Carregando...

Xbox Scarlett: 6 possíveis informações que você talvez não soubesse

A Microsoft já confirmou que lançará um novo console e que o mesmo já está em desenvolvimento, mas como será tal máquina? O que uma nova geração irá proporcionar para nós? Quais as armas da empresa em termos de hardware para combater a Sony?

Os rumores e algumas informações recentes nos deram alguma luz, e são justamente elas que vamos abordar abaixo. Antes de prosseguir,  o nome oficial de tal máquina provavelmente não será Xbox Scarlett, mas este é o seu suposto codinome, assim como Project Scorpio era o codinome do Xbox One X.

Módulo GDDR6 e DRAM como memórias favoritas

É algo que foi revelado há meses por alguns fabricantes de chipsets. A Microsoft estava procurando engenheiros e especialistas para construírem seu novo console e todas as notas foram encaminhadas para o GDDR e para a memória, conforme descrito em sua oferta de emprego.

Diante disso, a Microsoft estaria procurando manter o catálogo de todos os Xboxes anteriores, esse novo console deve ter um esquema de trabalho semelhante ao Xbox One X para rodar o emulador do Xbox 360 e rodar os jogos do Xbox One. Sem muito problema. A retrocompatibilidade deverá ser conseguida. Leia abaixo a vaga de emprego publicada pela Redmond:

Estamos à procura de um candidato qualificado para o cargo de engenheiro sênior, a fim de direcionar as soluções de DRAM para a equipe de desenvolvimento de hardware do console Xbox. Soluções DRAM incluem DDR3, GDDR5, GDDR6 e futuras tecnologias DRAM.

Parceria com a AMD confirmada!

AMD será responsável por fornecer o poder de gráficos para Xbox Scarlett. Tal notícia foi dita pela CEO da empresa recentemente. Além disso, como nos acostumamos a Microsoft, este novo console também terá uma estrutura em SoC bastante personalizada e que estamos curiosos para saber mais detalhes.

Fim das gerações de consoles

Phil Spencer, líder do Xbox.

Apesar de termos uma nova geração de console, aparentemente, não será igual as anteriores. Cabe salientar, na E3 2016, Phil Spencer, líder do Xbox, afirmou que seria o fim das gerações de consoles, então devemos ver um modelo mais semelhante aos celulares e PCs daqui por diante.

Na prática, os jogos dos próximos consoles deverão funcionar na geração atual de consoles graças ao “UWP”. Claro que, em consoles mais poderosos, os gráficos também serão mais poderosos. Além disso, a Microsoft já confirmou que suportará os consoles Xbox One “até quando existirem usuários”.

Data de lançamento

Rumores confiáveis apontam para o lançamento já em 2020, e possivelmente, assim como foi com o Xbox 360, um ano antes do PS5. Essa estratégia já deu certo no passado. A informação do lançamento do Xbox Scarllet foi de Thurrot.com.

Mais de um console, uma família

Rumore também apontam para que seja mais de um console, e assim teríamos ao menos uma máquina poderosa, para alcançar 4K/60FPS e outra seria uma máquina híbrida, com jogos que funcionariam com o auxílio da nuvem. Mas atenção, neste último caso ainda não seriam jogos 100% via nuvem, mas um meio termo para uma futura geração em que os jogos top de linha poderão ser executados em dispositivos modestos. Tal informação também veio de Thurrot.com.

RayTracing como o ponto principal

O fato de a Microsoft ter desenvolvido sua tecnologia DirectX RayTracing não é trivial. Nós já explicamos em profundidade o que esta nova ferramenta para o DirectX possibilitará, então não há razão para pensar que esse novo hardware não contará com isso, já que a Microsoft acredita que será o futuro. Inclusive, anunciou tal suporte na GDC 2018.

A ideia é ter gráficos mais realistas, e isso já foi anunciado também pela NVIDIA e já tem muitos jogos compatíveis com tal tecnologia. Até a “próxima geração”, espera-se que o hardware para isso tenha tido redução de preço e que os desenvolvedores já estejam mais acostumados ao RayTracing.

O RayTracing é o caminho para que os jogos fiquem com aspecto fotorrealista igual aos filmes de Hollywood.

Então é isso: uma data prematura, retrocompatibilidade, tecnologia mais fotorealista, streaming, preço e poder. Esta parece ser a tática da Microsoft, além dos novos e antigos estúdios estarem preparando muitos jogos para os  atuais e próximos consoles.

O futuro parece interessante, o que vocês acham?

Jorge Henrique
Sou advogado, jornalista e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Faço cobertura em eventos e estou diariamente atento a respeito do universo da Microsoft no que tange aos produtos para os consumidores. Respondo como editor-executivo do Windows Club. Estou no Facebook e no Instagram a sua disposição.

Curta nossa nova página no Facebook!