Carregando...

Xbox Series X e Playstation 5: a repercussão na mídia sobre os seus últimos vazamentos

Quanto todos achavam que o ano estava terminado em termos de notícias, eis que algumas bombas saíram e mudaram tudo! Temos um suposto desenho de como será a próxima geração, onde a Microsoft irá apostar em um monstro poderoso com o Xbox Series X e a Sony tentará equilibrar o preço e o hardware com o Playstation 5.

Parece que a empresa japonesa irá repetir a estratégia que deu certo com o Playstation 4 e lançar um console que custa 400 dólares. Ela não deverá seguir o Playstation 3 com seus 600 dólares que deram prejuízos amargados por vários anos. A Microsoft, por sua vez, vai chegar com o poder… mas até quanto o Xbox Series X é poderoso? Neste artigo vamos comentar a reação da mídia e sobre dados que os outros sites não repassaram.

Se você ainda está um pouco perdido, então recomendo que leia antes a nossa matéria sobre os vazamentos recentes. Fomos o primeiro site nacional a repassar isso.

Tom Warren, editor do The Verge, comentou a este respeito:

Dados interessantes vazam aqui para PS5 e Xbox Series X. Obviamente, não conta a história toda, mas apontam para os objetivos da Sony e da Microsoft.

A confiança das informações

Então é isso, essas são as informações mais confiáveis até então para a próxima geração. Claro que não é tudo, mas realmente estão sendo vistas como “rascunhos” para o que virá a seguir. Abaixo, vamos repassar algumas menções que o Digital Foundry falou sobre os vazamentos:

… No entanto, tendo examinado a situação e verificado independentemente a fonte, a evidência esmagadora é que os dados realmente se originam da AMD… Meu entendimento é que esses dados foram armazenados pela primeira vez no GitHub cerca de seis a sete meses atrás …Embora isso possa sugerir que os dados de teste não refletem as especificações atuais de console de última geração, é importante lembrar que o desenvolvimento de um microprocessador com a complexidade de que estamos falando aqui tende a ser um esforço de vários anos. Testar e validar um chip para garantir que ele atenda às metas de desempenho e que seja aprovado na depuração é um processo demorado – e é improvável fazer alterações na arquitetura do chip neste momento.

Ou seja, o Digital Foundry acredita que os dados foram realmente vazados da própria AMD pelo GitHub (que é da Microsoft, diga-se de passagem). Podem parecer antigos (seis ou sete meses atrás), mas a verdade é que todo esse trabalho leva anos de estudos e testes, então muita coisa já está pronta há meses e não pode ser mudada. Normalmente, já no meio do ano começam a fabricar os novos consoles. Ambos os consoles estão em estágio avançado a essa altura do campeonato.

A retrocompatibilidade polêmica

Quanto a retrocompatibilidade do Playstation 5, ainda é um mistério se terá e como funcionará. Uma pequena preocupação para os fãs do Playstation com esse vazamento é a possível abordagem de retrocompatibilidade da Sony está implementando através do downclock da APU.

Isso pode significar que, diferentemente da abordagem da Microsoft, não veremos jogos de gerações anteriores se beneficiando do poder total do novo processador. Vimos muitos títulos aprimorados no Xbox One X devido ao sombreamento aprimorado e à resolução nativa de 4K, graças à vantagem da tecnologia mais recente.

Será uma oportunidade perdida se os jogos PS4 não chegarem ao PS5 ou se chegarem sem tirar benefícios do poder da nova máquina. Enquanto isso, a Microsoft já confirmou que os jogos atuais do Xbox One rodarão melhores no Xbox Series X, além de títulos do Xbox 360 e Xbox original.

O poder exagerado

O Xbox Series X teria 3584 shaders, que seriam traduzidos para um processador com 56 unidades de computação ativas. Enquanto o Playstation 5 teria 36 unidades de computação. É uma diferença bastante significativa. Se confirmado o número 56 para o console da Microsoft, é um monstro maior do que o Digital Foundry sonhava que fosse. Contudo, o site faz um alerta, qual será o preço de tudo isso? Tenha em mente que, até o momento, poder do Series X ainda é incalculável.

Playstation 5 terá Ray Tracing fake?

Este é uma pergunta que está circulando na web. De acordo com este rumor, o Xbox Series X terá hardware dedicado para o Ray Tracing – aquele recurso que, a grosso modo, deixa os gráficos mais realistas e que deve ser um dos pontos principais para a próxima geração. Contudo, devemos lembrar que em outubro a Sony confirmou que o PS5 terá Ray Tracing por hardware, então vamos ter que confiar nas palavras da Sony aqui ou aguardar mais vazamento para entendermos isso.

Pouco se sabe sobre os próximos consoles Xbox

De acordo com o Digital Foundry:

Também vale ressaltar que o vazamento é escasso em detalhes concretos em termos do Xbox de última geração – há dicas sobre os dois designs de processador para os Xbox Lockhart e Anaconda, mas nada maciçamente conclusivo sobre o que os separa. De fato, entendo que não há absolutamente nenhum detalhe para o Xbox Lockhart mais barato, além de um potencial codinome para o processador (Sparkman – novamente, isso não está confirmado). De fato, o pouco que podemos captar sobre o Series X desse vazamento que sugere um console top de linha, com preço premium, que praticamente exige algum tipo de companheiro estável e mais barato no mercado de massa – e, com isso em mente, é curioso que nada de substancial nesse processador vazou.

A parte mais misteriosa é do Xbox Series X, o Digital Foundry não sabe até onde o poder do console pode ir e não entende como a Microsoft está escondendo tudo isso a essa altura do campeonato, principalmente o suposto Xbox Lockhart que seria um “Xbox Series S” mais barato, enquanto o Xbox Series X, por ser muito mais poderoso, é possível que seja mais caro.

Parece que a Microsoft não quer saber de TV, TV, TV dessa vez. Ela apenas criou uma caixa preta altamente poderosa para jogos com qualidade monstra e talvez um outro console barato para acompanhá-lo. A Sony quer repetir o que fez com o PS4, e se afastar do PS3, só não pode esquecer que a era do Don Mattrick já passou. A briga vai ser boa dessa vez.

Jorge Henrique
Sou advogado, jornalista e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Faço cobertura em eventos e estou diariamente atento a respeito do universo da Microsoft no que tange aos produtos para os consumidores. Respondo como editor-executivo do Windows Club. Estou no Facebook e no Instagram a sua disposição.