Carregando...

As condições dinâmicas de vôo do Microsoft Flight Simulator soam como a IA do Left 4 Dead

O primeiro trailer do novo Microsoft Flight Simulator promete que será “alimentado por dados de satélite e AI do Azure”, mas nunca ficou claro como isso se manifestaria no jogo. Ainda há muitas perguntas a serem respondidas, mas agora temos alguns detalhes sobre como a inteligência artificial vai mudar o jogo – e isso soa muito como a inteligência artificial do Director de Left 4 Dead.

A tecnologia do Azure no novo Microsoft Flight Simulator fará uso de inteligência artificial e aprendizado de máquina para ajustar as condições de vôo em tempo real, de acordo com o jornal The Guardian. Em um exemplo, um jogador que fica muito confortável executando um vôo padrão pode ter que lidar com uma tempestade repentina, enquanto a IA tenta fornecer a você novos desafios. Então coisas imprevisíveis sempre poderão acontecer.

A AI Director de Left 4 Dead é talvez o exemplo mais famoso de algo similar, onde o jogo ajusta dinamicamente os encontros inimigos após um tempo com desafios que oscilam em momentos de ação e tranquilidade. É claro, outros jogos vêm fazendo ajustes dinâmicos de dificuldade há anos.

O Microsoft Flight Simulator também fará uso do streaming baseado em nuvem para fornecer os petabytes de dados que seus dados geográficos abrangerão – embora o jogo ainda contenha um modo offline. A nuvem é “um sistema que entende o quanto de capacidade eu preciso a qualquer momento”, diz o chefe do Xbox, Phil Spencer. “Não é diferente do que fizemos nos últimos anos, entrando na memória RAM disponível em nossos consoles”.

No site oficial, os desenvolvedores do Microsoft Flight Simulator dizem que teremos novos detalhes sobre o desenvolvimento do jogo em breve, cobrindo os planos para os próximos meses – o que inclui o lançamento do teste Insider para quem já está inscrito.

Jorge Henrique
Sou advogado, jornalista e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Faço cobertura em eventos e estou diariamente atento a respeito do universo da Microsoft no que tange aos produtos para os consumidores. Respondo como editor-executivo do Windows Club. Estou no Facebook e no Instagram a sua disposição.