Carregando...

Crackdown 3 foi “finalizado” diversas vezes, estúdio não quer repetir o ocorrido com Crackdown 2

Sumo Digital, o estúdio do Reino Unido que está trabalhando em Crackdown 3, lançou alguma luz sobre o processo de desenvolvimento por trás do jogo. Ele revela que o jogo foi “finalizado” várias vezes, mas que eles estão tomando todo o tempo necessário para evitar a reação mistas que o Crackdown 2 recebeu.

Falando ao GamesIndustry.biz, o diretor executivo do Sumo Digital, Paul Porter, revelou que não quer que a história se repita com o Crackdown 3, referindo-se à reação morna de seu antecessor no lançamento. Ele explicou:

“Minha experiência com Crackdown é provavelmente semelhante a muitas outras pessoas, eu joguei o primeiro até a morte – joguei em co-op, coletei todos os orbes. Depois de algumas horas jogando Crackdown 2 eu queria jogar meu controle na TV, e eu estava realmente muito triste. Essa definitivamente não é a rota que foi tomada com o Crackdown 3.”

A Sumo Digital é mais conhecida por trabalhar em jogos como LittleBigPlanet 3 e Sonic All-Star Racing da SEGA, mas o estúdio também forneceu suporte em Forza Horizon 3 e Hitman, entre outros. Sumo Digital é o desenvolvedor líder em Crackdown 3, algo que Porter revela que ele não está acostumado.

“Eu acho que é por isso que lutamos às vezes quando somos os principais desenvolvedores, porque não estamos acostumados a ser os que gritam sobre isso. Estamos acostumados a ser os que trabalham em silêncio em segundo plano.”

Após vários atrasos, o Crackdown 3 está agendado para ser lançado em fevereiro de 2019. Porter indica que o estúdio está tomando o seu tempo com o jogo, e realmente “terminou” o jogo várias vezes antes de revisá-lo e revisitá-lo.

Pelo que parece, o Sumo Digital ainda está ocupado trabalhando silenciosamente no Crackdown 3, e está firme na janela de lançamento de fevereiro de 2019. Não vimos muito do jogo em seus estágios mais recentes, e isso só tem aumentado a nossa curiosidade.

Jorge Henrique
Sou advogado, jornalista e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Faço cobertura em eventos e estou diariamente atento a respeito do universo da Microsoft no que tange aos produtos para os consumidores. Respondo como editor-executivo do Windows Club. Estou no Facebook e no Instagram a sua disposição.