Carregando...

Xbox Series X tem uma boa solução quando seu SSD fica cheio, o PS5 não

A Forbes fez uma matéria sobre recursos dos novos consoles da próxima geração e resolvemos compartilhar com vocês. Os SSDs do Xbox Series X e PlayStation 5 mudarão a experiência de jogo do console para melhor. Desde tempos de carregamento drasticamente reduzidos ao rápido fluxo de ativos e o potencial (já visto no Series X) de retomar instantaneamente vários jogos no momento exato em que você saiu, são boas notícias para os jogos. Em termos de velocidade bruta, o SSD no PS5, com sua taxa de transferência de 5,5 GB (Gigabytes por segundo) se contrapõe aos 2,4 GB entregues pelo SSD do Series X. No entanto, o sistema SSD no Series X é marcadamente superior a o PS5 em um aspecto importante – armazenamento estendido.

O Series X e PS5 permitem armazenamento estendido usando um HDD conectado através de uma porta USB. Infelizmente, novos jogos criados para fazer uso da tecnologia avançada nos consoles de última geração não serão jogáveis ​​no HDD. Jogos mais antigos serão, mas eles não serão capazes de tirar proveito de alguns dos aprimoramentos que as novas máquinas possibilitam. Essas melhorias prometem ser bastante impressionantes. Por exemplo, a Digital Foundry ficou muito impressionada com as melhorias que eles viram no Gears of War Ultimate Edition e no Halo 5 rodando no Series X.

A funcionalidade limitada do HDD significa que o SSD interno será a unidade de armazenamento preferida para jogos antigos e novos. As máquinas da Microsoft e da Sony possuem SSDs NVMe. O Series X tem uma unidade de 1 TB, enquanto o PS5 perde neste aspecto pois tem apenas 825 GB. O Series X possui cerca de 20% a mais de armazenamento, mas os SSDs das duas máquinas serão ocupados por jogos mais cedo ou mais tarde. Quando isso acontecer, a diferença na maneira como Series X e PS5 lidam com armazenamento SSD adicional é revelada como motivo de preocupação.

Microsoft fechou parceria com Seagate para criar um dispositivo externo de 1TB NVMe SSD que é projetado para trabalhar com o Series X. Parece um cartão de memória das antigas. A instalação do SSD é tão simples quanto conectá-lo ao slot projetado para ele na parte traseira do Series X. Ainda não se sabe se versões de maior capacidade estarão disponíveis ou quanto custará.

Assim, você pode conectar os cartões de armazenamento no Xbox Series X.

A Sony adotou uma abordagem diferente. Em vez de criar um SSD externo personalizado, a Sony optou por incluir um compartimento de unidade interno pronto para SSD. Existem dois problemas com isso. A primeira é que atualmente não há SSDs que funcionem com isso. Os SSDs precisam trabalhar com a tecnologia avançada do PS5 e esses SSDs ainda não existem. Mark Cerny, o principal arquiteto do PS5, alertou que, uma vez que esses SSDs foram construídos, eles precisarão ser examinados pela Sony para garantir que caibam no compartimento fornecido e trabalhem com a tecnologia personalizada do PS5. Isso vai levar tempo. Cerny expressou esperança de que esse problema seja resolvido antes do lançamento do PS5, mas aconselhou paciência, porque talvez não.

O segundo problema é que a Sony optou por uma unidade interna, e não externa. Pessoas com experiência trabalhando em um computador sabem que adicionar uma unidade quando há um compartimento vazio geralmente é um processo simples. No entanto, há muito mais pessoas que não têm essa experiência e relutam muito em abrir um console e começar a brincar com o que está dentro.

A Sony lançou o PS4 com um problema de armazenamento externo semelhante. O PS4 original tinha um disco rígido interno de 500 GB e não demorou muito para que os jogadores ficassem sem espaço para adicionar novos jogos. A solução da Sony foi trocar o HDD por um maior. O processo não foi tão difícil, mas muitas pessoas não o fizeram. Quando a Sony finalmente lançou uma atualização de firmware que permitia aos usuários conectassem um disco rígido externo. Existem muitos proprietários de PlayStation por aí que precisam de armazenamento externo e não querem mexer com o interior do console.

O armazenamento externo é algo que não atrai muita atenção quando novos consoles são lançados e estamos todos impressionados com o que eles podem fazer. Mas o tempo passa e geralmente não leva muito tempo até que as unidades internas estejam cheias e as pessoas querem uma solução externa. O Series X tem um, o PS5 não. Espero que a Sony tenha tempo para encontrar uma solução melhor antes do lançamento do PS5, pois seu concorrente além de não ter esse problema oferece mais espaço interno.

Jorge Henrique
Sou advogado, jornalista e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Faço cobertura em eventos e estou diariamente atento a respeito do universo da Microsoft no que tange aos produtos para os consumidores. Respondo como editor-executivo do Windows Club. Estou no Facebook e no Instagram a sua disposição.