provável, mas ainda incerto, que o “Surface Phone” rode programas e jogos Win32 – Photoshop, jogos Steam, Office completo, etc. A lacuna de aplicativos móveis deverá ser diluída com os PWAs do próprio Google presentes no Chrome OS –  isso é bem irônico (risos).

surface-phone-dobra

Claro, assim como qualquer Surface, tal dispositivo terá alvo o público corporativo, designers ou estudantes, mas poderá ser usado, assim como qualquer Surface, para outras tarefas. Algo ainda muito aguardado são as suas cópias, pelas mãos da HP, Dell, Samsung, Lenovo, Asus, Acer, Xiaomi, Huawei, LG, Positivo, etc. Todas essas estão com ótimos laços com a Microsoft e assim como todas seguiram o Surface Pro, esperamos que siga esta nova categoria.

dell-stack

Infelizmente, até a data, tais dispositivos eram inviáveis. A Dell e a Intel tentaram criar o “Stack”, mas aparentemente esquentava demais, e como todo sabem, a Intel perdeu a guerra nos processadores móveis para a Qualcomm. A Microsoft tentou o Windows RT e quase lança o Surface Mini, mas a incompatibilidade do ARM com programas Win32 mataram isso. Até o final do ano, o Windows 10 completo rodará em processadores ARM, o poder ao lado da mobilidade, e um marco histórico para a empresa.

Contudo, o “Surface Phone” não será um smartphone, será um PC. Os smartphones abocanharam funções de outros dispositivos como câmeras, calculadoras, marcador de passos, e muito mais. Agora é a vez de um PC abocanhar a função smartphone, e com a colaboração da Microsoft e a Qualcomm isso é plenamente possível.

Jorge Henrique
Sou advogado, jornalista e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Faço cobertura em eventos e estou diariamente atento a respeito do universo da Microsoft no que tange aos produtos para os consumidores. Respondo como editor-executivo do Windows Club. Estou no Facebook e no Instagram a sua disposição.

Curta nossa nova página no Facebook!